3/25/2017

O que você fará com Cristo?

O que você fará com Cristo?
Texto: Mateus 27:22

Introdução: "Que farei então de Jesus, que se chama Cristo?", é a pergunta mais importante que você pode fazer. Os sábios O recebem, mas os imprudentes O rejeitam.

I. O que depende do que você faz com Jesus?

A. Aceitação ou rejeição diante de Deus (Atos 13:39)
B. Tornar-se um filho de Deus ou permanecer um filho do diabo (João 1:12)
C. Ter paz (Romanos 5:1)
D. Ter alegria (1 Pedro 1:18)
E. Ter a vida eterna (João 3:36)

II. O que devemos fazer com Cristo?

Devemos fazer algo com ele - como Pilatos, não podemos lavar as nossas mãos.
A. Aceitá-lo ou rejeitá-lo
B. Deixá-lo entrar ou fechar-lhe a porta (Apocalipse 3:20)
C. Confessa-lo ou negá-lo (Mateus 10:32,33)
D. Ser a favor ou contra Ele (Mateus 12:30)

III. Qual é a sua identidade?

A. Rei Divinamente nomeado e ungido (Atos 2:36)
B. O Filho de Deus - (Como Ele mostrou isso?)
1. Pelas palavras que Ele falou
2. Pelas obras que Ele fez
3. Pelo efeito que Ele tem na história
4. Pela vida que Ele viveu
5. Por Sua própria ressurreição
C. Salvador (Isaías 53:5-6)

Conclusão: Pense em quanto depende do que você faz com Jesus. O que você fez com Ele pessoalmente? Você o recebeu ou o rejeitou?

O que custa não ser um cristão

O que custa não ser um cristão
Texto: Mateus 16:26

Introdução:

1. Definição - Um cristão é aquele que vem como um pecador perdido; ele aceita Cristo como Salvador; Confessa-O como Senhor; e se esforça para agradá-Lo.
2. Perigo - "perder sua própria alma"
3. Destruição - Estar separado do Deus Santo e dos santos redimidos para sempre (morte eterna).

I. Custa o sacrifício da paz.

A. A paz é possessão de um Cristão (Romanos 5:1).
B. A paz é uma estranha para o incrédulo (Isaías 57:21).

II. Custa o sacrifício da segurança.

A. Conservar (Isaías 26:3)
B. Controle (Romanos 8:28)

III. Custa o Sacrifício da Alegria (1 Pedro 1:8).

A. Alegria indizível "alegria inefável"
B. Alegria inegável "cheio de glória"

IV. Custa o Sacrifício da Esperança (Tito 1:12).

A. A essência disto - "vida eterna"
B. A extensão disto - garantir o futuro (é mais importante do que o presente).

V. Custa o sacrifício do favor de Deus (João 3:16).

VI. Custa o Sacrifício do Reconhecimento de Cristo (Mateus 10:32,33 - Marcos 8:38).

VII. Custa o Sacrifício da Vida Eterna (João 3:36).

VIII. Custa o Sacrifício da Destruição Eterna (2 Tessalonicenses 2:8-9).

Senhor, envia-nos um avivamento

Texto: Salmo 85:6

Introdução: É evidente que há necessidade de reavivamento em nossas igrejas. É tão importante, que se uma igreja não experimenta, é uma questão de vida ou morte.

Precisamos de um novo fôlego de nosso Senhor para provocar o avivamento de que precisamos.

Precisamos urgentemente de receber um aviamento!

I. Problemas que exigem um avivamento

A. O culto formal
B. Pregação mecânica
C. Cantar de performance
D. Ocupação religiosa
E. Comunhão interrompida
F. Aumento do criticismo
G. Falta de oração
H. Falta de almas sendo salvas

II. Coisas práticas que produzirão um avivamento

A. Desejo por isso
B. Unidade em buscá-lo
C. Abandono de todos os pecados conhecidos
D. Oração por isso
E. Liderança espiritual - (Mostrar às pessoas que Deus está disposto a enviar o avivamento)

III. Soluções abundantes que o avivamento trará

O verdadeiro avivamento resolverá todos os problemas na igreja.
A. Ele resolverá problemas financeiros
B. Ele resolverá problemas de irmãos magoados.
C. Resolverá problemas de crítica.
D. Ele irá resolver problemas de assistência.
E. Ele resolverá o problema da salvação.

3/09/2017

Como receber um avivamento

Como receber um avivamento
Texto: Salmo 85:6

Introdução: O que é o avivamento? Somente a Bíblia pode nos dar uma imagem clara do que é preciso para ter um avivamento e os resultados que seguirão uma vez que o avivamento tenha chegado.

I. O que é avivamento?

1. Uma renovação da graça.
2. Uma renovação da visão.
3. Uma renovação da carga da alma.
4. Uma renovação do gozo de Deus.
5. Um tempo de ganhar alma.

II. Como se pode ter um avivamento?

1. Tenha fé no Deus dos avivamentos.
2. Ore ao Deus dos avivamentos.
3. Espere que Deus lhe dê reavivamento.

III. Conhecer as condições para um avivamento

1. Pregar a Palavra de Deus (v. 8).
2. Ouvir a Palavra de Deus (v. 8).
3. Afastar-se da loucura (v. 8).
4. Confessar seus pecados a Deus.

IV. Cooperar com o Deus dos avivamentos

1. Busque Sua glória (v. 9).
2. Demonstrar misericórdia (v. 10).
3. Exaltar Sua justiça (v. 10).
4. Arrependa-se de todo pecado conhecido

V. Resultados do avivamento

1. A verdade brotará da terra (v. 11).
2. Deus olhará desde o céu (v. 11).
3. Deus dará o que é bom (v. 12).
4. A igreja dará o seu aumento (v. 12).
5. As promessas de Deus irão adiante de nós (v. 13).

Conclusão: Quando o avivamento vem, Deus é honrado, a igreja é abençoada, e os santos são edificados no Senhor. Você é um candidato ao avivamento?

Presentes para o Senhor Jesus

Presentes para o Senhor Jesus
Texto: Mateus 2:11

Introdução: Mateus 2:11 fala sobre os homens sábios que saíram do Oriente para adorar o Senhor Jesus Cristo e trazer-Lhe presentes. Não deve haver debate ou dúvida quando se trata do fato de que o Senhor Jesus deve ser adorado. Seu "valor" deve ser reconhecido e proclamado. Muitas vezes pensamos sobre o que podemos obter e não o que podemos dar.

Você deu um presente especial ao Senhor este Natal?

Os homens sábios trouxeram presentes ao Senhor Jesus. Vamos considerar esses presentes e encontrar as mensagens que há neles. Todos os três presentes são presentes que são dignos de realeza e foram dignos de ser dado a um rei.

I. Eles deram ouro.

O ouro aqui pode representar a divindade do Senhor Jesus Cristo. Quando dizemos "deidade" em referência a Cristo, nós apontamos que Jesus é Deus manifestado na carne.

Primeiro, a divindade de Cristo é vista nas Escrituras (João 1:1-2, João 1:14).

Em segundo lugar, a deidade de Cristo foi vista em Seus atos sobrenaturais. Quem, exceto o Filho de Deus, poderia curar os enfermos, ressuscitar os mortos, fazer com que os olhos cegos vissem, fizessem os surdos ouvir e perdoassem os pecados?

Terceiro, a deidade de Cristo é vista em palavras especiais que o Pai disse quando Cristo estava sendo batizado. Deus, o Pai, falou do céu e disse: "Este é o meu Filho Amado, em quem me comprazo" (Mateus 17:5). Cristo se compraz quando reconhecemos quem Ele realmente é.

II. Eles deram incenso.

Era a goma perfumada de uma árvore que crescia na Arábia. Era parte do ingrediente quando o incenso sagrado era usado na adoração do Velho Testamento (Êxodo 30:34). Isso poderia muito bem falar da fragrância que Cristo traz para a vida de um indivíduo que verdadeiramente O adora! Quando adoramos a Cristo regularmente, sinceramente e intensamente, a fragrância é acrescentada à nossa vida diária. Vale muito a pena passar tempo em adoração!

III. Eles deram mirra.

A mirra era usada no óleo sagrado da unção no Tabernáculo (Êxodo 30.23), como perfume (Provérbios 7:17), e também para fins de embalsamação (João 19.39). Creio que falava da morte futura de Jesus, quando Ele morreria no lugar dos pecadores. Sua morte era uma morte pré-ordenada, era uma morte substitutiva, e era uma morte agradável (aos olhos do Pai). Leia Isaías 53:11.

Unidos por estas coisas

Unidos por estas coisas
Texto: Salmo 133

Introdução: Como filhos queridos de Deus, há mais coisas para unir-nos do que há para nos dividir. Há certas verdades fundamentais e vitais que todos os crentes verdadeiros abraçam - como a deidade de Cristo, o nascimento virginal do Senhor Jesus e a salvação pela graça através da fé no Filho de Deus. Podemos diferir sobre o que é o pecado imperdoável e se pode ser cometido ou não, e outros assuntos, mas se somos verdadeiramente salvos pela graça de Deus, há algumas coisas que nos unem. Cada um desses pensamentos começa com a palavra "companheiro".
  
I. Nós somos companheiros - Participantes de um chamado.

Leia Efésios 3:6. Nosso chamado para a salvação é do céu. O plano de Deus envolveu unir judeus e gentios em um só corpo através da fé. Esse corpo é a Igreja de Jesus Cristo. Não foi revelado no Velho Testamento que judeus e gentios se tornariam um só corpo. O mistério da igreja é o da revelação do Novo Testamento. Nosso chamado é tanto celestial como santo.

II. Nós somos companheiros - cidadãos de um país. Veja Efésios 2:19.

“Assim, pois, não sois mais estrangeiros, nem forasteiros, antes sois concidadãos dos santos e membros da família de Deus”

Somos concidadãos com o povo de Deus. A verdadeira casa de Deus não é um edifício de tijolo e argamassa, mas pessoas que foram redimidas pela graça de Deus. Alguém sugeriu que há seis imagens da igreja em Efésios 2:19-22. É uma nova nação, a família de Deus, o edifício de Deus, um organismo em crescimento, um templo mundial (ou a igreja universal) e um templo local (a igreja local). O país de que somos cidadãos pela fé, é um lugar perfeito e pacífico.

III. Nós somos companheiros - membros de um corpo.

Leia Romanos 10:9. São pessoas "salvas" que compõem o corpo de Cristo. A salvação envolve confissão com a boca e fé em Cristo no coração. A salvação traz libertação e deleite na vida do homem.

IV. Nós somos companheiros - Trabalhadores com Jesus.

Olhe para Filipense 4:3. Nesse versículo, Paulo usa o termo "companheiro de jugo". Um jugo era um colar que unia dois bois juntos para arar. O colar os segurava firmemente para que eles pudessem puxar juntos e fazer o trabalho. Um "companheiro de jugo" é aquele que puxa e trabalha em cooperação com os outros.

V. Somos companheiros - herdeiros de uma mansão celestial.

Jesus prometeu a todos Seus filhos uma mansão no céu um dia (João 14:1-3). Nesta vida apenas alguns possuem mansões, mas todos no céu terão uma mansão.

O valor da oração

O valor da oração
Texto: Salmo 5:3

Introdução: O Salmista disse no Salmo 5:3 "Pela manhã ouves a minha voz, ó Senhor; pela manhã te apresento a minha oração, e vigio". O famoso Diamante Hope, que está localizado no Museu de História Natural do Instituto Smithsonian, em Washington, DC, Estados Unidos, é conhecido em todo o mundo. É o maior e o mais perfeito diamante azul que existe, ostentando 45.52 quilates, e tendo um valor de mais de 200 milhões de dólares. Embora a pedra de renome seja de grande valor, a oração é muito mais valiosa do que o Diamante Hope. Por que a oração é tão valiosa? Aqui estão várias razões.

I. Oração é um exterminador do pecado

- Quando você realmente começar a orar, você terá que desistir de pecar ou desistir de orar. Não se sente uma linha aberta de oração quando se pratica algum pecado conhecido. Por outro lado, quando uma pessoa absorve a sua vida com a oração, o pecado não dominará na vida desse guerreiro de oração.

II. A oração é poderosa

- Leia em Atos 2 o que aconteceu quando a igreja orou. O poder de Deus desceu sobre aqueles crentes que estavam esperando a promessa do Espírito. Nenhuma igreja terá poder espiritual a menos que haja orações eficazes e fervorosas sendo oferecidas em seu favor.

III. A oração é garantia de vitória

- O cristão de oração é um vencedor. A verdadeira fé no coração é expressa na vida de oração do crente. Quem não tem fé não orará. Tantas pessoas e igrejas são derrotadas, debatendo em seu caminho espiritual, por causa da falta de oração. Se você quer ser um cristão vitorioso - ore!

IV. A oração é um produtor de santidade

- A oração resultará em vida santa. Você pode ter certeza, aqueles que oram têm um ardente desejo de viver uma vida santa, separada, consagrada e semelhante a Cristo. Se você entrar na presença de Deus em oração, isso mudará o modo como você vive.

V. Oração é um removedor de obstáculos

- Se você se lembra, no Livro de Atos, Pedro estava na prisão. A igreja estava tendo uma reunião de oração por ele. O resultado foi que Deus abriu as portas da prisão que o tinham prendido e o libertou. Os obstáculos são removidos quando o povo de Deus exerce a sua responsabilidade e o seu direito de orar.

VI. A oração é um revelador de Cristo

- A melhor maneira de revelar Cristo em nossas vidas é permanecer em comunicação e comunhão com Ele. Quanto mais estamos perto de outra pessoa, mais tendemos a ser o que essa pessoa é. É por isso que é importante escolher a companhia certa. O Senhor Jesus é a melhor companhia!