3/23/2019

Espirito Santo: Não Saia de Casa Sem Ele

O Sermão em uma Sentença: Logo antes que Ele subiu ao céu, Cristo deu uma última ordem que seus discípulos precisavam receber o poder do Espírito Santo a fim de realizar a Grande Comissão.

O Propósito do Sermão: Ver crentes obedecerem à última ordem de Cristo e serem batizados no Espírito Santo para que eles tenham poder para serem testemunhas de Cristo.

O Texto: Atos 1.4-5, 8.

Introdução

1. As últimas palavras de uma pessoa são o que é de suma importância para aquela pessoa.
2. As últimas palavras de Jesus à igreja antes que dEle subir ao céu foi uma ordem para cada crente.
3. Nesta ordem, Jesus esclareceu que o Batismo no Espírito Santo precisa ser uma prioridade na vida de cada Cristão.

I. A Ordem Final de Cristo (Atos 1.4a, 5).

A. Não vai a qualquer lugar sem o dom: “não saiam de Jerusalém, mas esperem” (v. 4a).

B. Qual é o dom pelo qual devemos esperar? “Vocês serão batizados com o Espírito Santo” (v. 5).

C. Jesus deu a ordem para esperar pelo batismo mais de uma vez. (Lucas 24.49).

D. O que significa ser batizado com o Espírito Santo?

1. Significa ser vestido e cheio com o poder do Espírito de Deus (Lucas 24.49; Atos 1.8).

II. A Razão Para a Ordem Final de Cristo (Atos 1.4, 5, 8).

A. O Pai tinha prometido o dom...
1. Através do profeta (Joel 2.28-29).
2. Através de João Batista (Marcos 1.7-8).

B. O dom do Espírito Santo era o alvo principal do ministério de Jesus.
1. João Batista disse que quando Jesus viesse, Ele iria “batizar as pessoas com o Espírito Santo”. (Marcos 1.7-8).
2. Jesus frequentemente falou sobre isso para Seus discípulos (Atos 1.4) “da qual lhes falei”.
3. João 7.37-39 é uma das ocasiões de Jesus falando sobre isso.

C. O dom é a maneira de Deus para capacitar Cristãos para serem Suas testemunhas (Atos 1.8).
1. Jesus ordenou os discípulos a irem por todo o mundo e fazerem discípulos de todas as nações (Mateus 28.18-20).
2. Jesus ordenou os discípulos a buscarem a experiência do Batismo no Espírito Santo porque eles precisavam Seu poder para cumprir a comissão.
3. A comissão de Deus para a igreja não tem mudado. Então, nós ainda precisamos do poder do Espírito Santo para realizá-la.

III. Você Vai Obedecer a Ordem Final de Cristo?

A. Porque o Espírito tem vindo, nós somos ordenados a sermos Suas testemunhas (João 15.26-27).

B. Se nós O amamos, nós O obedeceremos e Ele nos dará o Espírito para habitar em nós e nos encher com poder (João 14.15-17).

C. Deus dá Seu Espírito para aqueles que Lhe obedecem (Atos 5.32).
1. Os apóstolos estavam falando sobre obedecer a Cristo para testemunhar.

Conclusão e Apelo

Vem em obediência à ordem de Cristo e recebe o poder que Ele deseja lhe dar para servi-lO e para ser uma testemunha eficaz.

Gostou Desse Esboço? Conheça 365 Esboços de Sermões Selecionados:

3/22/2019

Vivendo no Fundo do Poço

Vivendo no Fundo do Poço
Texto: 1 Reis 17:5-16

Introdução: Quando você está vivendo no fundo do poço a única direção a olhar é para cima. Você juntou todos os seus recursos e encontrou apenas o suficiente para o momento e nenhuma provisão para o futuro. Este é o lugar onde esta mulher viúva estava vivendo. Através do profeta, Deus desafiou esta mulher a olhar para cima e ter fé novamente.

Ele a desafiou a exercitar sua fé mais uma vez. Era um desafio porque ela estava "vivendo no fundo do poço". Era um desafio porque a necessidade era tão grande e suas habilidades eram tão pequenas. Afinal, como Deus poderia ter escolhido alguém menos capaz de prover para o profeta que ela? Mas é por isso que Ele a escolheu e em troca ela escolheu crer em Deus.

Deus diz que quanto mais sem esperança suas circunstâncias, mais provável será seu milagre. Quanto maiores seus cuidados, mais genuínas são suas orações. Quanto mais escuro o quarto, mais necessidade de luz. A ajuda de Deus está próxima e sempre disponível, mas só é dada àqueles que a buscam.

Quando olhamos para as nossas circunstâncias, boas ou más, devemos estar sempre procurando a provisão de Deus. Precisamos procurar a mão de Deus em todas as situações. Deus está sempre lá - mesmo no fundo do poço - e Ele está sempre pronto para prover. Nossa fé é a chave para sair do poço; mas deve atender a certos requisitos.

I. A Fé Não Deve Perder a Esperança (vv. 11-12).

A. A viúva havia perdido a esperança de que ela e seu filho sobreviveriam.

- Ela estava fazendo a última coisa que podia e sabia fazer. Evidentemente, ela tentara tudo o que era possível. Mas ela perdera a esperança de que houvesse provisão para o amanhã.

B. A viúva havia decidido que a morte era inevitável.

- Ela pode ter ficado incomodada porque Elias teve a ousadia de pedir que ela o ajudasse quando ela era a pessoa necessitada. "Você não entende, eu estou preparando a minha última refeição para o meu filho e eu e depois vamos ficar sem nada! Não há esperança para mim, por que eu deveria me preocupar com você?"

C. No começo ela não se via como candidata a um milagre - Mas Deus sim!

II. A Fé Deve Ser Comprometida (vs. 13-14).

A. Ele ordenou que ela fosse em frente com seus planos, mas colocou Deus em primeiro lugar.

- Ela foi desafiada a não ter medo, mas a dar algo além da sua capacidade.
- Ela já estava sem opções, o que daria para honrar a Deus? Vá em frente e faça o que deves fazer, mas faça isso dando a Deus a glória de realizar o impossível.

B. O mandamento de Deus é sempre seguido por uma promessa.

- Se você fizer isso - Deus fará isso! Se você estiver disposto a se comprometer com o plano de Deus, Deus cuidará de você.
- Não é que Deus quer que façamos barganhas com Ele - é exatamente o oposto. O que ele quer que nós saibamos é que existem certos requisitos que nossa fé deve cumprir antes que as rodas sejam colocadas em movimento.

III. A Fé Deve Estar Disposta a Agir (v.15).

A. Ela foi movida pela fé em vez da razão.

- Quando você está vivendo no fundo do poço, você pode não ter muitas opções, mas você sempre terá uma - obedecer a Deus.

B. Eu duvido que ela entendeu. Mas ela estava disposta a aceitar a palavra do Senhor.

- A fé não vem pelo entendimento, mas por ouvir ou receber a palavra.
- Fé não é a substância das coisas vistas, mas das coisas não vistas.

IV. A Fé Deve Ser Consistente (v.16).

A. O milagre continuou porque ela continuou em sua fé.

- Se a qualquer momento ela tivesse decidido que Deus não era capaz de cuidar dela, o milagre teria cessado. Mas antes e depois de sua necessidade ser satisfeita, ela estava disposta a crer em Deus.
- A fé vivida sempre sustenta o filho de Deus.

B. Às vezes, Deus nos chama para simplesmente continuar confiando e esperar Nele.

Conclusão: Viver no fundo do poço significa que fizemos tudo o que podíamos e ainda não foi o suficiente. Estamos desapontados. Estamos exaustos Parece que não há maneira de contornar os obstáculos. Estamos no final da nossa corda e estamos escorregando rápido. Mas espere! Deus está no fundo do poço com você.

Não importa se você está na fornalha ardente, na cova dos leões ou no fundo do poço - contanto que Deus esteja lá com você.

Gostou Desse Esboço? Conheça 365 Esboços de Sermões Selecionados:

3/21/2019

Quando Deus Quer Abençoar, Ninguém Pode Impedir

Quando Deus Quer Abençoar, Ninguém Pode Impedir
Texto: Gênesis 26:12-25

Introdução: Prosperar diante dos incrédulos e não-convertidos muitas vezes traz ressentimento, inveja e ciúmes por parte deles e até problemas para quem está prosperando.

Abraão experimentou isso em Gênesis 13:5-7 quando surgiu um conflito entre seus pastores e os de Ló. Nesta passagem há um paralelo sutil traçado entre Abraão e Isaque. Ambos foram abençoados por causa da promessa de Deus e ambos tiveram que lidar com indivíduos carnais que ficaram com inveja de eles serem abençoados.

O problema é encontrado em Gênesis 26:12-13: “Isaque semeou naquela terra, e no mesmo ano colheu o cêntuplo; e o Senhor o abençoou. E engrandeceu-se o homem; e foi-se enriquecendo até que se tornou mui poderoso”.

Alguém poderia pensar que se a pessoa serve a Deus e faz o que é certo, todos ficariam felizes por ele e tudo estaria bem. No entanto, vemos que, no caso de Isaque, seus inimigos tentaram privá-lo de sua vida abençoada. No entanto, observe estes fatos importantes, existem apenas duas maneiras pelas quais Isaque poderia ter sido privado de sua bênção e nenhum delas estava sob o poder de seu inimigo.

I. Ele Poderia Ter Desistido Quando Seu Inimigo Entulharam Seus Poços.

A. Sempre haverá pessoas que sentirão inveja de sua bênção - Satanás certamente o fará.

Gênesis 26:14-16: “e tinha possessões de rebanhos e de gado, e muita gente de serviço; de modo que os filisteus o invejavam. Ora, todos os poços, que os servos de seu pai tinham cavado nos dias de seu pai Abraão, os filisteus entulharam e encheram de terra. E Abimeleque disse a Isaque: Aparta-te de nós; porque muito mais poderoso te tens feito do que nós".

B. Não desanime quando ou se a oposição continuar.

Gênesis 26:20-21: “E os pastores de Gerar contenderam com os pastores de Isaque, dizendo: Esta água é nossa. E ele chamou ao poço Eseque, porque contenderam com ele. Então cavaram outro poço, pelo qual também contenderam; por isso chamou-lhe Sitna”.

· Eseque: Águas que geram contenda. É boa, é viva, mas gera contenda. Gera morte.
· Sitna: Inimizade, briga, inveja. Mas maior é Deus em Nossas vidas.

Isaque sabia o valor de não lutar batalhas desnecessárias. Talvez ele tenha aprendido isso com seu pai Abraão, que argumentou com Ló (Gênesis 13).

Ambos sabiam que aqueles que se opunham a eles não podiam impedi-los de serem abençoados.
Então, o que você faz quando enfrenta aqueles que estão com inveja e ciúmes de você? Apenas dê-lhes espaço!

II. Ele Poderia Ter Recusado ou Negligenciado Cavar Novos Poços.

A. Há sempre uma nova bênção para aqueles que persistirem.

Gênesis 26:18-19: “E Isaque tornou a cavar os poços que se haviam cavado nos dias de Abraão seu pai, pois os filisteus os haviam entulhado depois da morte de Abraão; e deu-lhes os nomes que seu pai lhes dera. Cavaram, pois, os servos de Isaque naquele vale, e acharam ali um poço de águas vivas”

B. Paz e prosperidade são a recompensa dos fiéis.

Gênesis 26:22-25, “E partiu dali, e cavou ainda outro poço; por este não contenderam; pelo que chamou-lhe Reobote, dizendo: Pois agora o Senhor nos deu largueza, e havemos de crescer na terra. Depois subiu dali a Berseba. E apareceu-lhe o Senhor na mesma noite e disse: Eu sou o Deus de Abraão, teu pai; não temas, porque eu sou contigo, e te abençoarei e multiplicarei a tua descendência por amor do meu servo Abraão. Isaque, pois, edificou ali um altar e invocou o nome do Senhor; então armou ali a sua tenda, e os seus servos cavaram um poço".

· Reobote. Crescemos na terra. Avançamos, alargamos, frutificamos.

De lá ele foi até Berseba. Naquela noite o Senhor lhe apareceu...

Os inimigos, não vão poder-te seguir para qualquer lugar; tem lugar que só os filhos de Deus alcançam.

Paz e prosperidade vêm de várias maneiras, mas a bênção, no entanto, aguarda os fiéis.

Conclusão

As promessas de Deus são tão seguras quanto a Sua Palavra. A bênção virá para aqueles que o servem fielmente. No entanto, a guerra, seja com Satanás ou com o povo carnal, também é certa.

O que importa não é o que eles fazem, mas as maneiras pelas quais nós respondemos ao que eles fazem. Isso determinará o fluxo contínuo de bênçãos em nossas vidas.

Gostou Desse Esboço? Conheça 365 Esboços de Sermões Selecionados:

3/17/2019

Privilégios e Responsabilidades

Privilégios e Responsabilidades
Texto: 1 Pedro 1:23-25; 2:1-16

Introdução: Em sua primeira carta, Pedro nos dá uma descrição sétupla dos crentes, e a descrição é tão verdadeira quanto aos cristãos de hoje. Pedro nos conta o que são os verdadeiros crentes e enfatiza seus privilégios; mas todo privilégio traz consigo uma responsabilidade, e assim ele nos diz quais são nossas responsabilidades como cristãos.

Na seguinte descrição sétupla dos crentes, observe a relação entre essa questão de privilégio e responsabilidade.

1. Em 1 Pedro 2:2, os Crentes São Descritos Como "Recém-Nascidos".

Começamos a vida cristã - nascendo na família de Deus como bebês espirituais. Que imenso privilégio é ser filho de Deus, nascer na Família Real do Céu e ter Deus como nosso Pai - observe 1 João 3:1!

Os bebês não apreciam o privilégio de sua posição e paternidade enquanto permanecem bebês, mas o privilégio está lá. Mas qual é a nossa responsabilidade como recém-nascidos? 1 Pedro 2:2 nos dá a resposta: alimentar-nos da Palavra de Deus a fim de crescermos em filhos fortes e depois na idade adulta.

Só podemos crescer se alimentarmos e, se não nos alimentarmos adequadamente com o alimento certo, permaneceremos bebês e nosso crescimento espiritual será prejudicado. Para evitar que isso aconteça, devemos "desejar (o) puro leite espiritual" da Palavra. Não há substituto para isso, e mais tarde devemos nos alimentar do "alimento sólido" da Palavra - veja Hebreus 5:12 e 14.

2. Em 1 Pedro 1:14, os Crentes São Descritos Como "Filhos Obedientes".

Este é um avanço em 1 Pedro 2:2, pois aqui não somos "recém-nascidos", mas "filhos obedientes"; estamos crescendo; e é um privilégio ser uma criança com a capacidade de entender o que Deus fez em Sua graça ao nos tornar Seus.

Nossa responsabilidade como filhos é ser obediente. A palavra grega em 1 Pedro 1:14 significa "Como filhos da obediência". Isso nos diz que quando nascemos de novo, o princípio da obediência é colocado dentro de nós. É-nos dito claramente como esta obediência expressa-se em 1 Pedro 1:14-16 - 'Não deixe seu caráter ser moldado pelos desejos de sua vida não regenerado, mas seja santo em cada departamento de sua vida.'

Aqui está nossa responsabilidade. Porque somos filhos de Deus que é santo, devemos ser santos, e isso é uma questão de obediência direta. É muito importante para nós ver isso e agir de acordo com isso, pois é somente quando obedecemos ao Senhor que nos tornaremos pessoas santas.

3. Em 1 Pedro 2:5, os Crentes São Descritos Como “Pedras Vivas”.

Aqui, sem dúvida, Pedro está pensando no incidente registrado em Mateus 16:13-20 (e em particular no verso 18). Como crentes, somos "pedras vivas". Quando nascemos de novo fomos feitos participantes da natureza divina - veja 2 Pedro 1:4.

Que privilégio é para nós sermos uma pedra no edifício espiritual, o templo de Deus! Mas e a nossa responsabilidade nisso? - olhe novamente para 1 Pedro 2:5. Nós não estamos mortos, pedras sem vida na casa espiritual do Senhor; nós somos "pedras vivas", e nossa responsabilidade, portanto, é oferecer sacrifícios espirituais a Deus. Somos um sacerdócio santo; como crentes somos sacerdotes - olhe Apocalipse 1:6; 5:10; e devemos oferecer sacrifícios espirituais, alguns dos quais são mencionados em Romanos 12:1; Efésios 5:2; Hebreus 13:15-16. Estamos exercendo os privilégios de nosso sacerdócio e assumindo nossa responsabilidade nesta questão, oferecendo sacrifícios espirituais ao Senhor?

4. Em 1 Pedro 2:11, os Crentes São Descritos Como "Peregrinos e Forasteiros".

Leia os versículos 11 e 12 e observe que Pedro está dizendo que os crentes são como 'peregrinos' neste mundo, pois pertencem a outro mundo para o qual estão viajando. É um grande privilégio para nós sermos apenas residentes temporários aqui nessa terra - olhe e compare Filipenses 3:20!

Mas qual é a nossa responsabilidade como peregrinos e forasteiros? 1 Pedro 2:11-12 nos dá a resposta - e olhe essas palavras cuidadosamente. Nossa responsabilidade como residentes temporários é ver que não nos tornamos engolfados e manchados com a vida do mundo, mas que estamos separados das coisas pecaminosas e mundanas e que todo o nosso modo de vida é marcado pela integridade espiritual e moral.

5. Em 1 Pedro 2:16, os Crentes São Descritos Como "Servos de Deus".

Aqui Pedro diz que os crentes são homens livres, pois Cristo nos deu liberdade, mas não devemos tornar nossa liberdade uma desculpa para licença. É um grande privilégio ser o servo de Deus, mas que responsabilidade tremenda repousa sobre nós como Seus servos, como Seus escravos - porque possuí-Lo como Mestre e Senhor significa estar pronto para fazer Sua vontade.

Um servo na casa real do Céu deve ser muito disciplinado e muito leal em sua maneira de viver e em seu serviço. Ele também deve estar pronto para qualquer coisa e estar à disposição de seu Mestre.

6. Em 1 Pedro 4:9-10, os Crentes São Descritos Como “Bons Mordomos”.

Devemos ser hospitaleiros uns com os outros e devemos servir uns aos outros com os dons particulares que Deus nos deu. O fato de que Deus nos confiou com dons especiais enfatiza novamente que pessoas privilegiadas somos.

Alguns cristãos têm um lar encantador, dinheiro, o dom da amizade ... mas eles são apenas mordomos desses dons; Sua responsabilidade é usá-los fielmente, não apenas para seu próprio prazer, mas para o benefício de outros, e eles devem fazer isso para a glória de Deus - veja 1 Coríntios 4:1-2; 1 Pedro 4:10.

7. Em 1 Pedro 4:15-16, os Crentes São Descritos Como "Cristãos".

Que tremendo privilégio ser um cristão e carregar o nome de Cristo! - mas que responsabilidade isso é, uma responsabilidade de ser como Cristo e, portanto, ser amoroso, gracioso, agradável, atencioso, gentil, compreensivo e humilde!

Isso deve nos levar a fazer duas perguntas:

1) Você é um cristão, um verdadeiro crente em nosso Senhor Jesus Cristo? Se sim...
2) Você é como o Senhor Jesus e está se tornando cada vez mais semelhante a Ele no dia a dia?

Gostou Desse Esboço? Conheça 365 Esboços de Sermões Selecionados:

3/16/2019

A Importância de Memorizar as Escrituras

A Importância de Memorizar as Escrituras
Ainda me lembro da primeira vez em que fui impactado pela verdade da Palavra de Deus. Era véspera de Ano Novo durante o meu primeiro ano no ensino médio e eu estava sozinha no meu quarto. Eu tinha decidido ler algumas partes da Bíblia, provavelmente por um vago sentimento de culpa - ou talvez porque eu estivesse tentando entrar na resolução de um Ano Novo.

De qualquer forma, tropecei completamente por acidente neste verso:
“E sede cumpridores da palavra e não somente ouvintes, enganando-vos a vós mesmos” - Tiago 1:22
Bam! Eu cresci na igreja e eu era um ator importante na cena da escola dominical. Eu poderia responder a todas as perguntas. Eu sempre sabia o que a professora queria que eu dissesse e ficava feliz em fazê-lo. Mas era principalmente um espetáculo. Eu gostava de ser o "garoto bom" na igreja porque me chamava a atenção, não por causa de qualquer maturidade espiritual real.

Quando li as palavras de Tiago na véspera de Ano Novo, no entanto, as coisas começaram a mudar. Eu estava convencido da minha hipocrisia e pecaminosidade. Comecei a desejar intimidade com Deus e uma verdadeira compreensão da Sua Palavra. É por isso que Tiago 1:22 é o primeiro versículo bíblico que memorizei por minha própria vontade. Eu não queria perder a grande verdade que encontrei, então me certifiquei de que estaria sempre comigo.

Eu continuei memorizando porções da Bíblia desde aquele dia, e espero continuar fazendo isso durante toda a minha vida. Mais, penso que a memorização das Escrituras é uma prática que pode beneficiar todos os cristãos.

Então, aqui estão três razões pelas quais eu acredito que memorizar as Escrituras é uma prática vital para todos os discípulos de Jesus Cristo.

É Ordenado

Para ser justo, não há versículos na Bíblia que dizem: "Tu memorizarás as palavras deste livro". Não tão diretamente assim, mas há várias passagens das Escrituras que oferecem uma diretriz clara para os leitores da Bíblia se tornarem memorizadores da Bíblia.

Aqui estão alguns exemplos:
“Não se aparte da tua boca o livro desta lei, antes medita nele dia e noite, para que tenhas cuidado de fazer conforme tudo quanto nele está escrito; porque então farás prosperar o teu caminho, e serás bem sucedido”. - Josué 1:8
“Ponde, pois, estas minhas palavras no vosso coração e na vossa alma; atá-las-eis por sinal na vossa mão, e elas vos serão por frontais entre os vossos olhos; e ensiná-las-eis a vossos filhos, falando delas sentados em vossas casas e andando pelo caminho, ao deitar-vos e ao levantar-vos”. Deuteronômio 11:18-19
“Mas Jesus lhe respondeu: Está escrito: Nem só de pão viverá o homem, mas de toda palavra que sai da boca de Deus” - Mateus 4:4
A esmagadora mensagem da Bíblia é que as Palavras de Deus são um bem inestimável para aqueles que a seguiriam. No entanto, não é suficiente para nós sabermos sobre as palavras de Deus - ou mesmo entendê-las.

A Palavra de Deus precisa se tornar parte de quem somos.

É Prático

Há também um enorme benefício prático de memorizar trechos da Bíblia. Ou seja, nós carregamos esses versos da Bíblia conosco onde quer que vamos. Nós não podemos perdê-los. Mais importante, não podemos ignorá-los.

É por isso que David escreveu:
“De todo o meu coração tenho te buscado; não me deixes desviar dos teus mandamentos. Escondi a tua palavra no meu coração, para não pecar contra ti” - Salmo 119:10-11
Mesmo em um mundo de smartphones e acesso instantâneo a informações, ainda há um enorme benefício em carregar as Palavras de Deus em nossas mentes e corações. Porquê? Porque mesmo quando tenho acesso ilimitado à Bíblia, não tenho motivação ilimitada. Quando passo por momentos difíceis, ou quando sou tentado a fazer algo fora do plano de Deus, nem sempre tenho a sabedoria ou a energia para buscar conselho das Escrituras.

Mas isso não é um problema quando essas Escrituras são parte de mim. Através do ministério do Espírito Santo, esconder a Palavra de Deus em nossos corações faz com que essas Palavras nos encontrem e nos convençam quando mais precisamos delas.

É Mudança de Vida

A razão final pela qual devemos memorizar porções da Bíblia é que a Bíblia é diferente de qualquer outro livro. De fato, a Bíblia é muito mais do que um livro, ou até mesmo uma coleção de livros - a Bíblia é uma Palavra sobrenatural dada a nós pelo nosso Criador.
“Porque a palavra de Deus é viva e eficaz, e mais cortante do que qualquer espada de dois gumes, e penetra até a divisão de alma e espírito, e de juntas e medulas, e é apta para discernir os pensamentos e intenções do coração” - Hebreus 4:12
A Palavra de Deus é viva. Por essa razão, é quase impossível incorporar essa Palavra em nossas mentes e corações sem sermos alterados por ela. O conteúdo da Bíblia não é informação estática - eles não são os mesmos tipos de palavras que encontramos em um livro de matemática ou ainda outro romance sobre vampiros adolescentes.

Em vez disso, as palavras da Bíblia são poderosos catalisadores para a transformação. É por isso que Paulo ensinou que as Palavras da Escritura têm o poder de nos equipar para a difícil jornada de seguir a Cristo em um mundo hostil:
“A palavra de Cristo habite em vós ricamente, em toda a sabedoria" - (Colossenses 3:16).
Faça o compromisso de memorizar as Escrituras. Aprenda as passagens que mais o impactam e você nunca mais precisará ouvir alguém lhe dizer porque a memória das Escrituras é uma boa ideia. Você saberá.

Quer Aprender Memorizar Milhares de Versículos Bíblicos?

Conheça o Curso de Memorização da Bíblia | Memo Bible 3000 ®

Uma excelente e indispensável ferramenta para pregadores, pastores, seminaristas, conferencistas, professores de escolas dominicais, evangelistas, missionários. Enfim, para todos aqueles que amam e tem compromisso com a Palavra da Verdade!

Resultados Garantidos!

Você se surpreenderá com o conteúdo do programa e o que o MEMO BIBLE 3000 ® é capaz de fazer por VOCÊ!
Curso Completo de 285,00 por apenas: R$ 89,00   

Parcelamos em até 10 x no cartão!
(Boleto somente à vista)

peça-agora
Garantia de 30 Dias, Risco ZERO e 100% Satisfação!
Você memorizará mais Versículos em 1 semana do que em toda a sua vida!

3/15/2019

Lições Aprendidas de Atos 2

Lições Aprendidas de Atos 2
Sermão em uma Sentença: Deixe o Espírito Santo preencher e mudar sua vida hoje.

Propósito do Sermão: Que os crentes sejam preenchidos e / ou reenchidos com o Espírito Santo.

Texto: Atos 2:1-46

Introdução

1. Acabamos de ler sobre o dia de Pentecostes.
2. O Pentecostes estabeleceu um padrão para o resto da Era do Espírito.
3. Aprendemos três lições importantes desta história:

I. Como os Discípulos Antes do Pentecostes, Devemos Desejar o Poder do Espírito Santo Hoje em Nossa Igreja e em Nossa Vida Pessoal.

A. Nós devemos desejar que Ele se manifeste em nosso meio (v.1-3).
B. Devemos desejar que Ele nos encha com Seu poder e presença (v.4).
C. Se fizermos essas coisas, podemos esperar que nossa cidade / vila tome nota do que está acontecendo (vv. 5-13).

II. Como os Discípulos no Pentecostes, Devemos Entender o Que a Vinda do Espírito Santo Significará em Nossas Vidas e em Nossa Igreja.

A. Significará que estamos seguindo o padrão bíblico estabelecido por Deus para todos os crentes (v.14-18).
B. Significará que podemos esperar uma nova revelação de Jesus em nossas vidas e ministérios (vs. 22-24; 32-33, 36).
C. Significará que nos tornaremos uma parte verdadeiramente funcional da grande comunidade profética de Deus - a Igreja (vv. 17-18, 4 com 14).

III. Como os Discípulos no Pentecostes, Podemos Esperar Que Nossa Igreja e Nossas Vidas Sejam Transformadas Pela Vinda do Poder do Espírito.

A. Os pecadores sentirão a presença do Espírito em nosso meio e serão convencidos e convertidos de seus pecados (v. 37).
B. Nossos altares serão cheios de pessoas que invocando a Cristo (v. 41).
C. Nossa igreja será forte e poderosa:
• Forte na unidade (v. 42).
• Forte em poder espiritual (v. 43).
• Forte no amor (vv. 44-45).
• Cheia de alegria (v. 46).

Conclusão

1. Devemos ser como os crentes no dia de Pentecostes.
2. Vem agora para ser batizado no Espírito Santo!

3/12/2019

365 Esboços de Sermões – Um Sermão Para Cada Dia do Ano

365 Esboços de Sermões – Um Sermão Para Cada Dia do Ano
Pastores são pessoas muito ocupadas. Segundo minha pesquisa, essa afirmação é um fato. Claro, minha pesquisa não é científica, mas acredito que seja precisa. Meus dados de pesquisa mais confiáveis ​​vêm da minha esposa. Ela diz que somos as pessoas mais ocupadas do mundo e eu sempre ouço minha esposa!

Há hospitais para visitar, casamentos para oficiar e funerais para pregar. Há famílias para aconselhar, novos crentes para discipular e líderes para treinar. Há reuniões e culto para planejar, banheiros para desentupir e lâmpadas para serem substituídas. E alguns de nós têm todas essas coisas para fazer, enquanto trabalham em outro trabalho. Há material suficiente para nos manter ocupados vinte e cinco horas por dia, oito dias por semana.

Ah sim, e há sermões para preparar. Temos que trabalhar isso com todas as outras coisas disputando nossa atenção. A única coisa que a maioria de nós acha que é nosso propósito primordial, nosso chamado - pregar a Palavra de Deus - tem que competir com todo o resto pelo único elemento finito em tudo isso. Tempo.

Como estudante de seminário, lembro-me de ouvir alguém dizer que um pastor deveria dedicar uma hora de preparação a cada minuto de seu sermão. Na época, achei que era uma quantidade irreal de tempo para passar na preparação do sermão. Agora, anos e sermões depois, eu não consigo entender o pensamento.

Se o nosso tempo médio de sermão é de trinta minutos, isso equivale a trinta horas de preparação! Para aqueles que têm uma mensagem de domingo à noite para preparar, e talvez uma mensagem para pregar durante a semana, bem, isso não deixa tempo para muito mais.

Pode haver alguns de vocês que têm esse luxo do tempo, mas para a maioria de nós, essa quantidade de tempo simplesmente não está disponível. Então, fazemos o melhor que podemos com o tempo que temos e confiamos em Deus para fazer algo útil com nossos esforços. E nosso Senhor gracioso e misericordioso frequentemente faz.

Mas nós queremos fazer melhor. Queremos apresentar ao nosso povo mensagens bem preparadas.
Mensagens que não só preencherão um intervalo de tempo de quarenta e cinco minutos ou uma hora, mas também as alimentarão espiritualmente, elevarão seus corações, as convencerão de seus pecados e as chamarão para um novo ou mais profundo andar com o Senhor.

É por isso que eu preparei esse ebook. Estes 365 Esboços de Sermões são para aqueles que podem se identificar com qualquer um dos itens acima. Eu quero te dar algo para construir.

Algo que tem sido estudado, que lhe dá uma vantagem inicial para suas mensagens neste domingo. Algo que o ajudará a aproveitar ao máximo seu tempo limitado.

Eu não digo que esses são os melhores esboços de sermões que você verá. Eles podem não estar a par com qualquer coisa que você tenha preparado. Mas todos eles foram estudados, orados e pregados. Os esboços estão completos, compilados das notas do sermão que eu pego no púlpito a cada semana. Tome-os como um todo ou use-os para estimular seus pensamentos em outras direções.

Outra coisa que eu lembro de ouvir no seminário é: “A Bíblia, a Palavra de Deus, tem sido pregada por muitos e muitos pregadores por dois mil anos. Você provavelmente não vai pregar nada que não tenha sido pregado antes”. Eu diria que essa é uma afirmação precisa.

Somos influenciados pelos pregadores e sermões que ouvimos. Deus fala conosco através deles. E Ele pode falar essas mesmas palavras através de nós em nossas mensagens para os outros. Eu sei que isso é verdade às vezes no meu caso e tenho certeza de que isso é verdade para a maioria dos pastores. E tenho certeza que muitos sermões que você encontrará aqui trazem as marcas daqueles pregadores que eu ouvi ou li.

Portanto, eu lhe apresento esse ebook contendo 365 Esboços de Sermões, Um sermão para cada dia do ano. Para seu benefício e para a glória de nosso Senhor. Esse ebook é uma ferramenta para ajudá-lo a aproveitar ao máximo o seu tempo. E para fazer muito para Jesus Cristo.

Desconto Especial de Hoje:


De
69,00

Por apenas
4x 12,76
(ou 48,00 à vista)



Aproveite HOJE O Preço PromocionalR$ 48,00

Parcelamos em até 4 x no cartão!
peça-agora-Botao
* A condição acima inclui o Ebook 365 Dias de Pregação 100% Digital +
Desconto promocional. Aceitamos Cartão, Boleto e Paypal.
Aproveite enquanto a promoção está vigente.


Pregue a Palavra!