Vivendo Uma Vida Digna

Vivendo Uma Vida Digna
Texto: Efésios 4:1-3 e 17-26

Introdução: Chegamos agora à segunda metade desta carta. Os capítulos 1 a 3 são doutrinários e enfatizam nossa posição "em Cristo"; os capítulos 4 - 6 são práticos e enfatizam nosso estado aqui no mundo. O que somos "em Cristo" deve estar relacionado ao que somos no mundo. A doutrina deve sempre emitir dever; nosso credo deve ser visto em nossa conduta.

Há dois perigos que devemos sempre procurar evitar:

(1) Ensinar a doutrina sem relacioná-la com o dever - isso trará um mero intelectualismo e um formalismo morto;

(2) Ensinar o dever que não resulta da doutrina - isso causará erro, superficialidade e crescimento falso.

Observe no versículo 1 como o apóstolo começa nesta segunda metade da carta: “... Rogo-vos, pois, eu, o prisioneiro no Senhor, que andeis como é digno da vocação com que fostes chamados” - pois a primeira marca de uma pessoa salva é que sua vida é diferente. Costumava ser como Efésios 2:2-3 e 4:17-19, mas agora - que mudança ocorreu!

1. A Restrição de Uma Vida Digna.

O que é que nos constrange a viver uma vida digna? Somos constrangidos por um apelo terno e amoroso, como o versículo 1 indica. Paulo levou esses efésios a Cristo, e agora da prisão em que ele definha ele escreve para seus filhos espirituais e diz: “Rogo-vos, pois, eu, o prisioneiro no Senhor, que andeis como é digno da vocação com que fostes chamados”; isto é, que sua conduta corresponda ao seu alto chamado em Cristo Jesus.

Por trás desse apelo por escrito de Paulo, ouvimos a voz de nosso amoroso Senhor suplicando que "vivamos dignamente". Vamos responder ao seu apelo? - ou vamos viver uma vida que desonra a Cristo? A escolha é deixada conosco. Ele nos amou e se entregou por nós (Gálatas 2: 20). Seu amor nos obriga a fazer o que Ele ordena e a viver uma vida que Lhe agrada? - observe 2 Coríntios 5:14.

2. As Características de Uma Vida Digna.

Lemos sobre Enoque (Gênesis 5:22-24); de Abraão (Gênesis 24:40); e no Antigo Testamento, encontramos muitas outras referências àqueles que “andaram com Deus”. No Novo Testamento, a mesma ideia é transmitida nas palavras "Andemos honestamente" (Romanos 13:13); “Viver” (2 Coríntios 5:7; Gálatas 5:16; Efésios 5:15; Colossenses 2:6); e "andar" (1 João 1:7; e 3 João 3). Todas essas referências nos falam das marcas ou características da vida digna; mas se nos limitarmos aos versículos de nossa porção, veremos que:

A. Uma vida digna é uma vida CELESTIAL (versículo 1). "... fostes chamados". Nosso chamado é um chamado celestial (Hebreus 3:1); um chamado elevado (Filipenses 3:14) e um chamado sagrado (2 Timóteo 1:9). Somos um povo celestial que vive na terra, e viver dignamente significa exatamente isso - viver a vida celestial na terra!

B. Uma vida digna é uma vida HUMILDE (versículo 2). A palavra “humildade” significa ser altruísta, totalmente desprovido de autoafirmação. Observe Mateus 11:29; Filipenses 2:3; Tito 3:2; e Tiago 1:21. O significado raiz da palavra é “um espírito que nunca se ofende” - isto é, humildade. Portanto - 1 Pedro 5:6.

C. Uma Vida Digna é uma Vida ÚTIL (versículo 2). A palavra "mansidão" significa "perseverar com um temperamento tranquilo"; sim, fazer isso em vez de ser intolerante, impaciente e crítico! A palavra "suportar" é explicada em Colossenses 3:13, e significa "amar com carinho o que não gostamos nas outras pessoas!" E, por tudo isso, "amor" é o poder motivador - como Efésios 5:2 deixa claro.

D. Uma vida digna é uma vida DURA (versículo 3). As palavras "procurando diligentemente..." significam "esforçar-se com grande seriedade e unidade do Espírito no vínculo da paz". Paulo fala aqui de 'esforço', e isso significa labuta, esforço e perseverança. Pode ser um trabalho árduo, mas devemos "fazer todos os esforços". Deus uniu maravilhosamente todos os crentes no Corpo de Cristo (versículos 4 - 6), e o Espírito Santo habita em nós para tornar real essa unidade. Nossa responsabilidade como membros do Corpo é manter essa unidade - observe Romanos 12:18!

E. Uma vida digna é uma vida SANTA (versículo 3). A palavra "Espírito" refere-se ao Espírito Santo que habita em nós e que é muito facilmente entristecido (Efésios 4:30), e com quem devemos ser constantemente cheios (Efésios 5:18). Nos versículos 17 - 26, recebemos cinco injunções que devem ser obedecidas se quisermos nos comportar de maneira santa (1 Tessalonicenses 2:10): - (1) nos versículos 17 - 19, “NÃO MAIS...”; (2) no versículo 22, devemos “DESPOJAR…”; (3) no versículo 24, devemos “REVESTIR ...”; (4) no versículo 25, devemos “DEIXAR…”; (5) no versículo 26, NÃO DEVEMOS…

3. A Consumação de Uma Vida Digna.

Quanto tempo dura a vida terrena e onde e como termina? O versículo 13 nos diz. Isso será Glória!

“até que todos cheguemos à unidade da fé e do pleno conhecimento do Filho de Deus, ao estado de homem feito, à medida da estatura da plenitude de Cristo”

Postar um comentário

Os comentários deste blog são todos moderados, ou seja, eles são lidos por nós antes de serem publicados.

Não serão aprovados comentários:

1. Não relacionados ao tema do artigo;
2. Com pedidos de parceria;
3. Com propagandas (spam);
4. Com link para divulgar seu blog;
5. Com palavrões ou ofensas a quem quer que seja.
6. Anônimos

Para outros assuntos use a página de contato do blog

ATENÇÃO: Comentários com links serão excluídos!

Postagem Anterior Próxima Postagem

Gostou Desse Esboço? Olha a Novidade Que Tenho Para Você!

Eu preparei um E-book Com 365 Esboços de Sermões selecionados criteriosamente durante meus mais de 20 anos de ministério. Organizei eles por livros bíblicos para simplificar a busca. Quero que você utilize livremente em suas pregações e possa transformar a vida das pessoas com a Palavra de Deus.

Se você deseja investir em seu ministério, ainda hoje, terá à disposição Um Sermão para Cada Dia do Ano! CLIQUE AQUI para adquirir seu livro.