Encontrando O Plano de Deus Para Nossas Vidas - Série: Segredos de Uma Vida Bem-Sucedida
Texto: “O que farei, Senhor?” (Atos 22:10)

Introdução: Basearemos este sermão na pergunta feita por Saulo de Tarso no exato momento de seu novo nascimento: “O que farei, Senhor?” A conversão de Saulo simplesmente “aconteceu?”, foi por “acaso” que ele foi subitamente convertido na estrada de Damasco, ou foi de acordo com um plano e propósito divino?

Atos 9:15 nos diz que certamente foi “segundo o plano” - o plano de Deus. Mas Deus tem um plano para minha vida? Se sim, como posso saber e o que está envolvido em encontrá-lo? Essas e muitas outras perguntas exigem uma resposta.

1. O Senhor Tem Um Plano e Propósito Definidos Para a Vida de Cada um de Seus Filhos

Existem três fortes razões para acreditar nisso:

A. É razoável esperar isso. Deus é um Deus de ordem e método. Se estamos construindo uma casa ou desenhando uma roupa, trabalhamos de acordo com um plano, um padrão. Deus faz o mesmo.

B. É de acordo com a experiência. Pense em Abraão (Hebreus 11:8-10); Moisés (Hebreus 11:24-27); Davi (1 Crônicas 17:7); Isaías (Isaías 6:8); Jeremias (Jeremias 1:5-8); Paulo (Atos 9:15).

C. A Palavra de Deus ensina isso. Veja Efésios 2:10 e compare o Salmo 27:11; 37:23; 73:24; 148:8; Provérbios 3:6; 15:19; 16:3; Isaías 6:8-9; 30:21 e Tiago 1:5.

Observe as seguintes três características do plano de Deus para nossas vidas:

A. É um plano pessoal. Observe os pronomes pessoais - "você" e "eu" em Atos 9:4. Não há mais ninguém no mundo como você e, portanto, o plano de Deus para você é único e pessoal - apenas para você! Ele tem um propósito a cumprir em e com a sua vida, que não pode ser cumprida em e com a vida de qualquer outra pessoa.

B. É um plano perfeito. Em Romanos 12:2 (que só deve ser lido em conjunto com Romanos 12:1), nos é dito que a vontade de Deus, ou o plano e propósito de Deus na vida de Seus filhos, é “sua boa, agradável e perfeita vontade”.

C. É um plano prático. É viável e está totalmente relacionado à vida e ao serviço cotidiano. Não é um plano que soe “bom, agradável e perfeito” em um sentido teórico, mas prova ser assim na experiência!

2. A Coisa Mais Importante na Vida, Portanto, é Descobrir o Plano e Propósito de Deus Para a Nossa Vida.

Isso é óbvio, mas é lamentável que alguns cristãos não consigam descobrir o plano e propósito de Deus para suas vidas, e, em consequência, toda a sua vida está cheia de decepção e derrota, frustração e fracasso. Quão maravilhoso é sentir que estamos realizando algo realmente valioso e saber que estamos fazendo isso, não por nós mesmos, mas de acordo com a vontade de nosso amoroso Pai celestial!

Toda pessoa não convertida está vivendo uma vida planejada, como Saulo estava até o tempo de sua conversão - veja Atos 9:5; mas também é tristemente verdade que muitos cristãos planejam suas próprias vidas. Tomamos decisões e escolhas que depois se revelam tão erradas - compare João 21:3. Não há nada maior ou mais reconfortante do que saber que estamos no centro da vontade de Deus, e cada um de nós pode saber exatamente isso.

3. Entramos no Plano de Deus Quando Aceitamos e Reconhecemos a Jesus Cristo Como Nosso Senhor e Salvador

Saulo entrou no plano de Deus quando se submeteu ao que o Senhor lhe disse para fazer - Atos 9:6, e compare com o versículo 8. O Senhor Jesus revelou-se a Saulo, dizendo: “Eu sou Jesus ...” - isto é, “Salvador” - observe Mateus 1:21. Isso não quer dizer que Deus não estava interessado em Saulo e o vigiava antes de sua conversão, mas é verdade dizer que Saulo só realmente entrou no plano de Deus quando se curvou aos pés de Jesus Cristo e O aceitou como seu Salvador e Senhor.

4. Nós Vamos Descobrindo, e Continuando no Plano de Deus, Através de Uma Submissão Diária a Ele e à Sua Vontade Revelada.

Ele tem todo o plano da nossa vida diante dEle, mas Ele apenas revela um pouco de cada vez - veja o Salmo 37:23. Ele conhece o fim desde o começo (Isaías 46:9-10). Mas a condição humana que tem que ser satisfeita, se quisermos conhecer e fazer a vontade de Deus, é completa submissão a Ele e um forte desejo de obedecê-Lo - veja Atos 22:10.

Essa indagação sobre qual é a vontade de Deus envolve quatro coisas:

A. Comunhão com Ele em oração. Uma oração adequada é registrada no Salmo 27:11; e é quando sabemos o que é ir regularmente para o lugar secreto que o Senhor graciosamente revela Seu plano para nós passo a passo.

B. Estudando e buscando a Sua Palavra. Quão maravilhosamente todos os santos de Deus foram guiados ao ler e submeter suas vidas aos mandamentos e orientações da Palavra de Deus! - olhe para o Salmo 119:105.

C. Obediência imediata e sem questionamentos. Deus revela Sua vontade quando obedecemos a Ele - procure 1 Samuel 15:22. Ele só faz um passo de cada vez; Saulo teve que ir para a cidade antes que o Senhor lhe dissesse o próximo passo que Ele queria que ele desse (Atos 9:6).

D. Confiança completa e implícita. Nós raramente podemos traçar o trabalho de Deus em nossas vidas, pois estamos vivendo pela fé e não pela visão. Isso significa que temos que confiar nele. O Senhor escolheu Saulo para ser “um vaso escolhido”, e Saulo teve que confiar n'Ele em tudo o que Ele permitiu em sua vida - sofrimentos, privações, apedrejamentos, aprisionamentos ... (2 Coríntios 11:24-28). Devemos lembrar que o plano de Deus inclui Sua permissão para as provas da vida - observe 1 Pedro 4:12-13 e 19.

5. O Plano de Deus Para a Nossa Vida é Eterno

Talvez, como você chegou a este último ponto em nosso sermão, você está dizendo: "Que tema emocionante para os jovens que têm toda a vida diante deles!" Mas é um tema igualmente emocionante para o cristão mais idoso, para todos de nós que pertencemos ao Senhor e temos uma eternidade gloriosa diante de nós, e o plano de Deus tem uma parte terrena e celestial.

A parte terrena é como a fundação do edifício; a parte celestial pode ser comparada à estrutura do edifício. Estamos propícios a ter uma concepção muito limitada do plano de Deus. Quando um cristão morre aos 30 ou 40 anos, dizemos: “Que tragédia!” - que é do ponto de vista limitado da Terra; mas o plano amoroso de Deus para Seus filhos é um plano eterno - veja Efésios 2:10; 1 João 2:17 e 2 Timóteo 4:7-8.

Postar Comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem