Digno do nosso louvor

Digno do nosso louvor
Texto: Apocalipse 5:1-14

O Senhor Jesus Cristo é digno de nosso louvor - não só por causa de tudo o que Ele tem feito por nós, mas também por causa de quem Ele é.

Na visão de João, multidões de anjos ao redor do trono no céu, cantavam; "Digno é o Cordeiro!”.

Os primeiros cristãos precisavam ser lembrados de que Jesus, o Cordeiro, é adorado constantemente no céu enquanto Ele reina sobre tudo. A partir desta visão dos céus, ficou claro que o Senhor governa os reis da terra - incluindo o imperador Domiciano, que planejou destruir os seguidores de Cristo.

Como outros imperadores romanos, ele queria ser adorado como deus, então ele se sentiu ameaçado pela fé dos crentes.

Ao longo de toda a Escritura, o Senhor deixou claro que somente Ele é Deus.

Por causa da interpretação profética de um sonho, através de Daniel, o rei Nabucodonosor foi avisado que ele seria humilhado para reconhecer que “... o Altíssimo tem domínio sobre o reino dos homens, e o dá a quem quer, e até o mais humilde dos homens constitui sobre eles" (Daniel 4:17).

Na verdade, este governante, que foi, possivelmente, o mais poderoso de toda a história, aprendeu que o Rei do céu é digno de todo louvor e honra “... porque todas as suas obras são retas, e os seus caminhos justos, e ele pode humilhar aos que andam na soberba" (v. 37).

Um dia, toda a criação se dobrará diante de Jesus e confessará que só Ele é o Senhor (Filipenses 2:9-11). Mas nós temos a alegria de adorá-lo agora. Nós também podemos orar para que, como Nabucodonosor, aqueles a quem foi dado um grande poder recebam a revelação de quem Jesus realmente é.

Pr. Aldenir Araújo








0 Comentários