I – O caráter do poder pentecostal.

1. Poder para testemunho.

2. Poder para serviço.

II – A fonte do poder pentecostal.

1. O Espírito Santo. - Atos 1:8.

2. O próprio Espírito de Deus testifica da Palavra.

III – A condição humana do poder pentecostal.

1. Os discípulos estavam completamente entregues a Cristo.

2. Os discípulos eram obedientes. - Atos 1:4; 2:1.

3. Reconheciam sua necessidade. - Atos 1:14.

4. Havia um desejo intenso. - Atos 1:14; 2:1.

a) Por dez dias focalizaram seu pensamento e oração sobre a necessidade.

5. Oraram fervorosamente. - Atos 1:14; Luc. 11:13.

a) Oraram e esperaram. - I João 5:14-15.

IV – A manifestação do poder pentecostal.

1. Falaram no poder do Espírito. - Atos 2:4.

a) Abandonaram sua própria força e sabedoria e dependeram de Deus.

2. Testificaram das operações maravilhosas de Deus.

a) Nada do que era próprio: o "eu" foi esquecido.

3. Pregaram a Cristo. - Atos 2:22-35.

V – O resultado do poder pentecostal.

1. A multidão pasmada, maravilhada, perplexa. - Atos 2:6, 7,12.

2. Alguns zombaram. - Atos 2:13.

3. Muitos foram compungidos. - Atos 2:37.

a) Verdadeira convicção é necessária hoje.

b) Genuína conversão. - Atos 2:41,42.

4. Podemos ter o mesmo poder e os mesmos resultados se seguirmos as mesmas condições. – Hebreus 13:8; Atos 2:39.