Textos: João 16:1-5; Marcos 16:15; João 4:31-38.

I – A pessoa que nos deu esta ordem,

1. Foi dada por Aquele que foi morto mas agora vive para sempre e em cujos mãos estão as chaves da morte.

2. Foi dada por Aquele que prometeu estar conosco até a consumação dos séculos.

3. Foi dada por Aquele que disse: "Eu, quando for levantado da terra, todos atrairei a Mim". – João 12:32.

4. Foi dada por Aquele que morreu, foi sepultado, mas ressurgiu e está prestes a vir com poder e glória – Jesus!

II – As pessoas às quais foi dada esta ordem!

1. Aos apóstolos – os heróis da fé!

a) Mas estes morreram; também o Evangelho? Não?

b) O fogo da perseguição fez com que o Evangelho, nascido da Ásia, entrasse na Europa, e nós, filhos do Ocidente, viéssemos a haurir dele.

2. A todos os cristãos de todos os tempos.

a) Como nós hoje devemos executar esta ordem?

(1) Pela oração rogando ao Senhor da seara.

(2) Distribuindo folhetos e convidando às reuniões.

(3) Pelas contribuições e pelo exemplo. ,

III – Os deveres.

1. Uma das primeiras obrigações é "ir". – João 4:31-38.

2. A segunda é "pregar o Evangelho".

a) Filosofias etc., são coisas secundárias,

IV – O campo para a evangelização.

1. O campo é ilimitado, como se pode ver das duas expressões:

a) "Todo o mundo". A obra devia começar em Jerusalém, Judéia, Samaria. Os discípulos de hoje devem continuar esta obra.

(1) Pregando o Evangelho no próprio lar. – Lucas 8:39.

(2) Pregando nas vilas, nas cidades e nos lugares mais altos da sociedade, bem como nos baixos.

b) "A toda criatura" – Isto inclui toda raça humana; ricos, pobres, civilizados e bárbaros; sábios e ignorantes; nacionais e estrangeiros.

Quem está pronto a ir?