Texto: Tiago 3:17

I – O Espírito de Longanimidade.

1. O amor é sofredor. - I Coríntios 13:4.

a) O amor é paciente e bondoso.

2. A longanimidade é um dos frutos do Espírito. – Gálatas 5:22.

a) Longanimidade significa grandeza de ânimo. Disposição natural do ânimo para suportar com serenidade e resignação as contrariedades, insultos, vexames e ofensas, sem procurar vingança ou retribuição.

3. Um atributo de Deus. – Êxodo 34:6; Salmos 86:15.

4. Leva ao arrependimento. – Romanos 2:4.

II – O Espírito de Bondade.

1. O amor é benigno, paciente. - I Coríntios 13:4; Gálatas 5 :22.

2. A benignidade divina. – Salmos 17:7; 36:7; Jeremias 31:3.

a) O espírito benévolo e gentil de Jacó. – Gênesis 33:14.

3. Brandura, o segredo da grandeza. - II Samuel 22:36.

III – O Amor não Inveja.

1. O amor não é invejoso. - I Coríntios 13:4.

2. O efeito devastador da inveja. – Provérbios 27:4.

3. Confronto entre a inveja e o amor. – Cantares 8:6-7.

a) A inveja é uma das mais satânicas características que podem existir no coração humano.

b) A inveja é uma das obras da carne. – Gálatas 5:19-21.