Deus de Misericórdia

Misericórdia: Sentimento doloroso causado pela miséria de outrem

Texto: 2 Reis 20.1-11

Introdução: Ezequias era do reino do sul (Judá). Foi um dos melhores entre os reis de Judá. Por causa de sua confiança em Deus e dependência dele, exortava ao povo a desviar-se do pecado e confiar somente em Deus e guardar os seus mandamentos. Integrou os sacerdotes e levitas ao ministério, restaurou a festa da Páscoa. Procurou destruir os altares e altos idólatras de Judá.
Era filho do rei Acaz e reinou 29 anos.

1. A sentença
“Naqueles dias, Ezequias adoeceu de uma enfermidade mortal; veio ter com ele o profeta Isaías, filho de Amós, e lhe disse: Assim diz o Senhor: Põe em ordem a tua casa, porque morrerás e não viverás” (v.1).
Deus não age sem antes revelar através dos seus profetas – “Certamente, o Senhor Deus não fará coisa alguma, sem primeiro revelar o seu segredo aos seus servos, os profetas” (Amós 3.7).

2. A contrição de Ezequias
“Então, virou Ezequias o rosto para a parede e orou ao Senhor, dizendo: Lembra-te, Senhor, peço-te, de que andei diante de ti com fidelidade, com inteireza de coração, e fiz o que era reto aos teus olhos; e chorou muitíssimo” (vs.2,3).
Ezequias orou, clamou, chorou e reivindicou a sua cura.
- O Pai não despreza um coração contrito e humilde – “Sacrifícios agradáveis a Deus são o espírito quebrantado; coração compungido e contrito, não o desprezará, ó Deus” (Salmo 51.17).
- A sentença não é irrevogável – “No momento em que eu falar acerca de uma nação ou de um reino para o arrancar, derribar e destruir, se a tal nação se converter da maldade contra a qual eu falei, também eu me arrependerei do mal que pensava fazer-lhe. E, no momento em que eu falar acerca de uma nação ou de um reino, para o edificar e plantar, se ele fizer o que é mau perante mim e não der ouvidos à minha voz, então, me arrependerei do bem que houvera dito lhe faria” (Jeremias 18.7-10).
- Deus ouve ao nosso clamor e responde – “E tudo quanto pedirdes em meu nome, isso farei, a fim de que o Pai seja glorificado no Filho. Se me pedirdes alguma coisa em meu nome, eu o farei” (João 14.13,14).

3. Deus respondeu a oração de Ezequias
“Volta e dize a Ezequias, príncipe do meu povo: Assim diz o Senhor, o Deus de Davi, teu pai: Ouvi a tua oração e vi as tuas lágrimas; eis que eu te curarei; ao terceiro dia, subirás à Casa do Senhor. Acrescentarei aos teus dias quinze anos e das mãos do rei da Assíria te livrarei, a ti e a esta cidade; e defenderei esta cidade por amor de mim e por amor de Davi, meu servo” (vs. 5,6).
- Ouviu a oração, viu as lágrimas, determinou a cura, deu mais quinze anos de vida, livrou dos inimigos, amparou a cidade, alterou o curso da natureza.

4. Na Palavra de Deus temos muitos exemplos da providência de Deus
O povo no Egito – após o clamor veio a resposta através de Moisés.
Davi - clamou por misericórdia e foi perdoado dos seus pecados.
O paralítico de Betesda - perseverou e foi curado.
O cego de Jericó - clamou e foi perdoado e curado.
A filha de Jairo - Jesus teve misericórdia e atendeu ao pedido de um pai aflito.
Lázaro - Jesus teve misericórdia, chorou e ressuscitou-o.
O filho da viúva de Naim - Jesus teve misericórdia e devolveu o filho à sua mãe.

Conclusão: “Eu é que sei que pensamentos tenho a vosso respeito, diz o Senhor; pensamentos de paz e não de mal, para vos dar o fim que desejais” (Jeremias 29.11).

Clame ao Senhor Jesus e Ele te responderá.

Roberto e Lourdes

Gostou desse esboço? Olha a novidade que tenho para você!

Eu preparei um e-book com 365 sermões selecionados criteriosamente durante meus mais de 20 anos de ministério. Organizei eles por livros bíblicos para simplificar a busca. Quero que você utilize livremente em suas pregações e possa transformar a vida das pessoas com a Palavra de Deus.

Se você deseja investir em seu ministério, ainda hoje, terá á  disposição Um Sermão para Cada Dia do Ano! Clique Aqui para adquirir seu livro.

Nenhum comentário

Os comentários deste blog são todos moderados, ou seja, eles são lidos por nós antes de serem publicados.

Não serão aprovados comentários:

1. Não relacionados ao tema do artigo;
2. Com pedidos de parceria;
3. Com propagandas (spam);
4. Com link para divulgar seu blog;
5. Com palavrões ou ofensas a quem quer que seja.

ATENÇÃO: Comentários com links não serão aprovados!