Jesus como exemplo de Testemunho

Introdução: Testemunho é a marca distinta que cada Cristão mostra ao mundo, através de atos que apontem para Jesus Cristo como Senhor da vida, assim como Jesus fez como o Pai.

Testemunho:
- É o compromisso diante de Deus em expressar o que Ele fez o que Deus quer e o que Ele é;
- É mostrar a obra de Deus na nossa vida;
- É viver de tal forma a mostrar a pessoa de Cristo no nosso viver diário.

I – O viver de Jesus envolvia ética e caráter.

1. Era cheio da Palavra de Deus e a cumpria. Ele era um profundo conhecedor não só das Escrituras, como também da história do povo de Israel – “E, começando por Moisés, discorrendo por todos os Profetas, expunha-lhes o que a seu respeito constava em todas as Escrituras” (Lucas 24:27).

2. Era cheio do poder do Espírito Santo – “O Espírito do Senhor Deus está sobre mim, porque o Senhor me ungiu para pregar boas-novas aos quebrantados, enviou-me a curar os quebrantados de coração, a proclamar libertação aos cativos e a pôr em liberdade os algemados; a apregoar o ano aceitável do Senhor e o dia da vingança do nosso Deus; a consolar todos os que choram e a pôr sobre os que em Sião estão de luto uma coroa em vez de cinzas, óleo de alegria, em vez de pranto, veste de louvor, em vez de espírito angustiado; a fim de que se chamem carvalhos de justiça, plantados pelo Senhor para a sua glória” (Isaias 61:1-3).
Temos a oportunidade de sentir o transbordar do Espírito Santo sobre as nossas vidas, capacitando-nos para enfrentar as situações mais adversas da vida.

3. Exerceu o Seu ministério com as multidões – “Em dia subsequente, dirigia-se Jesus a uma cidade chamada Naim, e iam com ele os seus discípulos e numerosa multidão” (Lucas 7:11).
- Em células, reuniões familiares (João 12:1-11).
- Individualmente (João 4:1-30).
Ninguém pode dar mau testemunho da sua vida – “Quem dentre vós me convence de pecado? Se vos digo a verdade, por que razão não me credes?” (João 8:46).

II – Essa deve ser a forma pela qual devemos viver.

1. A pregação aponta verbalmente para Cristo – “Porque não nos pregamos a nós mesmos, mas a Cristo Jesus como Senhor e a nós mesmos como vossos servos, por amor de Jesus” (II Coríntios 4:5).

2. O testemunho aponta silenciosamente para Cristo – “Respondeu-lhes Jesus: Já vo-lo disse, e não credes. As obras que eu faço em nome de meu Pai testificam a meu respeito” (João 10:25).
- Mostramos ao mundo, através dos atos que praticamos nosso amor ao Senhor Jesus, não necessitando verbalizar. Os nossos atos falam mais alto que nossas palavras.
- Quando testemunhamos de Cristo a um mundo que jaz no pecado, estamos sendo uma extensão de Cristo no mundo – “mas recebereis poder, ao descer sobre vós o Espírito Santo, e sereis minhas testemunhas tanto em Jerusalém como em toda a Judéia e Samaria e até aos confins da terra” (Atos 1:8).

Conclusão: Qual a nossa conduta diante da sociedade em que vivemos? Se vivermos a plenitude de suas obras e caráter, com certeza o nosso testemunho fará diferença e outras pessoas conhecerão a Jesus como Senhor!

Cristo quer que tenhamos um viver correto e comprometido com Sua pessoa e Sua palavra.
É necessário que nós, enquanto igreja, tenhamos consciência do que seja uma igreja que testemunha o senhorio de Cristo (Romanos 14:9).

Rev. Ronaldo de Assis

Gostou desse esboço? Olha a novidade que tenho para você!

Eu preparei um e-book com 365 sermões selecionados criteriosamente durante meus mais de 20 anos de ministério. Organizei eles por livros bíblicos para simplificar a busca. Quero que você utilize livremente em suas pregações e possa transformar a vida das pessoas com a Palavra de Deus.

Se você deseja investir em seu ministério, ainda hoje, terá á  disposição Um Sermão para Cada Dia do Ano! Clique Aqui para adquirir seu livro.

Nenhum comentário

Os comentários deste blog são todos moderados, ou seja, eles são lidos por nós antes de serem publicados.

Não serão aprovados comentários:

1. Não relacionados ao tema do artigo;
2. Com pedidos de parceria;
3. Com propagandas (spam);
4. Com link para divulgar seu blog;
5. Com palavrões ou ofensas a quem quer que seja.

ATENÇÃO: Comentários com links não serão aprovados!