A Visão do Messias

Texto Chave: “E percorria Jesus todas as cidades e aldeias, ensinando nas sinagogas deles, e pregando o evangelho do Reino, e curando todas as enfermidades e moléstias entre o povo. E, vendo a multidão, teve grande compaixão deles, porque andavam desgarrados e errantes como ovelhas que não têm pastor. Então, disse aos seus discípulos: A seara é realmente grande, mas poucos são os ceifeiros. Rogai, pois, ao Senhor da seara que mande ceifeiros para a sua seara” (Mateus 9.35-38)

Introdução: Há visões de beleza sem par, como o pôr-do-sol, aves, rios ou montanhas, que inspiram os pintores a pintar belos quadros. Porém, a visão que comovia Jesus era a das multidões que o seguiam.

Vejamos a ótica do Mestre:

1 – A visão de Cristo vendo as multidões

Quem era a multidão que seguia a Jesus?
- Para os imperadores de Roma, apenas contribuintes do tesouro.
- Para os oficiais romanos, escravos para trabalhar a terra.
- Para os sacerdotes, escribas e fariseus, um bando de fanáticos.
- Para Jesus, ovelhas desgarradas do aprisco, exaustas e sem pastor – “E, vendo a multidão, teve grande compaixão deles, porque andavam desgarrados e errantes como ovelhas que não têm pastor” (v.36).

2 – Os sentimentos de Cristo pelas multidões

- Amor inefável – Foi a base do seu ministério, sua vida e sua morte – “Estando eu com eles no mundo, guardava-os em teu nome. Tenho guardado aqueles que tu me deste, e nenhum deles se perdeu, senão o filho da perdição, para que a Escritura se cumprisse” (João 17.12)
- Compaixão – É sentir a dor e o sofrimento do necessitado (Mateus 9.35,36; 14.14; João 6.5) – Cristo compadeceu-se das multidões pobres, famintas, enfermas e oprimidas pelos grandes e pelo diabo – “como Deus ungiu a Jesus de Nazaré com o Espírito Santo e com virtude; o qual andou fazendo o bem e curando a todos os oprimidos do diabo porque Deus era com ele” (Atos 10.38).
Certa vez, um bêbado estava caído numa rua e o sol batia em seu rosto, mas uma mulher rica, vendo-o, cobriu-lhe o rosto com seu lenço e o socorreu. Aquele homem, mais tarde, tornou-se um grande general dos Estados Unidos.
- Cristo conhece o sofrimento do homem – “O conhecer tudo é perdoar tudo!” Todo coração conhece sua própria tristeza, mas o coração de Cristo conhece a de todos.

3 – A Preocupação de Cristo com a Seara

“Então, disse aos seus discípulos: A seara é realmente grande, mas poucos são os ceifeiros” (v.37).
- Cristo preocupava-se com a seara do Pai. Não podemos deixar este sentimento esfriar. Missão deve ser a nossa visão constante! Os ceifeiros são poucos e a seara é grande.
O que fazer? Orar e pedir ceifeiros ao dono da seara. Antes de tudo, ele mandou os discípulos orarem: “Rogai”! Se Deus não enviar ceifeiros ninguém faz missões! O dinheiro é importante, mas não vocaciona obreiros para seara, muito menos a influência política de algum líder. É o Senhor da seara quem chama e envia os ceifeiros.
- Jesus mesmo orou ao Pai para escolher os Doze – “E aconteceu que, naqueles dias, subiu ao monte a orar e passou a noite em oração a Deus. E, quando já era dia, chamou a si os seus discípulos, e escolheu doze deles, a quem também deu o nome de apóstolos” (Lucas 6.12,13). Estes seriam os ceifeiros que colheriam os frutos semeados por Ele no seu ministério terreno.

Conclusão: A visão de Cristo, hoje, continua a de multidões que perecem sem salvação, porque faltam ceifeiros dispostos a trabalhar na seara do Pai. Ouve agora o apelo divino: “ A quem enviarei?” você pode responder: “Eis me aqui, envia-me a mim!” – “Depois disso, ouvi a voz do Senhor, que dizia: A quem enviarei, e quem há de ir por nós? Então, disse eu: eis-me aqui, envia-me a mim” (Isaias 6.8).

Texto de Orlando Boyer transcrito e adaptado

Gostou desse esboço? Olha a novidade que tenho para você!

Eu preparei um e-book com 365 sermões selecionados criteriosamente durante meus mais de 20 anos de ministério. Organizei eles por livros bíblicos para simplificar a busca. Quero que você utilize livremente em suas pregações e possa transformar a vida das pessoas com a Palavra de Deus.

Se você deseja investir em seu ministério, ainda hoje, terá á  disposição Um Sermão para Cada Dia do Ano! Clique Aqui para adquirir seu livro.

Nenhum comentário

Os comentários deste blog são todos moderados, ou seja, eles são lidos por nós antes de serem publicados.

Não serão aprovados comentários:

1. Não relacionados ao tema do artigo;
2. Com pedidos de parceria;
3. Com propagandas (spam);
4. Com link para divulgar seu blog;
5. Com palavrões ou ofensas a quem quer que seja.

ATENÇÃO: Comentários com links não serão aprovados!