Texto Chave: "E ensinava no sábado, numa das sinagogas. E eis que estava ali uma mulher que tinha um espírito de enfermidade havia já dezoito anos; e andava curvada e não podia de modo algum endireitar-se. E, vendo-a Jesus, chamou-a a si, e disse-lhe: Mulher, estás livre da tua enfermidade. E impôs as mãos sobre ela, e logo se endireitou e glorificava a Deus. (Lucas 13.10-13)

Introdução: Este texto é rico, pois nos revela a abrangência do ensino de Jesus, sua inconformidade com relação àqueles que estão próximos muitas vezes dos ajuntamentos religiosos, mas não estão sendo alcançados pela sua Graça Salvadora, Restauradora e Libertadora, devido às estruturas que se acomodam em apenas manifestar ritos, cultos, festas, e não estão dando total liberdade para que o Espírito de Deus se manifeste, operando aquilo que Ele deseja realizar (Isaias 61.1, 3).

1. O Ensino de Jesus sempre resultará em cura

– o texto no versículo onze nos diz que Jesus estava ensinando numa sinagoga. Ele estava se atendo ao que era prioridade naquele momento do seu ministério: Gerando uma base nos corações, para que essa base resultasse em sustentáculo para todas as maravilhas que ele queria realizar. Sabemos que o Senhor sempre quer se manifestar de maneira sobrenatural no meio do seu povo, mas antes disso Ele prepara os corações para que fundamentados e arraigados em amor possam provar com grande amplitude o amor de Deus e serem estáveis na fé. "Aquele que tem os meus mandamentos e os guarda, este é o que me ama; e aquele que me ama será amado de meu Pai, e eu o amarei e me manifestarei a ele." (João 14.21).

2. Curando primeiro os que estão próximos

– é impossível pensar na cura de um povo, se aqueles que estão em contato direto com a verdade estão totalmente moribundos. Jesus disse a uma mulher que ele não podia dar o pão dos filhos a qualquer um e deixar seus filhos famintos (Mateus 15.26; Marcos 7.27). Jesus não hesitou em livrar aquela mulher da opressão quando essa compareceu a sua ministração. Há dezoito anos jazia ela oprimida pelo diabo, quando Jesus compareceu ao lugar do culto, ali ela foi liberta. Realmente é assim: Quando Jesus comparece às nossas reuniões, os oprimidos são libertos, os doentes são curados e os caídos são levantados e restaurados. E é totalmente impossível que aquele que comparece diante de Jesus, e tem sido ministrado onde Ele comparece, esteja cheio de ataduras malignas, enfermidades emocionais e com seu caminhar totalmente transtornado.

Onde Jesus está a cura se manifesta.

3. A dimensão da cura

– Somos fruto de uma geração que foi adoecida pela ação do pecado. A ignorância que imperava em nossos pais e antepassados nos roubou por muito tempo a compreensão de que alianças com o inimigo traziam maldições que se alastraram pela nossa linhagem. Essas alianças geraram ataduras, que por sua vez desvirtuaram toda a nossa existência, produzindo frustrações, tristezas que enclausuraram a alma. O Espírito Santo veio a nós para nos gerar de novo, pois aquele que está em Cristo está sendo renovado continuamente pela ação do Espírito e da Palavra (II Coríntios 5.17). Todas as áreas da nossa vida deverão ser alcançadas pela ação do Espírito Santo,e nós devemos cooperar com Ele desejando, orando e se entregando a este tratamento para que possamos desfrutar o melhor de Deus. Aquela mulher que jazia oprimida por um espírito de enfermidade, andava encurvada sem poder olhar adiante, olhando somente para os pés, sem perspectiva de futuro, com a alma totalmente podada de sonhos, e de maneira nenhuma podia se endireitar.

Ao estar com Jesus sua sorte foi mudada.

Conclusão: Este é um tempo precioso, pois não queremos liturgias mortas, cultos mortos sem a presença de nosso amado Senhor. Ele tem comparecido, e tem estado conosco de forma poderosa realizando tudo quanto lhe apraz e certamente nos alegrando. É tempo de cura, tempo de libertação, tempo de refrigério pela presença do Senhor. Você não precisa mais viver oprimido, deprimido, encurvado, tolhido dos seus sonhos, vivendo o pior e não o melhor e sem conseguir se endireitar. Jesus está aqui, deixe-o te curar já.

Prs. Israel e Ludmila