O Paralítico de Cafarnaum

"Qual é mais fácil? dizer ao paralítico: Estão perdoados os teus pecados; ou dizer-lhe: Levanta-te, e toma o teu leito, e anda?" Marcos, 2:9.

Cafarnaum achava-se situada ao norte da Galileia.

Foi a residência de Jesus e seus discípulos. Ali foi o centro de tantas maravilhas executadas pelo Senhor para engrandecimento do Pai. Um certo dia ao chegar à cidade, a noticia rapidamente se espalhou entre seus moradores.

Vieram tantas pessoas ao encontro do Mestre, que nem mesmo junto à porta o povo conseguia se acomodar. Jesus como de costume sempre que tinha oportunidade falava a Palavra de Deus, e falar a Palavra de Deus era primordial para Ele.


A noticia chegou a quatro homens, que imediatamente intentaram em seus corações fazer uma boa ação. Imediatamente pegaram seu amigo, paralítico, com seu leito e foram ter com Jesus. A grande surpresa foi que não puderam entrar na casa, pois todos os presentes que invadiam pelo quintal a fora, também queriam ter um encontro com o Filho de Deus. Repentinamente surgiu uma grande idéia; vamos colocar o paralítico com cama e tudo diante de Jesus, entrando pelo telhado.

As casas tinham telhados baixos, os caibros eram espaçados em aproximadamente um metro, e a cobertura era feita de ramos em sentido transversal com um acabamento de barro. Quando o paralítico se defrontou com Jesus, para o espantado de muitos, Jesus falou: " Filho, perdoados estão os teus pecados. " Marcos 2:5.

O Senhor tratou primeiro da origem da doença: o pecado do homem. Isso trouxe uma grande murmuração entre os escribas que estavam presentes. Jesus ao perceber os pensamentos nefastos deles instantaneamente fala: "Qual é mais fácil? dizer ao paralítico: Estão perdoados os teus pecados; ou dizer-lhe: Levanta-te, e toma o teu leito, e anda?

Ora, para que saibais que o Filho do homem tem na terra poder para perdoar pecados (disse ao paralítico). A ti te digo: Levanta-te, toma o teu leito, e vai para tua casa. " Marcos, 2:9-11. Para Jesus, perdoar pecado, se tornava mais difícil pois era necessário o sacrifício da cruz. Quanto curar a enfermidade física somente depende do poder divino. Hoje o sacrifício vicário já foi concluído, devemos usufruir de ambos, ou seja, da cura do corpo e da alma.

Pastor Jandiro A. Silva

Gostou desse esboço? Olha a novidade que tenho para você!

Eu preparei um e-book com 365 sermões selecionados criteriosamente durante meus mais de 20 anos de ministério. Organizei eles por livros bíblicos para simplificar a busca. Quero que você utilize livremente em suas pregações e possa transformar a vida das pessoas com a Palavra de Deus.

Se você deseja investir em seu ministério, ainda hoje, terá á  disposição Um Sermão para Cada Dia do Ano! Clique Aqui para adquirir seu livro.

Nenhum comentário

Os comentários deste blog são todos moderados, ou seja, eles são lidos por nós antes de serem publicados.

Não serão aprovados comentários:

1. Não relacionados ao tema do artigo;
2. Com pedidos de parceria;
3. Com propagandas (spam);
4. Com link para divulgar seu blog;
5. Com palavrões ou ofensas a quem quer que seja.

ATENÇÃO: Comentários com links não serão aprovados!