A Verdade sobre o Inferno

Texto: Daniel 12.2

Introdução

  • A ideia do inferno deixa as pessoas desconfortáveis. Como um Deus amoroso torturaria pessoas no inferno? O inferno é punição, mas não é tortura.
  • C. S. Lewis disse certa vez que a doutrina do inferno é “uma das principais razões pelas quais o cristianismo é atacado como algo bárbaro e a bondade de Deus é impugnada”.
  • O assunto do inferno é deveras muito difícil e aterrorizador. Todavia, ele é um claro ensino da Bíblia e necessita ser entendido; não podemos ignorar os fatos sobre algo que Deus revelou simplesmente porque ele é desconfortável (Matt Perman).
  • É irônico que muitos ateus abracem Jesus como um grande mestre e não reconheçam o que ele disse a respeito do inferno e de tantos outros assuntos. Foi Jesus quem mais teve o que dizer a respeito do inferno.

Transição
(AT) O inferno é uma realidade justa, terrível e eterna.
(ST) A Bíblia nos ensina algumas verdades sobre o inferno.

I. O inferno é o lugar para onde irão as pessoas que passarão a eternidade longe de Deus – Mateus 25.41,46

  • Por que as pessoas são punidas por toda a eternidade? O grau da justa punição de alguém não é proporcional ao tempo que levou para cometer a ação; antes, é proporcional à própria gravidade do ato.
  • Qual é o crime supremo? Nos EUA o assassinato é punido com o castigo mais rigoroso: prisão perpétua ou pena de morte.
  • Qual é o pecado supremo? Blasfêmia contra o Espírito Santo (Mateus 12.31,32). Para alguns esse pecado é justamente rejeitar a oferta de Salvação em Cristo; rejeitar a revelação de Deus.
  • Há lógica em dizer que a violação deliberada da lei suprema de Deus deve acarretar o castigo supremo que é ficar separado de Deus por toda a eternidade.
  • Por que Deus não destrói as pessoas? Ele se recusa a destruir uma criatura que foi feita à Sua imagem!

II. O inferno é o lugar preparado para aqueles que escolheram viver para si mesmos – Mateus 10.39; Marcos 8.35

  • O inferno é o lugar para pessoas que escolhem por não se preocupar com os valores que estarão presentes no céu todos os dias.
  • O inferno é o fim de um caminho que é escolhido, até certo ponto, nesta vida, aqui e agora, dia a dia. Cada escolha nossa demonstra onde realmente queremos estar por toda a eternidade!
  • Não haverá ninguém no inferno que, se tivesse um pouco mais de tempo nesta terra, teria escolhido ir para o céu. Ninguém irá para o inferno simplesmente porque tudo o que necessitava era um pouco mais de tempo, e morreu prematuramente. Se tudo que uma pessoa precisasse fosse um pouco mais de tempo para ir a Cristo, então Deus estenderia o seu tempo de vida na terra para dar-lhe essa oportunidade. Deus é justo. Ele não está tentando tornar as coisas difíceis para as pessoas.
  • Por que Deus não obriga todas as pessoas a irem para o céu? Por que Deus simplesmente não destrói as pessoas? O inferno será para sempre um monumento à dignidade humana e ao valor da escolha humana. É um isolamento em que Deus diz duas coisas importantes: “Meu respeito à liberdade de escolha é tal que não vou coagir as pessoas, e eu valorizo tanto os que têm a minha imagem que não vou destruí-los”.

III. O inferno é o lugar de manifestação do justo juízo de Deus – Marcos 9.43-48

  • O inferno é um lugar onde a justiça de Deus se manifestará de forma proporcional a cada existência. Nem todos experimentarão o inferno da mesma maneira. A Bíblia ensina que existem diferentes graus de sofrimento e punição (Mateus 11.20-24).
  • O inferno não é uma eterna tortura consciente; é um eterno sofrimento consciente por estar condenado a ficar longe de Deus.

IV. O inferno é a pior situação possível que jamais poderia ocorrer a uma pessoa – Mateus 13.42,50

  • Ainda que no inferno a justiça de Deus se manifestará de forma proporcional, ainda que as chamas sejam figuradas e ainda que não será um lugar de tortura, ainda assim o inferno é a pior situação possível que jamais poderia ocorrer a uma pessoa!
  • Significado de ranger de dentes: essa expressão visa descrever um estado de percepção de uma grande perda; é uma expressão de inconformidade pela consciência de que se cometeu um enorme erro.
  • Apocalipse 20.10-15.

Pr. Ronaldo Guedes Beserra com várias informações obtidas no livro “Em Defesa da Fé” de Lee Strobel.

Gostou desse esboço? Olha a novidade que tenho para você!

Eu preparei um e-book com 365 sermões selecionados criteriosamente durante meus mais de 20 anos de ministério. Organizei eles por livros bíblicos para simplificar a busca. Quero que você utilize livremente em suas pregações e possa transformar a vida das pessoas com a Palavra de Deus.

Se você deseja investir em seu ministério, ainda hoje, terá á  disposição Um Sermão para Cada Dia do Ano! Clique Aqui para adquirir seu livro.

Nenhum comentário

Os comentários deste blog são todos moderados, ou seja, eles são lidos por nós antes de serem publicados.

Não serão aprovados comentários:

1. Não relacionados ao tema do artigo;
2. Com pedidos de parceria;
3. Com propagandas (spam);
4. Com link para divulgar seu blog;
5. Com palavrões ou ofensas a quem quer que seja.

ATENÇÃO: Comentários com links não serão aprovados!