Livres do Medo

Texto: "Porque para Deus nada é impossível" (Lucas 1.37).


Texto Complementar: "Porque Deus não nos tem dado espírito de covardia, mas de poder, de amor e de moderação" (2 Timóteo 1.7).


Introdução: Vivemos em um mundo dominado pela incredulidade nos princípios divinos que regem o universo, e não crêem que Jesus é o caminho, a verdade, e a vida (João 14.6), que dissipa a insegurança, a ansiedade, o medo e o desespero, e traz a estabilidade emocional que necessitamos ao nos aproximar do Pai, de onde vem todo suprimento que necessitamos.
O ser humano sem Jesus acredita naquilo que quer acreditar e não na verdade, que é Jesus, que dissipa as trevas.
O medo é um instrumento utilizado por demônios para trazer derrotas, falta de paz e paralisação na vida do ser humano. Porém, o verdadeiro amor, que é o próprio Deus, lança fora todo medo ("No amor não há medo; o amor que é totalmente verdadeiro afasta o medo. Portanto, aquele que sente medo não tem no seu coração o amor totalmente verdadeiro, porque o medo mostra que existe castigo" - 1 João 4.18).

As consequências do medo:

 

1 - Perda das bênçãos - por não crer no que Deus diz em sua Palavra, e por olhar somente as circunstâncias, as más notícias, e não as promessas de Deus.
"Aí o povo começou a reclamar contra Moisés, mas Calebe os fez calar e disse:
– Vamos atacar agora e conquistar a terra deles; nós somos fortes e vamos conseguir isso!
Porém os outros que tinham ido com ele disseram:
– Não. Não podemos atacar aquela gente, pois é mais forte do que nós.
Assim, espalharam notícias falsas entre os israelitas a respeito da terra que haviam espionado. Eles disseram:
– Aquela terra não produz o suficiente nem para alimentar os seus moradores. E os homens que vimos lá são muito altos. Também vimos ali gigantes, os descendentes de Anaque. Perto deles nós nos sentíamos tão pequenos como gafanhotos; e, para eles, também parecíamos gafanhotos (Números 13.30-33)


2 - Perda da estabilidade - Quando o nosso caminhar pode ser interrompido pela dúvida.
Veja Pedro caminhando sobre as águas:
"Então Pedro disse:
– Se é o senhor mesmo, mande que eu vá andando em cima da água até onde o senhor está.
– Venha! – respondeu Jesus.
Pedro saiu do barco e começou a andar em cima da água, em direção a Jesus. Porém, quando sentiu a força do vento, ficou com medo e começou a afundar. Então gritou:
– Socorro, Senhor!
Imediatamente Jesus estendeu a mão, segurou Pedro e disse:
– Como é pequena a sua fé! Por que você duvidou?
Então os dois subiram no barco, e o vento se acalmou. E os discípulos adoraram Jesus, dizendo:
– De fato, o senhor é o Filho de Deus! (Mateus 14.28-33).


3 - Acostumar-se ao deserto - Quando é tempo de caminhar e cumprir a missão.
Moisés sentia medo de frustrar-se no seu intento de libertar o povo. Pois, da primeira vez não dera certo.
"Moisés perguntou a Deus:
– Quem sou eu para ir falar com o rei do Egito e tirar daquela terra o povo de Israel?
Deus respondeu:
– Eu estarei com você. Quando você tirar do Egito o meu povo, vocês vão me adorar neste monte, e isso será uma prova de que eu o enviei" (Êxodo 3.11,12).


4 - Medo de frustrar-se - Levou Marta a dizer: Senhor já cheira mal, pois já é de quatro dias, quando Jesus disse tirai a pedra. O medo da frustração era maior que a possibilidade da alegria do retorno ou ressurreição do seu irmão.
"e ordenou:
– Tirem a pedra!
Marta, a irmã do morto, disse:
– Senhor, ele está cheirando mal, pois já faz quatro dias que foi sepultado!
Jesus respondeu:
– Eu não lhe disse que, se você crer, você verá a revelação do poder glorioso de Deus?
Então tiraram a pedra. Jesus olhou para o céu e disse:
– Pai, eu te agradeço porque me ouviste. Eu sei que sempre me ouves; mas eu estou dizendo isso por causa de toda esta gente que está aqui, para que eles creiam que tu me enviaste.
Depois de dizer isso, gritou:
– Lázaro, venha para fora!
E o morto saiu. Os seus pés e as suas mãos estavam enfaixados com tiras de pano, e o seu rosto estava enrolado com um pano. Então Jesus disse:
– Desenrolem as faixas e deixem que ele vá.
Muitas pessoas que tinham ido visitar Maria viram o que Jesus tinha feito e creram nele" (João 11.39-45)


5 - O medo pode levar a perda da salvação - Pelo não cumprimento da missão recebida do Pai.
"Mas os covardes, os traidores, os que cometem pecados nojentos, os assassinos, os imorais, os que praticam a feitiçaria, os que adoram ídolos e todos os mentirosos, o lugar dessas pessoas é o lago onde queima o fogo e o enxofre, que é a segunda morte" (Apocalipse 21.8).


Conclusão: A Bíblia, a Palavra de Deus, afirma 365 vezes: "Não temas".

 

Roberto Pires Gonçalves

Gostou desse esboço? Olha a novidade que tenho para você!

Eu preparei um e-book com 365 sermões selecionados criteriosamente durante meus mais de 20 anos de ministério. Organizei eles por livros bíblicos para simplificar a busca. Quero que você utilize livremente em suas pregações e possa transformar a vida das pessoas com a Palavra de Deus.

Se você deseja investir em seu ministério, ainda hoje, terá á  disposição Um Sermão para Cada Dia do Ano! Clique Aqui para adquirir seu livro.

Nenhum comentário

Os comentários deste blog são todos moderados, ou seja, eles são lidos por nós antes de serem publicados.

Não serão aprovados comentários:

1. Não relacionados ao tema do artigo;
2. Com pedidos de parceria;
3. Com propagandas (spam);
4. Com link para divulgar seu blog;
5. Com palavrões ou ofensas a quem quer que seja.

ATENÇÃO: Comentários com links não serão aprovados!