Texto: 2 Reis 4:1-7

Introdução: Deus quer derramar suas bênçãos em nossas vidas. Essa passagem nos ensina quatro princípios de como podemos receber suas bênçãos:

1. Devemos estar conscientes de nossa necessidade. (1)

· Ela estava prestes a perder seus dois filhos para um credor.

· A necessidade desesperada = "Se Deus não intervém tudo estará perdido"

· A necessidade legítima = Não algo para satisfazer nosso desejo egoísta ou para impressionar os outros com a nossa espiritualidade.

· Uma necessidade urgente = o tempo estava prestes a acabar.

Este é o tipo de necessidades que o Senhor ama suprir.

2. Devemos estar conscientes da vontade de Deus para a situação. (2-4)

· A vontade de Deus para esta viúva foi revelada por meio do profeta Eliseu.

· Às vezes, Deus pode falar em nossas vidas através de outra pessoa.

· Mas Ele sempre vai falar com a nossa situação através da Sua Palavra se é uma necessidade legítima.

· Deus muitas vezes começa com o "pouco" que temos para começar o milagre (Mateus 14:17-21).

3. Temos que mostrar nossa fé por meio da obediência ativa. (5,6)

· Ela fez exatamente o que lhe foi dito ao mais ínfimo pormenor.

· Ao contrário de Naamã (2 Reis 5:1-15). Seu milagre quase não aconteceu porque ele era orgulhoso demais para obedecer a Palavra do Senhor.

· A verdadeira fé é sempre expressa pela obediência à Palavra de Deus.

· Sem obediência, não há bênção, sem fé, não há milagre.

· Ela foi abençoada até que não havia mais vasos vazios.

4. Não devemos limitar a bênção de Deus. (7)

· Nossa bênção pode ser limitada pela nossa capacidade de receber.

· Veja: 13:14-19 sobre Joás; um exemplo deste princípio de limitação.

· Deus não apenas satisfez sua necessidade urgente ou imediata; Ele conheceu sua necessidade em longo prazo.

· Deus é bom e Ele deseja abençoar Seu povo abundantemente.

· Não vamos limitar o que Ele deseja fazer em nossas vidas.

Pr. Aldenir Araújo