Texto: Deuteronômio 7:1-6

Introdução: É importante conquistar o que temos proposto conquistar, mas, é mais importante conservar o que conquistamos. Espero que tudo o que nós propusemos este ano o alcancemos, mas, antes de tudo isso é necessário aprendermos a dar passos seguros para conservar o que conquistamos.

Examinemos o que Jeová aconselha para não perdermos o que conquistamos:

I. A promessa de Deus para nós é: Conquista. v. 1-2.

A. As expressões utilizadas neste texto refletem a vontade de Deus para o seu povo:

  1. INTRODUZIDO
  2. ENTRAR
  3. EXPULSADO
  4. ENTREGADO
  5. DERROTADO, etc.

B. Tudo o que está escrito aqui é obra pura de Deus.

II. Como conservar o que conquistamos? V. 2-6.

A. Israel não deveria fazer nenhuma aliança com seus inimigos, já que toda aliança tem suas condições.

B. Essas poderiam ser:

  1. Políticas
  2. Religiosas
  3. Matrimoniais (v. 2).

C. No presente, a condição de Deus para nossa vida é a mesma: “NÃO VOS PRENDAIS A UM JUGO DESIGUAL COM OS INFIEIS…”(II Coríntios 6:14).

  1. Esta união pode ser nas mesmas áreas anteriores: Religiosas, Matrimoniais e Políticas.
  2. O cristão deve ser muito cuidadoso com relação às pessoas com as quais faz sociedade.

Conclusão: É básico pedir a Deus muita sabedoria para a realização de algum negocio alguma união matrimonial ou de alguma amizade, já que isso pode prejudicar nossa vida espiritual e física se não tivermos cuidado.

Pr. Aldenir Araújo