Texto: Mateus 14.23; 26.36-44; Marcos 6.46


Introdução: Jesus, mesmo sendo o Filho de Deus passou grande parte de sua vida na terra conversando com o Pai, demonstrando a necessidade que temos de estarmos em contato com Deus em oração, dependente d'Ele em tudo. Davi e Daniel também eram homens que oravam três vezes ao dia.


I. Sua vida demonstra que o verdadeiro filho:
1. Tem prazer em estar na presença do Pai (Mc 6.46);
2. Valoriza o espiritual mais que o material
3. Que a oração é prioritária na tomada de decisões referente a Obra de Deus – exemplos de Jesus:

- No início de Seu Ministério (Lc 4.1-11);
- Na escolha dos Apóstolos (Lc 6.12-16);
- Na oração sacerdotal (Jo 17.1-2).

 

II. A vida de oração de Jesus demonstra o que Deus pode realizar através daqueles que o buscam.
- Sinais e maravilhas (At 4.23-31);
- Uma intimidade mais profunda com Ele;
- Uma Reunião avivada (At 10.44).


Conclusão: Precisamos entender que se queremos resultados, devemos buscar a presença e ação daquele que realmente pode fazer, Jesus.
Uma ótima reunião, dependerá do tempo que passamos na presença de Deus.
Só podemos levar outros a níveis que atingimos.

Postar Comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem

Gostou? Olha a Novidade Que Tenho Para Você!


Eu preparei um E-book Com 365 Esboços de Sermões selecionados criteriosamente durante meus mais de 20 anos de ministério. Organizei eles por livros bíblicos para simplificar a busca. Quero que você utilize livremente em suas pregações e possa transformar a vida das pessoas com a Palavra de Deus.


Se você deseja investir em seu ministério, ainda hoje, terá à disposição Um Sermão para Cada Dia do Ano! CLIQUE AQUI para adquirir seu livro.