Texto: I Crônicas 4.9-10


Introdução: Um homem, que era cabeça de uma família da tribo de Judá, e que viveu cerca de 1.444 AC, era conhecido pelo seu caráter honrado. Ele carregava uma marca por ter causado dores a sua mãe. Ele orou, invocou o Deus de Israel, fez quatro pedidos e foi atendido:


As suas limitações não foram impedimentos para que ele se tornasse um vitorioso.
Ele tomou providências que, faz uma pessoa vitoriosa: orou, e invocou ao único Deus, e foi ousado em seus pedidos.


O exemplo de retidão de Jabez ressalta a verdade que Deus abençoa aqueles que o invocam fielmente. Note que Jabez era “mais ilustre que seus irmãos” (v.9). Jabez demonstra que a bênção e proteção divinas não ocorrem automaticamente, mas que resultam da nossa dedicação a Ele e à sua causa na terra e como resultados das nossas orações.


1) A bênção de Deus.
Veja Jacó em Betel – Gn. 28: 11-22; Pv 10:22 “A bênção do Senhor enriquece e, com ela, Ele não traz desgosto”.
Uma palavra de bênção anula muitas palavras de maldição.
Procure o seu líder, os seus pais, e peça que o abençoe.
Desenvolva o hábito de abençoar sempre. “Abençoai e não amaldiçoeis” Rm 12.14.


2) O alargamento de suas fronteiras.
Vide Isaías 54: 2 “Alarga o espaço da sua tenda; estenda-se o toldo da sua habitação, e não o impeças; alonga as tuas cordas e firma bem as tuas estacas”.
O desejo do Senhor é que cresçamos. Porque à medida que isto acontece o Reino de Deus também cresce.
Isaías 60.22 diz que “o menor virá ser mil”.


3) A preservação contra o mal.
Salmo 91; Salmo 34:7; Hb 1.13-14.
Todos nós que somos filhos de Deus, através de Jesus, estamos debaixo de uma aliança de proteção sobrenatural.
Em Isaías 54.17 o Senhor diz: “Toda ferramenta preparada contra ti não prosperará”.


4) Que não lhe sobreviesse nenhuma aflição.
Salmo 34:19 “Muitas são as aflições de um justo, mas de todas o Senhor o livra”.
João 16:33 “No mundo passais por aflições, mas tende bom ânimo…”.
Do senhor temos uma promessa de vitória mesmo frente a todos os desafios que enfrentamos ao longo de nossa jornada terrena.


Conclusão: “Deus concedeu-lhe o que tinha pedido”. Porque pediu de acordo com a Palavra de Deus.
I João 5:14 “E esta é a confiança que temos para com Ele: que, se pedirmos alguma coisa segundo a sua vontade, Ele nos ouve”.