As consequências da aventura com o pecado

Texto: Lucas 15:11-24


Introdução: Esta parábola se originou quando os fariseus murmuravam, porque Cristo permitia que os publicanos e pecadores lhe escutassem.
O Senhor lhes respondeu com três parábolas: A ovelha perdida, a moeda perdida e o filho pródigo.


1 – Os quatro grandes problemas do filho pródigo.
- O problema de desperdício – Gastando dissolutamente
- A distância – Longe da proteção do pai.
- A grande fome – Não tinha uma moeda no bolso, a distância o separava do pai e não podia contar com sua proteção, agora a fome o martirizava.
- O problema da solidão – Sem dinheiro, os falsos amigos já não queriam mais a sua amizade. A solidão, a depressão e angústia de morte eram os seus acompanhantes.


2 – Os quatros retratos que o filho pródigo ilustra.
- A humanidade que se afastou de Deus – Ao desprezar o temor de Deus, a humanidade anda desperdiçando seus bens, sua conduta, sua própria vida.
- Uma sociedade que busca falsas idéias – A cada dia fica mais distante de Deus em busca do misticismo, da idolatria, prostituição e dos prazeres efêmeros.
- Os filhos que deixaram o lar por qualquer aventura.
- O cristão que deixou a igreja e hoje vive na solidão.


3 – Quatro grandes decisões do filho pródigo.
- A decisão de levantar-se – “Levantar-me-ei" (v.18) – A primeira grande decisão de quem está caído é quando resolve se levanta e ser um vencedor.
- A ação de levantar-se – “..e irei ter com meu pai...” (v.18) – O homem pode viver caído por muito tempo, mas no momento em que resolve levantar-se recebe a ajuda do Pai Celestial.
- A decisão de confessar o pecado – “...e lhe direi: Pai, pequei contra o céu e perante ti” (v.18). “...mas o que confessa e deixa, alcança misericórdia” (Pv.28:13).
- A decisão de ficar para sempre na casa do Pai – “E levantando-se foi para seu pai” (v.20).


4 – As quatro decisões do Pai.
- Compadeceu-se e perdoou – O Pai Celestial é benigno e está sempre pronto a perdoar. “Mas, tu Senhor, és bom, e pronto a perdoar e abundante em benignidade” (Sl.86:5).
- Correu ao encontro – O Pai amoroso está atento, esperando o filho voltar pelo caminho (v.20).
- Celebrou uma grande festa – Na casa do Pai Celestial é motivo de festa quando o filho rebelde se arrepende e resolve voltar. “Assim voz digo, que há alegria diante dos anjos de Deus por um pecador que se arrepende” - (Lc. 15:10).
- Restaurou-o completamente – Vestiu-lhe com roupas e calçados novos, e voltou a usar o anel de príncipe (v.22-24).


Conclusão: As aventuras com o pecado são, ilusórias e traiçoeiras levando ao caos da miséria.

Gostou desse esboço? Olha a novidade que tenho para você!

Eu preparei um e-book com 365 sermões selecionados criteriosamente durante meus mais de 20 anos de ministério. Organizei eles por livros bíblicos para simplificar a busca. Quero que você utilize livremente em suas pregações e possa transformar a vida das pessoas com a Palavra de Deus.

Se você deseja investir em seu ministério, ainda hoje, terá á  disposição Um Sermão para Cada Dia do Ano! Clique Aqui para adquirir seu livro.

Nenhum comentário

Os comentários deste blog são todos moderados, ou seja, eles são lidos por nós antes de serem publicados.

Não serão aprovados comentários:

1. Não relacionados ao tema do artigo;
2. Com pedidos de parceria;
3. Com propagandas (spam);
4. Com link para divulgar seu blog;
5. Com palavrões ou ofensas a quem quer que seja.

ATENÇÃO: Comentários com links não serão aprovados!