Deus sempre tem um propósito para estar em silêncio. Aprendi essa lição anos trás na faculdade.
Um dia, durante meu último ano, preparei-me para orar por uma situação que afetaria meu futuro. Mas enquanto eu estava de joelhos, senti como se Deus, de repente tivesse desaparecido. Durante três dias e noites, Sua presença parecia estar a quilômetros de distância. Na quarta noite, alguns amigos se reuniram para interceder por mim, mas sem sucesso. Quase derrotado, eu estava voltando para o meu quarto quando eu vi a luz do quarto do meu amigo Don. Eu escalei através de sua janela aberta (os dormitórios estavam trancados), e oramos até de madrugada. Ainda assim; nada.


Clamei ao Pai durante toda a semana. Então, finalmente, Ele interveio dramaticamente na minha vida de forma clara ditando meus próximos passos. A lição é esta: Quando Deus está em silêncio, continue orando!


Muitas vezes, eu ouvi pessoas dizerem que pararam de orar sobre uma necessidade, porque não houve resposta. Mateus 17:20 diz que a fé do tamanho de um grão de mostarda é capaz de mover montanhas, então imagine como minúscula nossa confiança deve ser quando nós desistimos no Senhor! Os crentes não podem tratar as orações, como moedas em uma máquina de refrigerantes, que dá uma resposta instantânea. Conversar com Deus é um investimento a longo prazo na amizade íntima que temos com ele.


Embora Deus esteja em silêncio por um tempo, Ele nunca cessa de trabalhar em nosso favor. Quando for a hora certa, Ele fornece um resultado que se alinha com Seu plano perfeito. Desistir antes que o Senhor responda a sua chamada é um erro grave. Então ore, amigo.

Continue orando!

. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .