Virtuosamente conselheira

Texto: Provérbios 31:1-9

Introdução:

Queridos, entre as mil e umas virtudes de uma mãe, encontramos em Provérbios 31:1-9, a função de conselheira. Vejamos algumas características desta, que é a nossa eterna conselheira:

A Mãe Conselheira é Aquela Que Ensina -

“... as quais lhe ensinou sua mãe” (v.1). Mesmo sem ter diploma, mãe é sempre professora. Ensina através de palavras e do exemplo. Sempre preocupada em transmitir ensinos que moldem um bom caráter no filho, que o ajude a ser gente de valor, vitorioso na vida, que se desvie do mal e temente a Deus.

A Mãe Conselheira é Aquela Que Pensa Antes de Falar –

“Que te direi, filho meu?”(v.2). Falar é fácil. Existe um provérbio que diz: “Quem muito fala termina falando o que não deve”. Falar com sabedoria, inteligência, paciência, firmeza e bom senso, requer reflexão. Toda mãe precisa desenvolver a capacidade de pensar antes de falar.

A Mãe Conselheira é Aquela Que Sabe Onde Está o Perigo –

Dos versos 3 ao 7, a mãe conselheira nomeia dois grandes perigos para a vida do seu filho: a vil mulher e a bebida forte. A história da humanidade revela que muitos filhos, foram e são destruídos por causa destes dois grandes inimigos.

A Mãe Conselheira é Aquela Que Motiva à Justiça –

“Abre a boca a favor do mudo, pelo direito de todos os que se acham desamparados... julga retamente e faze justiça aos pobres e aos necessitados” (8-9). Imagine se o mundo fosse habitado por pessoas praticantes da justa justiça!. A mãe conselheira é preocupada em tornar seu filho um praticante da justiça, apesar das injustiças. Torná-lo uma pessoa sensível às necessidades do próximo, apesar dos preconceitos.
Entre as muitas Pessoas que fazem diferença, podemos visualizar a mãe conselheira. Apesar dos momentos difíceis que enfrenta, principalmente, quando o filho não escuta os bons e saudosos conselhos. Deus te abençoe Mãe conselheira. Continue cumprindo a vossa missão.


Rev. Ezequiel Ventura

0 Comentários