Onde está o seu coração?

Onde está o seu coração?
Texto: Lucas 12:13-15

“Alguém da multidão lhe disse: “Mestre, dize a meu irmão que divida a herança comigo”. Respondeu Jesus: “Homem, quem me designou juiz ou árbitro entre vocês?” Então lhes disse: “Cuidado! Fiquem de sobreaviso contra todo tipo de ganância; a vida de um homem não consiste na quantidade dos seus bens”.

O ser humano é egoísta por natureza. Queremos todas as atenções voltadas para nós, priorizamos as nossas necessidades, os nossos desejos, e só depois (se sobrar um pouco de tempo e vontade), olhamos para o lado para ajudar o próximo.

Pergunta: Vivemos mesmo em um mundo cada vez mais egoísta? Quais são algumas marcas de egoísmo em nossa sociedade?

E muitas vezes, a nossa relação com Deus não é diferente. Sempre que vamos orar, focamos apenas no “pedir”. Queremos que Jesus resolva nossa situação financeira, solucione um problema no trabalho ou em casa, nos dê coisas das quais não precisamos. Enfim, queremos ser servidos por Aquele a quem deveríamos servir. Porém, a coisa não funciona bem assim. No texto que lemos, observamos o diálogo entre Jesus e um homem que estava preocupado apenas com os seus interesses.

A Bíblia não diz quem era aquele homem, sabemos apenas que ele queria que seu irmão dividisse sua herança com ele, e para conseguir o que queria, ele foi até Jesus pedir para que Ele intervisse na situação. Mas Ele se recusou! Pode parecer estranho, mas Jesus disse que aquilo não fazia parte do chamado dEle.

Aquele homem não havia entendido qual era a verdadeira missão de Jesus. Ele queria usá-Lo para seus interesses egoístas. E quantos de nós fazemos o mesmo todos os dias? Pensamos que Cristo é o “gênio da lâmpada” que atenderá todos os nossos pedidos. Mas o propósito da vinda de Jesus foi bem maior. Veja: “Pois desci do céu, não para fazer a minha vontade, mas para fazer a vontade daquele que me enviou. E esta é a vontade daquele que me enviou: que eu não perca nenhum dos que ele me deu, mas os ressuscite no último dia” (João 6:38,39).

Ou seja: a verdadeira missão de Jesus é nos salvar e restaurar nosso relacionamento com o Pai. Jesus conhecia a intenção do coração daquele homem e em seguida fez uma advertência sobre o perigo de querermos as riquezas deste mundo:

“Cuidado! Fiquem de sobreaviso contra todo tipo de ganância; a vida de um homem não consiste na quantidade dos seus bens” (Lucas 12:15).

Nesta passagem, Jesus quer dizer que não podemos ser gananciosos; ou seja, termos um desejo desenfreado por bens materiais e colocar as “coisas” como nosso alvo principal. Isso é idolatria! Fará nossa vida vazia e infrutífera e nos deixará despreparados para o nosso encontro de prestação de contas de nossa vida ao Criador. Veja o que o Novo Testamento nos Paulo ensina:

Porque vocês podem estar certos disto: nenhum imoral nem impuro nem ganancioso, que é idólatra, tem herança no Reino de Cristo e de Deus (Efésios 5:5);

“Assim, façam morrer tudo o que pertence à natureza terrena de vocês: imoralidade sexual, impureza, paixão, desejos maus e a ganância, que é idolatria” (Colossenses 3:5)

“Conservem-se livres do amor ao dinheiro e contentem-se com o que vocês têm, porque Deus mesmo disse: “Nunca o deixarei, nunca o abandonarei” (Hebreus 13:5).

Muitas vezes achamos que só seremos felizes de verdade se tivermos muitos bens e riquezas. Porém, é necessário saber que a vida de uma pessoa não consiste na abundância de coisas que ele possui, mas vai muito além do material!

Então Jesus contou uma parábola para aquele homem e aos que estavam à sua volta:

“A terra de certo homem rico produziu muito bem. Ele pensou consigo mesmo: O que vou fazer? Não tenho onde armazenar minha colheita. Então disse: Já sei o que vou fazer. Vou derrubar os meus celeiros e construir outros maiores, e ali guardarei toda a minha safra e todos os meus bens. E direi a mim mesmo: Você tem grande quantidade de bens, armazenados para muitos anos. Descanse, coma, beba e alegre-se. Contudo, Deus lhe disse: “Insensato! Esta mesma noite a sua vida lhe será exigida. Então, quem ficará com o que você preparou?”. Assim acontece com quem guarda para si riquezas, mas não é rico para com Deus” ( Lucas 12:16-21)

Podemos detectar três problemas na vida deste homem da parábola:

1) Ele era egoísta

Deus o abençoou ao permitir que as suas lavouras produzissem em abundância. Em vez de colher os frutos e separar uma parte para ajudar os pobres e necessitados, ele preferiu estocar tudo. Ele pensou apenas no próprio conforto.

2) Ele planejou sua vida somente para essa terra

Os bens materiais podem nos iludir e nos dar a sensação de segurança, mas no dia do juízo, elas não servirão para nada. “De nada aproveitam as riquezas no dia da ira, mas a justiça livra da morte” (Provérbios 11:4).

3) Ele não cumpriu a sua missão

Jesus terminou dizendo: “Assim é aquele que para si ajunta tesouros, e não é rico para com Deus”. Ao ser abençoado, Deus esperava que aquele homem também abençoasse a sua Obra e as pessoas mais necessitadas. Contudo, a ganância tomou conta de seu coração e ele não buscou fazer a vontade do Senhor.

Pergunta: E você, tem separado uma parte do que tem para servir os outros e à obra de Deus?
Mas Jesus não parou por aí! Ele continuou dizendo:

“E disse aos seus discípulos: Portanto vos digo: Não estejais apreensivos pela vossa vida, sobre o que comereis, nem pelo corpo, sobre o que vestireis. Mais é a vida do que o sustento, e o corpo mais do que as vestes. Considerai os corvos, que nem semeiam, nem segam, nem têm despensa nem celeiro, e Deus os alimenta; quanto mais valeis vós do que as aves? E qual de vós, sendo solícito, pode acrescentar um côvado à sua estatura? Pois, se nem ainda podeis as coisas mínimas, por que estais ansiosos pelas outras? Considerai os lírios, como eles crescem; não trabalham, nem fiam; e digo-vos que nem ainda Salomão, em toda a sua glória, se vestiu como um deles. E, se Deus assim veste a erva que hoje está no campo e amanhã é lançada no forno, quanto mais a vós, homens de pouca fé? Não pergunteis, pois, que haveis de comer, ou que haveis de beber, e não andeis inquietos. Porque as nações do mundo buscam todas essas coisas; mas vosso Pai sabe que precisais delas. Buscai antes o reino de Deus, e todas estas coisas vos serão acrescentadas. Não temais, ó pequeno rebanho, porque a vosso Pai agradou dar-vos o reino. Vendei o que tendes, e dai esmolas. Fazei para vós bolsas que não se envelheçam; tesouro nos céus que nunca acabe, aonde não chega ladrão e a traça não rói. Porque, onde estiver o vosso tesouro, ali estará também o vosso coração” (Lucas 12:22-34).
  • Jesus falou sobre a preocupação (v. 22): A nossa preocupação não serve para absolutamente nada. Ela não pode sequer nos dar um dia a mais de vida e é uma característica daqueles que não servem a Deus.
  • Jesus falou sobre a prioridade (v. 31): Para tirar o nosso foco, Satanás tentará de todas as formas atrair a nossa atenção para as coisas do mundo, e com isso deixarmos o Reino de Deus por último.
  • Jesus falou sobre onde o nosso coração deve estar (v. 34). O nosso coração está naquilo que mais valorizamos. Se estivermos focados nas coisas que o mundo pode proporcionar, nosso coração estará fechado para as riquezas espirituais. Porém, se voltarmos a nossa atenção para o céu, Deus nos recompensará com a glória eterna!
Conclusão: Nossa felicidade jamais estará nas coisas que possuímos e nos bens que acumulamos. Nosso coração deve estar naquilo que é, de fato, uma prioridade: amar a Deus sobre todas as coisas e ao próximo como a nós mesmos.


Gostou desse esboço? Olha a novidade que tenho para você!
Eu preparei um e-book com 365 sermões selecionados criteriosamente durante meus mais de 20 anos de ministério. Organizei eles por livros bíblicos para simplificar a busca. Quero que você utilize livremente em suas pregações e possa transformar a vida das pessoas com a Palavra de Deus.

Se você deseja investir em seu ministério, ainda hoje, terá à disposição Um Sermão para Cada Dia do Ano! Clique Aqui para adquirir seu livro.

Onde está o seu coração? Reviewed by Aldenir Araujo on 9/16/2016 Rating: 5

Um comentário:

  1. Amei o esboço, muito bom!
    Estamos divulgando seu blog no nosso - toplouvor.blogspot.com
    Se puder divulgue-nos e participe da nossa pesquisa.

    ResponderExcluir

Os comentários deste blog são todos moderados, ou seja, eles são lidos por nós antes de serem publicados.

Não serão aprovados comentários:

1. Não relacionados ao tema do artigo;
2. Com pedidos de parceria;
3. Com propagandas (spam);
4. Com link para divulgar seu blog;
5. Com palavrões ou ofensas a quem quer que seja.

ATENÇÃO: Comentários com links não serão aprovados!

All Rights Reserved by Esboços de sermões © 2014 - 2016
Designed by Blogger

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.