Um Deus de Alianças

Texto: I Reis 9:1-9

Introdução: Se podemos dizer com certeza uma coisa a respeito de Deus, é que ele é um Deus de alianças. Na Bíblia encontramos Deus fazendo várias alianças com o Seu povo. Umas são incondicionais, outras condicionais. Incondicionais são aquelas nas quais Deus não exige absolutamente que o homem faça alguma coisa para desfrutar delas, como por exemplo, a aliança noética. Deus prometeu que não mais destruiria o mundo com outro dilúvio (Gn. 8:15-22). Condicionais são aquelas alianças nas quais o homem deve cumprir as condições estabelecidas por Deus para usufruir das bênçãos prometidas. O texto lido é um exemplo desse tipo de aliança. Vejamos.

1. Deus aparece outra a vez a Salomão para dizer-lhe o seguinte (vs. 1-3):

a. “Ouvi a tua súplica”. Salomão acabara de inaugurar o templo de Jerusalém, de fazer um belo discurso sobre a atuação de Deus em favor de Israel e de Davi, seu pai e, de joelhos diante de todo o povo, fazer uma oração na qual ele pediu que Deus recebesse aquele templo como um lugar especial onde o Seu povo pudesse buscá-Lo e ser atendido. Deus atendeu todas as petições que Salomão Lhe ele fiz e veio lhe dizer o seguinte: “Ouvi a tua súplica”.
b. “Santifiquei a casa que edificastes a fim de por ali o Meu nome para sempre”. Deus disse que aceitaria aquela casa como um lugar especial para Sua presença se fazer sentir entre o Seu povo.
c. “Os meus olhos e os meus ouvidos estarão ali todos os dias”. Deus prometeu que estaria velando diuturnamente para tudo o que acontecesse naquela casa de oração.

2. Deus estabelece condições para cumprir todas as promessas dadas (vs. 4, 5).

a. “Se tu andares perante Mim como andou Davi teu pai” (vs. 4, 5). A frase já começa com uma condição: “se”, para dizer que essa aliança era estritamente condicional. Para Deus cumprir Suas promessas era necessário que o povo cumprisse Suas determinações.
a.    “Com inteireza de coração e sinceridade”. Deus quer que Salomão – e o Seu povo – tenha um          coração inteira e sinceramente voltado a Ele.
a. “Para fazeres tudo quanto te mandei e guardares a minha palavra”. Tanto o rei quanto o povo deveria ter cuidado de observar todos os preceitos divinos.
b. “Então confirmarei o trono do teu reino sobre Israel”. Se isto acontecesse, Deus confirmaria o reino de Salomão e, consequentemente, Israel estaria firme como nação.

3. “Porém, se vós e os vossos filhos se apartarem de Mim...” (vs. 6-9).

Caso Salomão e Israel não tivessem o cuidado de guardar os mandamentos do Senhor descumprindo as condições estabelecidas, Deus executaria as cláusulas penais contidas nas próprias condições da aliança: eles seriam duramente castigados.

Conclusão: No N. T. há registro de aliança de Deus com o Seu povo, a Igreja? Em Mc. 14:22-24 Jesus estabelece a aliança com os crentes de dar o Seu corpo e de derramar o Seu sangue em preço de redenção por eles. Porém, lembrando-se da impossibilidade dos homens cumprirem Seus mandamentos, adiciona em Hb. 8:10-12 que dará essa possibilidade porque Suas leis serão inscritas o coração dos salvos. Ambas são alianças incondicionais feitas por Deus com aqueles que Ele chama à Sua eterna graça.


Gostou desse esboço? Olha a novidade que tenho para você!
Eu preparei um e-book com 365 sermões selecionados criteriosamente durante meus mais de 20 anos de ministério. Organizei eles por livros bíblicos para simplificar a busca. Quero que você utilize livremente em suas pregações e possa transformar a vida das pessoas com a Palavra de Deus.

Se você deseja investir em seu ministério, ainda hoje, terá à disposição Um Sermão para Cada Dia do Ano! Clique Aqui para adquirir seu livro.

Um Deus de Alianças Reviewed by Aldenir Araujo on 2/25/2014 Rating: 5

Um comentário:

  1. Muito boa simples e objetiva e que fala profundo conosco ja salvei no meu celular.

    ResponderExcluir

Os comentários deste blog são todos moderados, ou seja, eles são lidos por nós antes de serem publicados.

Não serão aprovados comentários:

1. Não relacionados ao tema do artigo;
2. Com pedidos de parceria;
3. Com propagandas (spam);
4. Com link para divulgar seu blog;
5. Com palavrões ou ofensas a quem quer que seja.

ATENÇÃO: Comentários com links não serão aprovados!

All Rights Reserved by Esboços de sermões © 2014 - 2016
Designed by Blogger

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.