A Graça que Restitui

Texto: I Samuel 9: 1-8

Introdução: Davi já se tornara rei de todo o Israel, já havia vencido muitas batalhas, já conquistara muitas nações, adquirindo a fama de um dos grandes conquistadores da Antiguidade. Possivelmente já estava satisfeito com tudo o que realizara até então. Agora ele procura fazer algo que, politicamente, poderia lhe causar sérios problemas para o futuro, favorecendo um membro da família de Saul. Todavia, o que vai ficar registrado na Bíblia é uma bela lição de graça e de restituição. Acompanhemos o desenrolar dessa bela história.

1. “Há ainda alguém da casa de Saul para eu lhe fazer bem (vs. 1-4)?”

Quem foi Saul para Davi? Relembrando as ações dele para com Davi, só detectamos maldade e um desejo de morte sempre presente, apesar de todo o bem da parte de Davi para Israel e para o próprio Saul. Mas a graça não busca merecimento, aliás, ela é definida como um favor imerecido. A graça procura o alienado, o rejeitado, o desfavorecido e o conduz para uma condição que ele não merece e nem tem direito a ela. A graça “procura” a ovelha que se perdeu e está desgarrada pelos montes. Nenhuma pessoa merece a salvação. No entanto, qualquer pessoa pode ser salva pela graça de Deus.

2. Davi busca Mefibosete da casa de Maquir (vs. 5, 6).

Davi não apenas externa o seu desejo de beneficiar o descendente do seu inimigo, ele o procura, o encontra e o traz para dentro da sua casa (Lc. 19: 10). A graça encontra os descendentes de Adão sem qualquer mérito para com Deus, mas através de Cristo, o filho de Deus, essa situação se reverte inteiramente (Rm. 3: 10-18).

3. Mefibosete se apresenta a Davi, se ajoelha humildemente diante dele e recebe três notícias do rei (vs. 7).

É interessante ressaltar a humildade de Mefibosete diante de Davi, porque isto nos fala da sua consciência de falta de merecimento que ele reconhece ter. Ele jamais procurou o rei Davi para reclamar algum direito. Ele foi procurado pelo rei e elevado a uma condição que jamais sonhou pudesse acontecer. Por isso ele espera humildemente a determinação do rei a seu respeito e será agraciado com as seguintes notícias:
    a. “Não temas, porque usarei contigo de beneficência”. Beneficência ou misericórdia. Enquanto a graça é o atributo de Deus pelo qual Ele concede ao pecador o que ele não merece, a misericórdia é o atributo de Deus pelo qual Ele retém o que o pecador merece. Quando o pecador chega diante de Deus arrependido, Ele o agracia com a Sua misericórdia, perdoando sua dívida em Cristo (Lm. 3: 22).
    b. “Restituirei os teus bens”. Mefibosete era neto do rei Saul, mas perdeu a sua condição hereditária por causa dos desatinos do seu avô. Restituir é devolver uma condição perdida. A humanidade perdeu sua condição de dignidade real por causa de Adão, o nosso representante legal, mas todo aquele que vem a Deus pelos méritos de Jesus, o próprio Deus devolve a dignidade perdida e nos restitui à condição anterior (Rm. 8: 17; Gl. 4: 7; Tt. 3: 3-7).
    c. “Tu de contínuo comerás pão à minha mesa”. Mefibosete não precisa mais se preocupar com o seu sustento: ele será alimentado pelo rei (Jo. 6: 35, 57). Assim, também, aquele que foi chamado à salvação, nunca mais precisa se preocupar em mantê-la. Ela lhe é dada gratuita e imerecidamente, e mantida pelo Rei (Fl. 1: 6; I Co. 1: 7-9).

4. “Quem é teu servo, para tu teres olhado para um cão morto tal como eu (vs. 8)?”

Apesar de ter recebido a palavra do rei Davi sobre a sua nova condição, Mefibosete se mantém humilde e dependente dele, reconhecendo que não tem nenhum direito a tudo o que recebeu. Ele tem consciência de que foi agraciado pelo rei. Assim, cada crente no Senhor Jesus deve manter a humildade e a dependência de Deus para o viver diário, agradando Aquele que tão graciosa e misericordiosamente o amou.

Conclusão: A graça de Deus nos restitui todos os bens que nos foram tirados. Seja a nossa condição diante de Deus, seja a alegria e a paz perdidas, bem como a incerteza quanto ao futuro. Além do mais, muitas coisas que nos foram roubadas, a graça de Deus pode suprir: a harmonia no lar, a harmonia individual e o desejo de servir a Deus. Todos os bens de natureza espiritual nos são restituídos em Cristo (Ef. 1:3).

Pr. Paulo Guedes Soares

Gostou desse esboço? Olha a novidade que tenho para você!

Eu preparei um e-book com 365 sermões selecionados criteriosamente durante meus mais de 20 anos de ministério. Organizei eles por livros bíblicos para simplificar a busca. Quero que você utilize livremente em suas pregações e possa transformar a vida das pessoas com a Palavra de Deus.

Se você deseja investir em seu ministério, ainda hoje, terá á  disposição Um Sermão para Cada Dia do Ano! Clique Aqui para adquirir seu livro.

Nenhum comentário

Os comentários deste blog são todos moderados, ou seja, eles são lidos por nós antes de serem publicados.

Não serão aprovados comentários:

1. Não relacionados ao tema do artigo;
2. Com pedidos de parceria;
3. Com propagandas (spam);
4. Com link para divulgar seu blog;
5. Com palavrões ou ofensas a quem quer que seja.

ATENÇÃO: Comentários com links não serão aprovados!