Os Pagãos Estão Perdidos? - Um Estudo Sobre Romanos 1:18-23

Os Pagãos Estão Perdidos? -  Um Estudo Sobre Romanos 1:18-23
Um estudo sobre Romanos 1:18-23

Introdução: Os pagãos estão perdidos? A resposta a esta pergunta nunca foi um problema para a Bíblia - os cristãos crentes, pois a Bíblia, a história da igreja e as missões dão evidências de que os pagãos estão perdidos, que estão sob a ira de Deus e se encaminham para o castigo eterno sem Cristo.

Muitos há que discordam dos cristãos evangélicos sobre a condição e o destino dos pagãos. Alguns deles assumem a posição de que a Bíblia não é a palavra de Deus; eles negam o pecado, o inferno, a ira de Deus e qualquer forma de punição após esta vida. Essas pessoas não são cristãs em nenhum sentido da palavra; eles acham que ninguém está perdido.

Outra posição mais sutil e perigosa é assumida por alguns que se dizem cristãos. Eles dizem que acreditam na ira de Deus e no castigo eterno para aqueles que ouviram, mas não creram que Deus julgará os pagãos que nunca ouviram sobre Cristo. Eles dizem que os pagãos são vítimas de sua cultura e meio ambiente e um Deus de amor nunca os puniria por seus pecados. Tal declaração mostra uma compreensão errada da Bíblia, de Deus e do pecado. Há uma boa possibilidade de que uma pessoa que mantém essa visão não seja cristã, pois ela não entende o verdadeiro significado da morte de Cristo pelo pecado.

Romanos 1:18-23 trata do problema dos pagãos estarem perdidos. Quando consideramos este assunto, devemos nos perguntar o que Deus tem a dizer sobre isso, não o que pensamos ou sentimos que Deus deveria fazer a respeito dessas pessoas. Pensando emocionalmente e sem examinar as Escrituras sobre o assunto, muitas pessoas pensam que não é justo que Deus julgue os pagãos.

A porção das Escrituras que estamos considerando mostra que todos os homens são pecadores, tanto judeus como gentios, e estão sob a ira de Deus. Esta seção não tem nada a ver com a salvação, mas mostra porque os homens são condenados diante de um Deus santo. Paulo mostra que se pode ser provado que todos os homens têm pecado em qualquer grau, então um Deus santo e justo deve julgar esse pecado ou não ser Deus. Isso não tem nada a ver com homens ouvindo ou não o evangelho. Tem a ver com a condição pecaminosa do coração dos homens. Pregadores e professores tem suavizado o pecado, por isso o temor de Deus está desaparecendo.

A Bíblia classifica as pessoas em termos de judeus, gentios e igreja. "Não vos torneis causa de tropeço nem a judeus, nem a gregos, nem a igreja de Deus” I Corintos 10:32. A seção da Escritura que estamos considerando trata dos gentios em particular, mostrando que todos estão sob a ira de Deus, quer tenham ouvido o evangelho ou não. O grego culto, o romano culto, o brasileiro culto, um bosquímano ignorante na selva, todos são pecadores. Paulo mostra que os gentios são culpados porque rejeitaram a luz que Deus deu. Ele retrata a apostasia religiosa dos gentios a partir da revelação original de Deus que eles possuíam. Ele não nos diz quando essa apostasia ocorreu, mas indica que é conclusiva e que os efeitos continuam até hoje.

Existem quatro premissas básicas para a compreensão desta passagem das Escrituras:

  1. A seção não está falando sobre salvação, mas condenação.
  2. Deus deu a todos os homens alguma luz sobre Si mesmo.
  3. A luz que os homens têm foi rejeitada por eles.
  4. O problema não é o que aconteceria se os homens buscassem mais luz. Este é outro problema em si. 

Paulo conclui que "ninguém busca a Deus" (Romanos 3:11). O que ele quer dizer é que o homem natural, por ser pecador por natureza, rejeita qualquer luz que Deus lhe dê. É da própria natureza do homem rejeitar a Deus e rebelar-se contra ele.

A Revelação da Ira de Deus - Romanos 1:18

"Pois do céu é revelada a ira de Deus contra toda a impiedade e injustiça dos homens que detêm a verdade em injustiça"

- A ira de Deus desce sobre todos os homens pecadores, especialmente os gentios que defendem a verdade pela injustiça. Paulo olha para trás para o homem primitivo, não para o homem selvagem. No passado, na história dos homens (gentios), todos tinham um conceito do Deus verdadeiro - eles eram monoteístas - mas porque os homens são pecadores por natureza, eles corromperam o conhecimento que tinham sobre Deus e rejeitaram o verdadeiro Deus das Escrituras. Eles mantiveram a verdade sobre Deus, mas a suprimiram e racionalizaram esse conceito, amando as trevas em vez da luz. Os homens têm uma inclinação ou tendência para o pecado. Assim, eles se afastaram de Deus.

- A questão do pagão surge com bastante frequência e muitos amigos respondem à questão de saber se os pagãos estão perdidos, dizendo: "O destino dos pagãos, em última análise, está nas mãos de um Deus todo-poderoso, sábio e amoroso". Essa resposta geralmente acalma o questionador, mas é uma resposta honesta? Não; não é. Paulo nos diz que a ira de Deus desce sobre todos os gentios porque eles são pecadores. Se eles ouviram ou não o evangelho não tem nada a ver com a questão do pecado. Nunca devemos nos proteger sobre a questão dos pagãos.

A Revelação do Conhecimento de Deus - Romanos 1:19-20

“Porquanto, o que de Deus se pode conhecer, neles se manifesta, porque Deus lho manifestou”

- O "porquanto" aponta para a causa da ira de Deus sobre os gentios. Eles tinham a verdade sobre Deus manifestada neles (consciência ou mente) que foi dada por Deus. No entanto, eles rejeitaram deliberadamente essa luz. Isso não era ignorância, era rejeição deliberada da verdade.

- Não somos informados de que tudo o que pode ser conhecido de Deus foi revelado aos pagãos, simplesmente que eles tinham um conhecimento de Deus que tornava sua rejeição indesculpável. Ninguém vive e morre sem alguma revelação de Deus - uma revelação universal que atinge a todos, em todos os lugares, em todas as épocas. Mas qualquer conhecimento que os homens tenham, eles rejeitam voluntariamente porque são pecadores por natureza.

"Pois os seus atributos invisíveis, o seu eterno poder e divindade, são claramente vistos desde a criação do mundo, sendo percebidos mediante as coisas criadas, de modo que eles são inescusáveis"

- Deus se revelou na natureza ou criação e este versículo diz que isso é claramente visto pelos gentios. O que o homem pode descobrir sobre Deus desde a criação é limitado, mas preciso. Pode ser determinado que Deus é supremo (poder eterno) e é um ser (Divindade). Deus é um ser supremo! A criação pode nos mostrar que Deus é um, bondade, sabedoria, todo poderoso, etc., Mas nunca pode mostrar que Deus é amor, misericórdia e cheio de graça para os pecadores. Esta é uma revelação especial.

- A revelação que o pagão possui pode ser comparada à educação elementar. A revelação especial de Jesus Cristo e Sua obra pelo pecado podem ser comparadas à educação universitária. Os gentios tinham apenas uma revelação elementar, mas rejeitaram até mesmo isso.

- Da criação, pode-se obter conhecimento suficiente para entender que Deus é o Criador de todos os homens e deve ser adorado como tal. Nenhum homem deve cair na idolatria. As evidências simples da criação foram rejeitadas. Quando alguém entende isso, não é difícil entender por que Deus deveria revelar sua ira contra os homens.

- "...de modo que eles são inescusáveis". Uma tradução melhor é, "para o propósito de que eles são indesculpáveis". O pensamento é que Deus se revelou aos gentios na natureza para que eles não tivessem desculpa. A rejeição dessa revelação simplesmente apontou o problema real - os homens são pecadores e estão sob a ira de Deus. Nenhum gentio pode alegar ignorância para sua condição pecaminosa porque rejeitou a revelação de Deus na criação. Esta revelação é suficiente para mostrar a um homem que ele não tem desculpa, mas não quer dizer que seja suficiente para trazê-lo à salvação.

A Rejeição do Conhecimento - Romanos 1:21-23

"porquanto, tendo conhecido a Deus, contudo não o glorificaram como Deus"

- Embora os gentios tivessem um conhecimento de Deus por meio da criação e da consciência, eles se recusaram a adorá-Lo. Essa rejeição é pecado. O conhecimento que eles tinham de Deus os convenceu de sua condição pecaminosa, então eles se recusaram a crer nisso. O paganismo e a idolatria não são etapas na evolução humana à medida que o homem avança do limo para a divindade. O paganismo é uma decadência, não um alcance ascendente. As grandes nações pagãs sabiam mais do que agora. O homem não está em processo de evolução para Deus, mas está em revolução contra Deus!

- "nem lhe deram graças". Os homens se endureceram para a bondade de Deus e desrespeitaram Sua pessoa. Eles foram ingratos. Shakespeare disse,

"Eu odeio mais a ingratidão em um homem

Do que mentir, vaidade, balbucio, embriaguez,

Ou qualquer mancha de vício”

- "antes nas suas especulações [raciocínios] se desvaneceram". Os homens ficaram vazios de raciocínio e propósito divinos. Isso é rebelião intelectual; os homens não querem se submeter à autoridade de Deus, então eles racionalizam Deus e sua responsabilidade para com ele. Pessoas que rejeitam Deus quase sempre o fazem em nome da educação ou do progresso.

- "e o seu coração insensato se obscureceu". A rebelião intelectual traz degeneração moral e, portanto, há rebelião moral. O resultado é cegueira moral. Por que tudo isso? Porque os homens abandonaram seu conceito de Deus.

- "Dizendo-se sábios, tornaram-se estultos (tolos)". Porque eles fingiram ser sábios e se afastaram de Deus, a loucura dos homens se tornou mais óbvia. Eles se tornaram tolos quando deixaram o verdadeiro conceito de Deus e escolheram a idolatria. Pode haver loucura maior do que adorar a imagem de uma besta em vez de adorar a Deus?

- "e mudaram a glória do Deus incorruptível em semelhança da imagem de homem corruptível, e de aves, e de quadrúpedes, e de répteis". A degenerescência descrita vai do homem às coisas rastejantes. Oh, a depravação do coração humano! Os homens mostram total desprezo por Deus - insulto, impiedade, desrespeito. Eles preferem servir a uma criatura do que ao Criador.

- Por trás de todos os grandes sistemas idólatras está o monoteísmo puro, mas esse conhecimento íntimo de Deus deixava os homens desconfortáveis ​​em seus pecados, então uma série de divindades menores foram inventadas como meio-termo, e por fim o conhecimento do Deus verdadeiro foi perdido.

- Os homens hoje têm até ídolos além daqueles feitos de madeira e pedra. A Alemanha se livrou de Deus e aceitou Hitler. O comunismo rejeitou a revelação divina e fez do estado um deus. Os americanos rejeitam Deus por causa de materiais, sexo e prestígio. No entanto, um cristão nunca pode justificar ídolos de qualquer tipo. Não devemos representar Deus por nada corruptível.

Os Pagãos Estão Perdidos?

- Falando biblicamente, os pagãos são todos gentios, quer tenham ouvido o evangelho ou não.

“Mas, quando aprouve a Deus, ... revelar seu Filho em mim, para que eu o pregasse entre os gentios” (Gálatas 1:15-16).

“deram a mim e a Barnabé as destras de comunhão, para que nós fôssemos aos gentios, e eles à circuncisão” (Gálatas 2:9b).

- Hoje, "pagão" passou a significar aqueles que nunca ouviram o evangelho.

- Todos os pagãos estão perdidos porque têm algum conhecimento de Deus, embora não tenham ouvido o evangelho. Eles rejeitam o que sabem e preferem ser condenados a servir ao Criador. Quando Deus disse que eles "não têm desculpa" (Romanos 1:20), Ele quis dizer o que disse! Ele também declarou que todos os homens, judeus e gentios, estão sob a condenação do pecado.

“como está escrito: Não há justo, nem sequer um. Não há quem entenda; não há quem busque a Deus” (Romanos 3:10-11).

“Pois todos pecaram e destituídos estão da glória de Deus” (Romanos 3:23).

- Os homens não podem alegar ignorância, injustiça, diferenças culturais ou ambientais; eles só podem se declarar culpados. Não é uma questão de crença, pois os homens já estão condenados.

"Quem crê nele não é julgado; mas quem não crê, já está julgado; porquanto não crê no nome do unigênito Filho de Deus. E o julgamento é este: A luz veio ao mundo, e os homens amaram antes as trevas que a luz, porque as suas obras eram más” (João 3:18-19).

- Os homens são condenados por causa do pecado, mas salvos por causa da fé em Jesus Cristo.

- Alguns dizem que os pagãos não estão perdidos porque não ouviram e que somente aqueles que ouviram o evangelho e o rejeitaram que estão perdidos. Se isso for verdade, nunca devemos ir para aqueles que nunca ouviram, porque nós apenas os condenaremos apresentando Cristo e os roubaremos o céu que eles já possuem sem Cristo. Que ridículo! Se os pagãos não estão perdidos, não há necessidade de treinar missionários, pregadores e professores. Romanos 2:12 diz: "Porque todos os que sem lei pecaram, sem lei também perecerão". Esta é uma referência definitiva aos pagãos.

- Se todos os homens são pecadores e estão sob a condenação de Deus, então é lógico que nenhum homem merece o céu; todos merecem o inferno. Se um único indivíduo é salvo da justa penalidade de seu pecado, é pura e simplesmente por causa da misericórdia de Deus. Os pagãos na África estão perdidos e os pagãos no Brasil, América e etc. estão perdidos. Quando alguém de um dos grupos é salvo, é por causa da graça soberana de Deus.

- Se os pagãos não estão perdidos, não há necessidade do evangelho. “Pois não me envergonho do evangelho de Cristo, porque é o poder de Deus para a salvação de todo aquele que crê” (Romanos 1:16). Não há necessidade de Cristo, a única forma de escapar do pecado e do castigo eterno.

“Disse-lhe Jesus: Eu sou o caminho, a verdade e a vida; ninguém vem ao Pai senão por mim” (João 14:6).

“Nem há salvação em nenhum outro: porque não há nenhum outro nome debaixo do céu, dado entre os homens, pelo qual devamos ser salvos” (Atos 4:12).

- Se uma pessoa pode ir para o céu sem a cruz, então a cruz não tem propósito. Se eu alguma vez pensasse que os pagãos poderiam ser salvos sem a fé salvadora em Cristo, eu deixaria o ministério e o Cristianismo, pois a morte de Cristo pelo pecado não teria significado.

Conclusão

- Deus fez uma revelação geral de Si mesmo a todos os homens na natureza. Mesmo que eles sejam incapazes de escapar da consciência de que Ele existe, os homens rejeitam até mesmo essa revelação e substituem Deus por muitas coisas. Esta revelação geral não pode salvar uma pessoa, mas Deus fez uma revelação especial de Si mesmo em Cristo e na Bíblia e essa revelação é capaz de salvar alguém de seus pecados e do lago de fogo

- Você vai pedir a Deus que o ajude a passar de seu conceito limitado de Deus, que não é capaz de salvá-lo, para um conhecimento pessoal e íntimo de Cristo que é capaz de lhe dar uma salvação gratuita e graciosa? A graça soberana de Deus é capaz de salvar qualquer um que crê em Cristo, seja ele um pagão na África ou um pagão no Brasil, América e etc.

Postar um comentário

Os comentários deste blog são todos moderados, ou seja, eles são lidos por nós antes de serem publicados.

Não serão aprovados comentários:

1. Não relacionados ao tema do artigo;
2. Com pedidos de parceria;
3. Com propagandas (spam);
4. Com link para divulgar seu blog;
5. Com palavrões ou ofensas a quem quer que seja.
6. Anônimos

Para outros assuntos use a página de contato do blog

ATENÇÃO: Comentários com links serão excluídos!

Postagem Anterior Próxima Postagem
Gostou Desse Esboço? Olha a Novidade Que Tenho Para Você!

Eu preparei um E-book Com 365 Esboços de Sermões selecionados criteriosamente durante meus mais de 20 anos de ministério. Organizei eles por livros bíblicos para simplificar a busca. Quero que você utilize livremente em suas pregações e possa transformar a vida das pessoas com a Palavra de Deus.

Se você deseja investir em seu ministério, ainda hoje, terá à disposição Um Sermão para Cada Dia do Ano! CLIQUE AQUI para adquirir seu livro.