Tempo de acreditarTexto: Lamentações 5:1-22

Introdução: Nabucodonosor capturou a cidade de Jerusalém no ano 586 AC.

O Capitulo 1,2,3 explica as aflições e o lamento do povo, “É um livro que fala de sofrimento, de perda”

A crise era inevitável na vida do povo (1-15), condenar o pecado sem destruir o pecador é a estratégia que Deus usa para lidar com aqueles que reconhecem a justiça da repreensão de Deus.

O que salva o crente e define a diferença entre ele e o não crente é basicamente sua capacidade de crer.

I. Quais foram as causas da Queda de Jerusalém.

  1. As Iniquidades (os pecados) são as causas de sua queda e perda.
  2. Desobediência.

II. Eles são capazes de enxergar a situação em que estavam vivendo. (VS.1) lembra-te Senhor...

  1. Somente quando reconhecemos a nossa condição e que as coisas começam a mudar em nossa vida.
  2. Mas enquanto nos conformamos, e não reconhecermos as coisas irá continuar como estão.

     Nota: “Deus ouviu o gemido de seu povo, lembrou-se do seu pacto feito com os patriarcas”.

  1. É tempo de acreditar que o casamento desfalecido pode ser restabelecido, que a vida financeira derrotada pode ser erguida, que a vida espiritual derrotada pode ser restaurada para Gloria de Deus.

III. Para que o futuro justifique a esperança do presente; É preciso que o Senhor lembre-se de seu povo. (Vs.1)

IV. Certas derrotas da vida nos preparam para certas mudanças em nossas vidas. (Vs.19 -22)

  1. Essas derrotas o próprio Deus permite para tratar conosco.
  2. Sem conversão, a ser operada pelo próprio Deus, não há esperança de restauração de vida.

V. Quando há uma atitude de humildade e dependência de Deus, a luz divina começa a brilhar em nossas vidas. (21,22)

  1. Quando completaram 70 anos Deus restaura tudo na vida do povo.

               a. A cidade restaurada

               b. Casas deles

               c. Vidas emocional, espiritual.

               d. Riquezas.

Conclusão:

  1. Deus não desampara o seu povo;
  2. Nem tudo está perdido, Deus restaura e restitui tudo em nossas vidas, casamento, vida familiar, vida espiritual etc...:
  3. É tempo acreditar.

Reverendo Sérgio Luiz Machado da Silva