Um sermão que custou a vida do pregador

Texto: Atos 7:1-60

Introdução: Estevão tinha sido acusado de falar blasfêmia contra a lei e o Templo, porque ele disse aos judeus que o Senhor Jesus Cristo tinha cumprido todos os tipos de lei e satisfez todas as suas exigências, e que todas as formas de adoração carnal deveriam ser destruídas. Estas palavras não se coadunam com os líderes religiosos e eles o apedrejaram até a morte.

1. Implícita em todo sermão de Estêvão está a doutrina da absoluta soberania de Deus na Providência.

- Começando com a chamada de Abraão, Estevão mostrou como tudo no Antigo Testamento apontavam para Jesus Cristo e foi cumprido por ele.

2. O Senhor Deus é um Deus de propósito.

- O propósito de Deus inclui todas as coisas e nada o pega de surpresa.

- O propósito de Deus é fixo e não pode ser mudado.

- Uma vez que uma pessoa reconhece a imutabilidade de Deus, ela passa a confiar em Deus.

- Tudo o que Deus fez ou permitiu ser feito, está fazendo ou deve ser feito é para o louvor e glória de seu grande nome.

- Sem Jesus Cristo e Sua grande obra da redenção, tudo o que está registrado no Antigo Testamento não teria sentido.

3. Todos os eventos da história do Antigo Testamento apontavam para a vinda de Jesus Cristo e a redenção através dele. (VV1-47)

- Todo o propósito de a Bíblia ser escrita é revelar a graça e a glória de Deus, o que Ele tem feito por meio do Senhor Jesus Cristo.

- Todos os acontecimentos do Antigo Testamento foram arranjados pela providência divina para revelar o propósito eterno da graça de Deus na redenção dos pecadores por meio de Jesus Cristo.

- Deus escolheu Abraão para iniciar o Seu povo eleito.

- Deus enviou José para o Egito para preservar o Seu povo escolhido vivo.

- Deus enviou Moisés para libertar o povo da aliança de Deus da escravidão.

- Deus estabeleceu uma casa temporária de adoração e a mobilou de tal forma a ser uma imagem da Igreja de Deus.

4. Agora que Jesus Cristo veio e a redenção foi cumprida por Ele, todas as ordenanças carnais do Antigo Testamento foram abolidas para sempre. (Vv48-50)

- Deus aboliu para sempre o velho sistema de adoração.

- Jesus predisse o dia em que Deus seria adorado nos corações dos homens e mulheres, e não em um lugar particular.

5. Contínua e voluntária rejeição da verdade divina resulta em reprovação eterna. (Vv51-53)

- Deus não vai brincar com quem brincar com ele.

- O propósito de Deus não foi afetado, mesmo os judeus tendo rejeitado Seu Filho, o Senhor Jesus.

6. Deus inclusive anula e usa as mãos de homens maus para cumprir o Seu propósito de graça para seus eleitos. (Vv54-60)

- Mesmo que o ato de apedrejamento de Estevão foi um ato imperdoável de maldade, Deus predominou e o usou para realizar o Seu grande propósito da graça.

- Estevão foi para a sua glória.

- Saulo de Tarso veio a conhecer o Senhor Jesus Cristo, a quem Estevão pregou tão corajosamente.

- A Igreja de Deus teria um novo apóstolo para ajudar a espalhar a palavra sobre Jesus - Paulo.

Conclusão:

1. O que aconteceria se este mesmo sermão fosse pregado no mesmo lugar aos descendentes dos que ouviram o sermão, quando foi pregado pela primeira vez?

2. Deus tem um propósito para tudo o que Ele permite ou não permite.

3. O Senhor Jesus Cristo trouxe o Novo pacto de Deus (Testamento), que anulou o Antigo Pacto (Testamento).

4. Deus vai cumprir a Sua vontade, apesar de Satanás e as pessoas más tentarem impedi-lo.

5. Uma vez que Deus não muda, nem pode a Sua vontade ser alterada, é seguro confiar plenamente em Deus.

Pr. Aldenir Araújo

Gostou desse esboço? Olha a novidade que tenho para você!

Eu preparei um e-book com 365 sermões selecionados criteriosamente durante meus mais de 20 anos de ministério. Organizei eles por livros bíblicos para simplificar a busca. Quero que você utilize livremente em suas pregações e possa transformar a vida das pessoas com a Palavra de Deus.

Se você deseja investir em seu ministério, ainda hoje, terá á  disposição Um Sermão para Cada Dia do Ano! Clique Aqui para adquirir seu livro.

Nenhum comentário

Os comentários deste blog são todos moderados, ou seja, eles são lidos por nós antes de serem publicados.

Não serão aprovados comentários:

1. Não relacionados ao tema do artigo;
2. Com pedidos de parceria;
3. Com propagandas (spam);
4. Com link para divulgar seu blog;
5. Com palavrões ou ofensas a quem quer que seja.

ATENÇÃO: Comentários com links não serão aprovados!