Texto: João 6:60-71; 14:6

I – Um homem cego procura a verdade.

l. A crença no sobrenatural é-lhe intuitiva, pois o vê:

a) No reino astral.

b) No reino botânico.

c) No reino animal.

2. A morte, inevitável, leva o homem a buscarem conhecimento desse Ser, o qual se vê nos sistemas religiosos.

a) A insuficiência dos tais sistemas provou-se por Elias e os três moços hebreus.

II – Jesus, a verdade e as provas são:

1. No seu batismo.

2. Em Nazaré.

3. Ao sepulcro de Lázaro.

4. No seu próprio sepulcro.

III – A característica da verdade é que esta não pode ser exterminada.

1. Provou-se nas covas dos leões.

2. Provou-se na Inquisição.

3. Prova-se ainda nas perseguições terríveis do ultramontanismo.

IV – A verdade traz a liberdade.

1. Do erro. – João 8:32, 36.

2. Da condenação eterna.

3. Para chegarmo-nos a Deus em oração. – Hebreus 4:16.

4. Para entrarmos finalmente no eterno descanso.