Uma Viúva Aflita

Texto: “Em dia subsequente, dirigia-se Jesus a uma cidade chamada Naim, e iam com ele os seus discípulos e numerosa multidão. Como se aproximasse da porta da cidade, eis que saía o enterro do filho único de uma viúva; e grande multidão da cidade ia com ela. Vendo-a, o Senhor se compadeceu dela e lhe disse: Não chores! Chegando-se, tocou o esquife e, parando os que o conduziam, disse: Jovem, eu te mando: levanta-te! Sentou-se o que estivera morto e passou a falar; e Jesus o restituiu a sua mãe. Todos ficaram possuídos de temor e glorificavam a Deus, dizendo: Grande profeta se levantou entre nós; e: Deus visitou o seu povo. Esta notícia a respeito dele divulgou-se por toda a Judéia e por toda a circunvizinhança” (Lucas 7.11-17).

Introdução: Jesus, o Senhor, neste texto no verso treze ele é descrito pela palavra grega “Kurios”, como aquele que tem de fato, e de uma maneira definitiva, poder para banir a morte e a tristeza.

Vejamos a história edificante desta viúva:

1. Seu passado.
“Como se aproximasse da porta da cidade, eis que saía o enterro do filho único de uma viúva; e grande multidão da cidade ia com ela” (v.12).
Era uma mulher só, viúva, não tinha marido e com ele perdera o seu sustento. Certamente lutou muito para sobreviver e criar o seu filho único, que agora um jovem era o seu ajudador.

2. Seu presente desconsolador e seu futuro sem esperança
“Como se aproximasse da porta da cidade, eis que saía o enterro do filho único de uma viúva” (v.12a).
Era uma mulher abalada pelas perdas.
Vendo ao redor só tinha dor, desesperança e um futuro nebuloso.
Seu filho, único apoio e companhia, foi tomado pela morte.

3. Jesus, o Senhor, descrito como “Kurios” em grego, chegou na hora certa.
Jesus sempre chega na hora certa.
“Vendo-a, o Senhor se compadeceu dela e lhe disse: Não chores!” (v.13).
Notável foi o encontro simultâneo dos dois grupos diante da porta da cidade, se fosse alguns minutos mais cedo ou mais tarde o encontro não teria acontecido.

Observemos a grande compaixão de Jesus:
- “Não chores”. Quando não há esperança o Salvador se levanta para aniquilar a morte e a tristeza.
- A expressão não chores dita por Jesus significava que a partir daquele momento a causa daquela mulher e também daquele jovem estava em suas mãos.
- Jesus não prosseguiu em sua caminhada, ele parou frente aquele cortejo fúnebre.
- Jesus é o que restaura os nossos sonhos e a esperança de um futuro melhor.

4. Sua tristeza foi transformada em alegria.
“Chegando-se, tocou o esquife e, parando os que o conduziam, disse: Jovem, eu te mando: levanta-te! Sentou-se o que estivera morto e passou a falar; e Jesus o restituiu a sua mãe. Todos ficaram possuídos de temor e glorificavam a Deus, dizendo: Grande profeta se levantou entre nós; e: Deus visitou o seu povo” (vs.14-16).
- Jesus tocou o esquife: a esperança chega, pois a morte não subsiste ante o autor da vida.
- Antes Jesus consolou aquela viúva dizendo: “não chores”, agora profere palavras de ressurreição dizendo ao jovem: “Jovem, eu te mando: levanta-te!”.

5. Um resultado para glória de Deus.
“Todos ficaram possuídos de temor e glorificavam a Deus, dizendo: Grande profeta se levantou entre nós; e: Deus visitou o seu povo” (v.16).
- Agora a viúva e mãe era a mulher mais feliz do mundo, pois o Senhor restaurou a sua sorte.
- O antes morto agora estava sentado e falando.
- Jesus o restitui à mãe.
- A multidão reconheceu o paralelo entre o restabelecimento da vida do filho da viúva realizado por Jesus e a obra dos grandes profetas Elias (1 Reis 17.17-24) e Elizeu (2 Reis 4.8-37).
- Esse milagre serviu para impactar toda a nação e falavam a respeito de Jesus – “Esta notícia a respeito dele divulgou-se por toda a Judéia e por toda a circunvizinhança” (v.17).

Conclusão: O que morreu em sua vida? Seus sonhos, a esperança? Seu casamento? As suas finanças? Saiba que diante de Jesus a morte é aniquilada e a tristeza banida

Roberto e Lourdes

Gostou desse esboço? Olha a novidade que tenho para você!

Eu preparei um e-book com 365 sermões selecionados criteriosamente durante meus mais de 20 anos de ministério. Organizei eles por livros bíblicos para simplificar a busca. Quero que você utilize livremente em suas pregações e possa transformar a vida das pessoas com a Palavra de Deus.

Se você deseja investir em seu ministério, ainda hoje, terá á  disposição Um Sermão para Cada Dia do Ano! Clique Aqui para adquirir seu livro.

Nenhum comentário

Os comentários deste blog são todos moderados, ou seja, eles são lidos por nós antes de serem publicados.

Não serão aprovados comentários:

1. Não relacionados ao tema do artigo;
2. Com pedidos de parceria;
3. Com propagandas (spam);
4. Com link para divulgar seu blog;
5. Com palavrões ou ofensas a quem quer que seja.

ATENÇÃO: Comentários com links não serão aprovados!