Texto: I Crônicas 28:9-10; Deuteronômio 4:29

Introdução: Vivemos num tempo bem solene e crítico, tempo em que devemos buscar a Deus com mais fervor, visto que Seu Espírito lentamente está se retirando da Terra.

Vivemos também num tempo em que o Salmo 14:1 está se cumprindo em grande parte.

I – A Invisibilidade da Presença de Deus Nada nos Prova Contra a Realidade dessa Existência.

1. O mundo da vista e o cego.

2. O mundo do some o surdo.

3. O mundo dos conhecimentos e o ignorante; a astronomia, as ciências químicas e físicas.

4. O mundo das nacionalidades e o entrevado. – Os continentes, os países diferentes, as diversas nacionalidades, cores e feições físicas, diferentes, etc.

5. O mundo das realidades íntimas e o alienado – alegria, tristeza, lar, amigos etc.

6. O mundo das riquezas e o pobre. – As fortunas particulares, as grandes companhias.

II – Problemas e Motivos que Impelem o Homem a Procurar e Reconhecer a Deus.

1. O coração humano não se contenta com as coisas do mundo. – Nicodemos.

a) O jovem rico, os ateístas. - Atos 17:23.

2. A fraqueza do homem perante as manifestações da natureza. Tempestades, terremotos, doenças e a morte.

3. A miséria política e social do mundo. – Maus governos, impostos, vinganças políticas; a desigualdade social.

4. A consciência atribulada pelo remorso – nem sacrifícios ou formalismos religiosos dão repouso à consciência. Ex.: Lutero.

5. O mistério do além. – Que haverá? Mundo melhor ou pior?

III – Deus Deseja Mesmo Revelar-se.

1. Está esperando ocasião. – Apocalipse 3:20.

2. Nunca desapontou a ninguém. - João 6:37.

3. É preciso cumprir as condições:

a) Buscá-lo de coração. – Deuteronômio 4:29; Tiago 4:8.

b) O resultado. - Tiago. 4:8; Provérbios 8:35. A eletricidade. Isaias 55:6.