Que diferença faz?

Texto: Tiago 1:19-27

Introdução: Para aqueles de nós que amamos a Palavra e cremos na Palavra, a pergunta é: "Que diferença faz em nossas vidas?" Tendo sido trazido a vida através da Palavra, uma fé legitimamente genuína,se relaciona com essa palavra e é moldada pela Palavra. A Palavra é retratada como uma semente (v. 21), um espelho (v.23), e como a lei da liberdade (v.25). Por favor, note ...

I. A reação do crente a palavra. V. 19-20.

Nós não podemos ser neutros quando se trata de nossa resposta à Palavra de Deus. Esta é uma chamada para estar em conformidade com a Escritura. Por favor, observe...

A. O relacionamento compartilhado, v. 19, "Meus amados irmãos..." Este é o apelo de um irmão. Este não é um comando condescendente, mas um recurso compassivo. "Portanto", sugere que houve um problema com demonstrações inadequadas de ira entre os irmãos.

B. A resposta solicitada, v. 19b, "seja pronto para ouvir, tardio para falar, tardio para se irar...”.Seja ensinável, paciente, e controlado, isto é, "deliberado, persistente." Esses adjetivos descrevem a atitude, tanto quanto a ação.

1. "Pronto para ouvir" - O Novo Testamento ainda não estava totalmente gravado, de forma que os crentes eram dependentes de viajantes missionários e professores locais. “Pronto para ouvir” era o primeiro dever do discipulado.

2. "Tardio para falar" - Este é um apelo à contenção sobre apressadamente e irrefletidas reações ao que é ouvido. O diálogo era comum nessas primeiras assembleias. Esta foi uma salvaguarda contra as reações superficiais, imaturas e desordenadas ao ensino da Palavra.

3. "Tardio para se irar" - zelo religioso desmedido pode tornar-se ira para com aqueles com os quais diferem em opinião. Isso tem sido chamado de a "ira da argumentação". Sugere uma atitude deliberada e persistente de hostilidade. Não há lugar para um espírito combativo na vida do crente.

C. As razões invocadas, v.20, "Porque a ira do homem não opera a justiça de Deus." A reação carnal do homem aos problemas da vida não glorifica a Deus. A ira humana pode impedi-lo de receber a verdade da Palavra. Que diferença faz a palavra quando se trata de como você mostra o seu temperamento?

II. A recepção do crente a palavra. V. 21

Por favor, observe...

A. O pecado rejeitado, v.21, "Pelo que (por esta razão), rejeitando toda (Deus nunca está satisfeito com a pureza parcial) imundícia e superfluidade da maldade...”

a. “Imundície”; impureza moral e sujeira

b. "Acumulo de malicia”; má vontade, maldade... A atitude da mente que deseja ferir outros. Tiago então se vira para o lado positivo com um apelo a respeito de...

B. A sementes recebidas v. 21b, "... recebei com mansidão a palavra em vós enxertada...” Este é um retrato da plantação de semente em solo fértil. O aoristo imperativo de "receber" indica que esta é mais do que receber, é "acolher", ou seja, a receptividade de um espírito ensinável. "Mansidão" é uma disposição interior de doçura e de consideração. A “palavra enxertada" ocorre somente aqui no Novo Testamento. A natureza da Palavra é enraizar-se no solo do coração do crente. Tiago lembra a seus leitores de entregar o poder da Palavra com...

C. A salvação revisada, v. 21c, "... qual pode salvar a vossa alma".
O presente do indicativo "salvar" sugere que essa libertação é um processo, isto é, a palavra pode constantemente libertá-lo do poder do pecado, uma vez que já o livrou da pena do pecado.

III. A resposta do crente a palavra. V. 22-27.

Ele enfatiza...

A. A necessidade de obediência, v. 22-25

1. A necessidade é declarada, v. 22, "de" ( "mas") não é adversativo, mas continuativo indicando que algo mais deve ser dito e feito.

i. “cumpridores..." presente imperativo...

ii. "... não apenas ouvintes...;” Era comum entre os gregos para o público leituras / palestras para ser atendido por aqueles que não eram seguidores do palestrante e não sentia a compulsão de seguir suas diretrizes

2. A necessidade é descrita, vs 23-25,

i. Nos versículos 23 e 24, a necessidade é descrita negativamente ou seja, a necessidade é vista, como um espelho, mas não é como um hábito, um estilo de vida, um padrão de afastar-se sem mudanças.

ii. No versículo 25, a necessidade é retratada de forma positiva, ou seja, um olhar penetrante na Palavra que move o crente a fazer os ajustes necessários ao seu estilo de vida. "A lei da liberdade" é o órgão competente da verdade que é o fundamento da fé cristã. Quando obedece a lei produz liberdade. Tiago então se concentra em...

B. A Natureza da obediência, v. 26-27. "Se alguém entre vós cuida ser religioso" é a primeira classe de cláusula condicional sugerindo como um individuo e prática existiu. "Religioso" ocorre somente aqui no Novo Testamento e significa uma relação com a realidade divina. "Uma das principais características de auto-engano na vida cristã é que os
crentes podem fazer um show vazio de devoção religiosa" A Obediência irá manifestar-se em ...

1. Espiritualidade no discurso (conversa), v. 26, isto é, uma fé que não controla o poder destrutivo da língua é uma fé inútil e a pessoa engana-se a si mesmo se pensa que é espiritual.

2. Solidariedade com o sofrimento (Caridade), v. 27a, ou seja, cuidar dos que estão sofrendo... Levar a carga uns dos outros.

3. A separação do pecado (pureza), v. 27b,

i. “... da corrupção do mundo", isto é, puro, casto, santo. Nota: Esta lista é representativa, não exaustiva, a diferença que nossa fé deve fazer.

Conclusão: Será que a Palavra está fazendo a diferença no modo como eu vivo?

Pr. Aldenir Araújo

Gostou desse esboço? Olha a novidade que tenho para você!

Eu preparei um e-book com 365 sermões selecionados criteriosamente durante meus mais de 20 anos de ministério. Organizei eles por livros bíblicos para simplificar a busca. Quero que você utilize livremente em suas pregações e possa transformar a vida das pessoas com a Palavra de Deus.

Se você deseja investir em seu ministério, ainda hoje, terá á  disposição Um Sermão para Cada Dia do Ano! Clique Aqui para adquirir seu livro.

Nenhum comentário

Os comentários deste blog são todos moderados, ou seja, eles são lidos por nós antes de serem publicados.

Não serão aprovados comentários:

1. Não relacionados ao tema do artigo;
2. Com pedidos de parceria;
3. Com propagandas (spam);
4. Com link para divulgar seu blog;
5. Com palavrões ou ofensas a quem quer que seja.

ATENÇÃO: Comentários com links não serão aprovados!