O filho prodigo

Texto: Lucas 15:11-24

Introdução: É a maior história oriental que ocorreu em uma casa luxuosa.

I – História do jovem pródigo.

1. Os dias de loucura. - Vs. 11-13.

a) Não estava satisfeito com seu lar.

b) Queria ser dono de si mesmo – "independente".

(1) Certamente os pais, com lágrimas, teriam aconselhado ao filho rebelde vara que abandonasse tal idéia, mas não o teriam forçado.

(2) A. experiência mostrar-se-ia para ele uma mestra severa.

c) A sua partida, - V. 13 p.p.

(1) Abraços, conselhos e lágrimas.

(2) Sai com riqueza, criados etc.

(3) Procura pousar longe do lar.

d) A chegada no país estranho.

(1) Anúncios em todos os jornais.

(2) Amigos aparecem de todas as partes.

(3) Entregar-se à orgia: clubes, bailes, banquetes.

(4) A falência: vende rebanhos, servos etc.

(5) A última tentativa: entrega-se ao "azar", mas perde tudo e arruína-se.

2. Os dias da ceifa. - Vs. 14-16.

a) Não tendo mais dinheiro, os amigos desapareceram.

b) Nunca trabalhara em casa e, agora, não sabendo nenhum ofício, fora abandonado, à mercê da miséria, - Jó 5:7.

c) Em tempo de miséria é difícil conseguir emprego.

d) Estava ceifando o que semeara. - Gál. 6:7.

É obrigado a ir cuidar dos porcos. A cena triste.

3. Os dias de meditação. - V. 17.

a) O estômago lhe dói e leva-o a meditar no lar.

b) Pensa na intimidade do lar.

4. Os dias de boas resoluções. - Vs. 18, 19.

5. O arrependimento. - Vs. 20, 21.

6. A recepção no velho lar.

a) Ele põe-se a caminho de casa. A diferença.

b) Vai todo esfarrapado e cadavérico.

c) Os pais, em casa, sempre aguardavam a passagem do carteiro, mas nunca o filho ingrato se lembrara de escrever uma só carta aos seus abandonados pais.

d) A aparição na estrada e sua recepção.

II – Aplicação:

1. Em geral somos pródigos.

"Pródigo é todo aquele que destrói e gasta algo." – Isaias 5:2.

2. O estado do pecador.

a) Está separado de Deus.

b) Vive em extravagâncias.

(1) Desperdiça a saúde, a vida que Deus lhe dá, "vivendo dissolutamente".

e) O estado do pecador é de perdição e morte.

(1) O filho pródigo estava morto para o pai.

(2) Quem hão tem Cristo está perdido.

(3) Quem não é de Deus está morto

3. O que o pecador deve fazer.

a) Deixar os vícios e as vaidades. - I João 2:15-17.

b) Dar as costas ao mundo. – Jeremias 3:22.

e) Chegar-se a Deus, reconhecendo-se pecador.

d) Reconhecer a misericórdia e o amor de Deus. – Isaias 55:6,7.

Gostou desse esboço? Olha a novidade que tenho para você!

Eu preparei um e-book com 365 sermões selecionados criteriosamente durante meus mais de 20 anos de ministério. Organizei eles por livros bíblicos para simplificar a busca. Quero que você utilize livremente em suas pregações e possa transformar a vida das pessoas com a Palavra de Deus.

Se você deseja investir em seu ministério, ainda hoje, terá á  disposição Um Sermão para Cada Dia do Ano! Clique Aqui para adquirir seu livro.

Nenhum comentário

Os comentários deste blog são todos moderados, ou seja, eles são lidos por nós antes de serem publicados.

Não serão aprovados comentários:

1. Não relacionados ao tema do artigo;
2. Com pedidos de parceria;
3. Com propagandas (spam);
4. Com link para divulgar seu blog;
5. Com palavrões ou ofensas a quem quer que seja.

ATENÇÃO: Comentários com links não serão aprovados!