A Nós é Prometida a Vitória

Texto: “E acontecerá, naquele dia, que a sua carga será tirada do teu ombro, e o seu jugo, do teu pescoço; e o jugo será despedaçado por causa da unção” (Isaias 10.27).

Introdução: Nós que andamos com Cristo, porque o recebemos como nosso Salvador e Senhor, enfrentamos inimigos que lutam continuamente para nos derrotar afim de que percamos a graça recebida, porém, Jesus deixou conosco um ajudador, auxiliador para nos socorrer em nossas fraquezas e debilidades frente aos ataques contínuos que recebemos em nosso cotidiano.

Quem é esse grande amigo? O Espírito Santo de Deus. Ele, o Espírito Santo nos convence acerca dos caminhos, decisões que devemos tomar. Veja João 16.8: “E, quando ele vier, convencerá o mundo do pecado, e da justiça, e do juízo”.

Os inimigos:

1. O pecado
O pecado é manifesto em três frentes a serem vencidas:
a. A carne
“Porque a lei do Espírito de vida, em Cristo Jesus, me livrou da lei do pecado e da morte” (Rm 8.2).
- A carne está em luta constante contra o Espírito – Gl 5.17
- A carne pende para as coisas do mundo – Rm 8.6
- A carne não agrada a Deus – Rm 8.8
- Experiências de um homem de Deus que lutou - Ap. Paulo Rm 7.15-24.
b. Satanás
Nós não ignoramos os seus ardis, porém o Pai nos concedeu a ferramenta para a vitória.
“Eu vos escrevi, pais, porque já conhecestes aquele que é desde o princípio. Eu vos escrevi, jovens, porque sois fortes, e a palavra de Deus está em vós, e já vencestes o maligno” (1 Jo 2.14).
“Quem comete o pecado é do diabo, porque o diabo peca desde o princípio. Para isto o Filho de Deus se manifestou: para desfazer as obras do diabo” (1 Jo 3.8).
c. O mundo
Todo que é nascido de Deus passa a ser templo do Espírito Santo e recebe a capacidade para resistir.
“Porque todo o que é nascido de Deus vence o mundo; e esta é a vitória que vence o mundo: a nossa fé” (1 Jo 5.4).

2. A morte
A força da morte é o pecado, porém, quando vencemos o pecado através do poder do Espírito Santo que habita em nós, vencemos a morte.
“Onde está, ó morte, o teu aguilhão? Onde está, ó inferno, a tua vitória? Ora, o aguilhão da morte é o pecado, e a força do pecado é a lei. Mas graças a Deus, que nos dá a vitória por nosso Senhor Jesus Cristo” (1 Co 15.55-57).

3. As dificuldades
As dificuldades e os inimigos existem, porém, maior é o Senhor que habita em nós: “Filhinhos, sois de Deus e já os tendes vencido, porque maior é o que está em vós do que o que está no mundo” (1 Jo 4.4).
“Que diremos, pois, a estas coisas? Se Deus é por nós, quem será contra nós? Aquele que nem mesmo a seu próprio Filho poupou, antes, o entregou por todos nós, como nos não dará também com ele todas as coisas? Quem intentará acusação contra os escolhidos de Deus? É Deus quem os justifica. Quem os condenará? Pois é Cristo quem morreu ou, antes, quem ressuscitou dentre os mortos, o qual está à direita de Deus, e também intercede por nós. Quem nos separará do amor de Cristo? A tribulação, ou a angústia, ou a perseguição, ou a fome, ou a nudez, ou o perigo, ou a espada? Como está escrito: Por amor de ti somos entregues à morte todo o dia: fomos reputados como ovelhas para o matadouro. Mas em todas estas coisas somos mais do que vencedores, por aquele que nos amou. Porque estou certo de que nem a morte, nem a vida, nem os anjos, nem os principados, nem as potestades, nem o presente, nem o porvir, nem a altura, nem a profundidade, nem alguma outra criatura nos poderá separar do amor de Deus, que está em Cristo Jesus, nosso Senhor” (Rm 8.31-39).

4. Como vencer os inimigos
Recebendo um novo coração que Deus nos dá outorgando-nos o seu Santo Espírito – “E vos darei um coração novo e porei dentro de vós um espírito novo; e tirarei o coração de pedra da vossa carne e vos darei um coração de carne. E porei dentro de vós o meu espírito e farei que andeis nos meus estatutos, e guardeis os meus juízos, e os observeis” (Ez 36.26,27).
Não nos moldando a este mundo: “E não vos conformeis com este mundo, mas transformai-vos pela renovação do vosso entendimento, para que experimenteis qual seja a boa, agradável e perfeita vontade de Deus” (Rm 12.2).

Conclusão: Existe uma guerra contínua, porém, se andarmos debaixo da unção, isto é, o poder do Espírito Santo, continuaremos a vencer os nossos adversários.

Ap. Roberto e Lourdes

Gostou desse esboço? Olha a novidade que tenho para você!

Eu preparei um e-book com 365 sermões selecionados criteriosamente durante meus mais de 20 anos de ministério. Organizei eles por livros bíblicos para simplificar a busca. Quero que você utilize livremente em suas pregações e possa transformar a vida das pessoas com a Palavra de Deus.

Se você deseja investir em seu ministério, ainda hoje, terá á  disposição Um Sermão para Cada Dia do Ano! Clique Aqui para adquirir seu livro.

Nenhum comentário

Os comentários deste blog são todos moderados, ou seja, eles são lidos por nós antes de serem publicados.

Não serão aprovados comentários:

1. Não relacionados ao tema do artigo;
2. Com pedidos de parceria;
3. Com propagandas (spam);
4. Com link para divulgar seu blog;
5. Com palavrões ou ofensas a quem quer que seja.

ATENÇÃO: Comentários com links não serão aprovados!