Texto base: Parábola do semeador – Mateus 13; Mateus 4.1-20; Lucas 8.4-15

Introdução: As pessoas podem reagir à proclamação do Evangelho de várias formas. O Senhor Jesus, na parábola do semeador, enumera quatros tipos de reações. Vejamos então:

I- Uns ouvem a Palavra de Deus e não a compreendem - cf. Mateus 13:3,4,19 (ARA)

A - As causas dessa falta de compreensão: A ação de Satanás que lhes cega o entendimento – Mateus. 13:19, cf. II Coríntios 4.3,4
B - A consequência dessa falta de compreensão: O maligno arrebata o que foi semeado. cfe. Mateus 13,3,4,19

II - Uns recebem a Palavra de Deus  com alegria, mas logo se desviam. cf. Mateus 13.5,6,20,21; Lucas 8:13

A - Quando se desviam?
             1 - Quando vem a tribulação  cf. Mc 4:17
             2 - Quando vem a perseguição - cf Mc 4.17
             3 - Quando vem a tentação. - cf. Lc 8:13
B - Por que logo se desviam? "Não tem raiz em si mesmo"
           1 - Não ter raiz significa receber o Evangelho sem nascer de novo.
           2 - Não ter raiz significa carecer de um conhecimento profundo da Palavra de Deus
           3 - Não ter raiz significa viver sem comunhão profunda com Deus

III - Uns recebem a Palavra de Deus, mas com o passar do tempo permitem que ela seja sufocada em suas vidas.

A - Os fatores que sufocam a palavra:
           1 - Os cuidados deste mundo - Mt 13:22
           2 - A sedução das riquezas - Mt 13:22
           3 - Os deleites da vida - Lc 8:14
           4 - As ambições de outras coisas - Mc 4:19
B - Consequência desse sufocamento: "Os seus frutos não chegam a amadurecer" cfe. Mt 13.22; Lc 8:14
          1 - Indica uma vida cristã que não alcança sua completa potencialidade
          2 - Significa uma vida cristã que fica estagnada em determinado ponto de sua história
          3-  Significa uma vida cristã que, após um início promissor, começa a definhar.

IV - Alguns ouvem a Palavra de Deus, a compreendem e dão fruto – Marcos 4:20

A - Quais são esses tipos de frutos? Gal 5.22; 23; Ef 5.9; 2 Cor 9:8
B - A maneira como produzem os frutos:
          1 - Com perseverança -  Lc 8.15; Apoc 1:9
          2 - Com abundância - Mt 13:8

Conclusão: ao gosto de preletor

Autor: Cristiano Santana