Texto: João 20: 1-10

Introdução: A grande diferença que existe entre Jesus e todos os líderes que existiram no mundo (Maomé, Confúcio, Buda, etc.) é que sua tumba está vazia. Os quatro evangelhos testificam de maneira clara e convincente que Jesus ressuscitou. Este é o fundamento da fé cristã. O apóstolo Paulo declarou que sem a ressurreição: “… Vã é nossa fé e nossa pregação… (1 Coríntios 15:14).

A ressurreição depois foi atacada fortemente pelos líderes de seu tempo e no presente se fala de:

I. ALGUMAS TEORIAS ERRÔNEAS ACERCA DA RESSURREIÇÃO DE JESUS.

1. A teoria da alucinação. – “É a percepção real de um objeto que não existe, ou seja, são percepções sem um estímulo externo.”
Os opositores da fé cristã asseguram que as mulheres e os discípulos viram alucinações e não a realidade.
2. A teoria do corpo roubado.
Esta é a mais antiga. É a que inventaram os sacerdotes (Mateus 28:11-15)
3. A teoria da síncope cardíaca. – “Perda breve e repentina da consciência.”
Os opositores asseguravam que Jesus não morreu, mas que ele desmaiou, depois voltou a si.
4. A teoria do complô. – “Resolução traçada em comum e secretamente contra alguém, Maquinação, trama, conspiração, conluio.”
Está assegura que a ideia da ressurreição foi um complô dos discípulos contra os Judeus e Romanos.

Estas teorias ficam desvanecidas pelas:

II. AS EVIDENCIAS DA RESSURREIÇÃO.

1. A tumba vazia.
2. Suas múltiplas aparições:
a. A Cefas (Pedro) (1 Coríntios 15:5)
b. Aos doze (1 Coríntios 15:5)
c. Os dois no caminho de Emaús (Lucas 24:13)
d. A Tomé (João 20:24-29)
e. A mais de 500 irmãos de uma vez (1 Coríntios 15:6)
f. A Tiago (1 Coríntios 15:7)
g. A Paulo (1 Coríntios 15:8)
3. Os alcances e mudanças que tem gerado na raça humana (você e eu somos evidencias da ressurreição).

Conclusão:

A fé na ressurreição de Jesus leva a salvação (Romanos 10:9-10) aproveita que Jesus está vivo e não morto e ele fará maravilhas em tua vida.

Pr. Aldenir Araújo