Decepcionado

Texto: I Reis19 

Introdução: 
-  Este texto relata o que aconteceu com o profeta Elias logo após um dos maiores milagres operados na Terra: Deus respondeu com fogo do céu à oração de um homem. Quando isto ocorreu, os israelitas, que estavam dividindo o lugar de Jeová com o deus cananeu "Baal", colocando-os no mesmo patamar, foram convencidos da superioridade de Jeová, melhor, de sua posição única, exclamando "Só Jeová é Deus!" Porém, logo em seguida, quando a rainha Jezabel, esposa do rei de Israel Acabe, mulher fenícia, promotora do culto idólatra entre o povo de Deus, prometeu que em 24 horas mataria o profeta. Elias certamente ficou decepcionado com o povo, pois não se pronunciaram contra, para defendê-lo. Isto trouxe uma grande decepção do profeta para com o povo, e até mesmo para com Deus, e por isso, desistiu de tudo, pedindo a morte.
- Igualmente, nos dias atuais, a decepção é um dos problemas mais comuns nos relacionamentos, e tem muita gente decepcionada por aí.

Vamos estudar as informações deste texto sobre este assunto:

1 - Às vezes somos surpreendidos com as atitudes das pessoas com as quais nos relacionamos.

- Nós investimos nelas, e elas não correspondem ao nosso investimento.
- Elas tomam atitudes totalmente contrárias ao que esperávamos.
- Até mesmo elas se voltam contra nós, quando, verdadeiramente, somos sinceros para com elas, querendo o seu bem.

2 - Quando isto acontece conosco, ficamos decepcionados.

- E, assim, passamos a considerar que nosso relacionamento com os irmãos é perda de tempo, até mesmo tóxico, prejudicial para nós, pois começamos a julgar todos com o mesmo parâmetro, classificando-os como irremediavelmente perdidos.

3 - Quando nos decepcionamos, ficamos deprimidos, pois ficamos desorientados, perdemos o rumo, não sabemos qual atitude tomar, ficamos desmotivados, desanimamos e queremos parar com tudo; por isso, nos sentimos sós, abandonados, incompreendidos, frustrados.

Entretanto, a quarta informação do texto é que, graças a Deus, o Senhor não abandona você em sua decepção, mas Ele promove o seu tratamento: 
- Alimentando-o com Sua Palavra e com Sua presença através do Espirito Santo para fortalecer o seu espírito;
-  Promovendo um encontro particular seu com Ele para revelar, mais intimamente, o caráter dEle, e demonstrar que você está errado na forma que você pensa que Ele é e na maneira que você imagina que Ele vai agir;
- Ensinando que a sua vida é conduzida por Ele, não por você;
- Reafirmando o seu chamamento através de novas incumbências;
-  Revelando que nem todos são hipócritas, manipuladores e maus, mas que existem muitos fiéis, leais e sinceros diante dEle;
- Dizendo que cabe a Ele, e não a você, o tratamento dos maus, pois você não tem capacidade para isto.

Conclusão: 
-  O Senhor Jesus não aceita que nós fiquemos paralisados por causa de nossa decepção com as pessoas e até mesmo com Ele, pois não existem razões para tal.
- O apóstolo Paulo, em 2 Coríntios 1.3-7, afirma explicitamente que ele mesmo sofria decepções, mas que estas eram utilizadas por Deus para lhe enviar pleno consolo, para que ele pudesse consolar os demais irmãos com o mesmo consolo divino.
- Também afirmou que, pelo motivo deles também sofrerem decepções, isto garantia que eles também seriam consolados plenamente pelo Senhor Jesus.
Portanto, concluímos que não podemos ficar desorientados e paralisados pela decepção, pois em Cristo nós temos abundante consolação!

Que o Senhor Jesus faça transbordar na sua vida este pleno consolo.

Pr. Paulo Grigório

Gostou desse esboço? Olha a novidade que tenho para você!

Eu preparei um e-book com 365 sermões selecionados criteriosamente durante meus mais de 20 anos de ministério. Organizei eles por livros bíblicos para simplificar a busca. Quero que você utilize livremente em suas pregações e possa transformar a vida das pessoas com a Palavra de Deus.

Se você deseja investir em seu ministério, ainda hoje, terá á  disposição Um Sermão para Cada Dia do Ano! Clique Aqui para adquirir seu livro.

Nenhum comentário

Os comentários deste blog são todos moderados, ou seja, eles são lidos por nós antes de serem publicados.

Não serão aprovados comentários:

1. Não relacionados ao tema do artigo;
2. Com pedidos de parceria;
3. Com propagandas (spam);
4. Com link para divulgar seu blog;
5. Com palavrões ou ofensas a quem quer que seja.

ATENÇÃO: Comentários com links não serão aprovados!