Texto: “Abraão, esperando contra a esperança, creu, para vir a ser pai de muitas nações, segundo lhe fora dito: Assim será a tua descendência. E, sem enfraquecer na fé, embora levasse em conta o seu próprio corpo amortecido, sendo já de cem anos, e a idade avançada de Sara, não duvidou, por incredulidade, da promessa de Deus; mas, pela fé, se fortaleceu, dando glória a Deus, estando plenamente convicto de que ele era poderoso para cumprir o que prometera” (Romanos 4.18-21).


Introdução: A esperança é o que move o homem em busca de seus ideais, isto é, a concretização dos seus sonhos. Mas quantos, em consequência de suas muitas perdas, deixaram que o desânimo, sentimentos de derrota e a desesperança, tomassem conta de suas vidas e deixaram de sonhar.

É tempo de ressuscitarmos os nossos Sonhos.

1 - O que precisamos ressuscitar?
- Esperança da cura - “Certamente, ele tomou sobre si as nossas enfermidades e as nossas dores levou sobre si...” (Isaías 53.4-5)

- Esperança da prosperidade - “Cantem e alegrem-se os que amam a minha justiça, e digam continuamente: O SENHOR seja engrandecido, o qual ama a prosperidade do seu servo” (Salmos 35.27).
“Quanto ao homem a quem Deus conferiu riquezas e bens e lhe deu poder para deles comer, e receber a sua porção, e gozar do seu trabalho, isto é dom de Deus” (Eclesiastes 5.19)

- Esperança da vida abundante - “...; eu vim para que tenham vida e a tenham em abundância” (João 10.10)

- Esperança de um casamento - “Deus faz que o solitário more em família, ...”(Salmos 68.6)

- Esperança do nascimento de um filho - “vejas os filhos de teus filhos” (Salmos 128)

- Esperança da justiça - Tu és um juiz justo e, sentado no teu trono, fizeste justiça, julgando a meu favor (Salmos 9.4)

- Esperança da liberdade - “O Espírito do Senhor Deus está sobre mim, porque o Senhor me ungiu para pregar boas-novas aos quebrantados, enviou-me a curar os quebrantados de coração, a proclamar libertação aos cativos e a pôr em liberdade os algemados” (Isaías 61.1)

- Esperança da restauração da família - “Porque para Deus não haverá impossíveis em todas as suas promessas” (Lucas 1.37)

- Esperança da vida eterna em Cristo - E, quando eu for e vos preparar lugar, voltarei e vos receberei para mim mesmo, para que, onde eu estou, estejais vós também (João 14.3)


2 - Necessário esperar mesmo que não haja esperança. Deus é fiel
“Porque eu sei que o meu Redentor vive e que por fim se levantará sobre a terra” (Jó 19.25)


Conclusão: Jesus (nossa esperança), nosso exemplo, ali no Getsêmani. Teve paciência e suportou todo sofrimento com a esperança da redenção da raça humana.

 

Roberto Pires Gonçalves