Em Lucas 5:17-26, vemos quatro amigos que levam um paralítico a Jesus, para ser curado. Esta história nos apresenta lições importantíssimas, mas quero destacar apenas três. Vejamos:

A Fé – “Vendo-lhes a fé,...” (v. 20). Os homens que levaram o paralítico a Jesus estavam cheios de fé. Para nos aproximarmos de Jesus precisamos ter fé. Hebreus 11:6 diz que, sem fé é impossível agradar a Deus, e que precisamos crer que ele existe e que se torna presenteador dos que o buscam. Aquele paralítico tinha amigos crentes, que o levaram a Jesus, pois com Jesus estava o poder para curar (v. 17c; Isaias 61).

O Perdão – “... Jesus disse ao paralítico: Homem, estão perdoados os teus pecados” (v. 20a). O paralítico foi curado. Todavia, Jesus nos ensina que, a cura da alma é mais importante do que a cura física, e o estar bem espiritualmente é mais importante do que o estar bem fisicamente. Para Jesus o mais importante é o perdão dos nossos pecados, porque os grandes problemas da humanidade não são materiais e físicos, e sim, o pecado.

A Salvação – “... voltou para casa, glorificando a Deus” (v. 25). O paralítico voltou para casa glorificando a Deus por tão grande salvação, que veio através do perdão de Jesus. Aquele homem não estava pensando em salvação, só em cura, mas Jesus lhe concede também, a salvação. O Homem não é salvo porque é obediente ou santo, mas só por causa da graça e do amor de Jesus. Não é a lei ou as obras que salvam, mas, Jesus.

A Fé, o Perdão e a Salvação são dons de Deus ao homem. Não os merecemos nem os podemos comprar, pois é fruto do livre exercício da vontade soberana de Deus (Efésios 2:8-9).

Rev. Edson Dantas