Imperativos da Vida cristã

Texto: Hebreus 12.14-16 - "Segui a paz com todos e a santificação, sem a qual ninguém verá o Senhor, atentando, diligentemente, porque ninguém seja faltoso, separando-se da graça de Deus; nem haja alguma raiz de amargura que, brotando, vos perturbe, e por meio dela, muitos sejam contaminados; nem haja algum impuro ou profano, como foi Esaú, o qual, por uma refeição vendeu o seu direito de primogenitura."

Introdução:

Existem imperativos, ou princípios na vida cristã, estabelecidos por Deus, que precisamos observar e praticar visando um viver diário debaixo da obediência à Palavra de Deus e usufruirmos das promessas nela contida. Muitos vivem dentro da casa de Deus, com seus corações cheios de amarguras e contaminam outros.
Hoje analisaremos quatro imperativos:

1 - Sempre viver em paz com o próximo: Para viver em paz é necessário decisão, tomar uma atitude.

- Somente os limpos de coração verão a Deus (Mt 5.8).
- Se você souber que teu irmão tem algo contra você, mesmo que o seu coração esteja limpo, vá até ele.
- Se teu irmão errar contra você, Jesus nos ensina como devemos proceder visando um acerto definitivo (Mt 18.15-17).
- "Abençoai os que vos perseguem..." (Rm 12.14).
- Se possível, quando depender de vós, tende paz com todos os homens (Rm 12.18).

2 - Avançar no processo de santificação

 - A santidade é um processo contínuo que precisa ser conquistada diariamente.
- Paulo disse em Gl 4.19: "Meus filhos, por quem, de novo, sofro as dores de parto, até ser Cristo formado em vós".
- A disciplina é necessária: "... Deus, porém, nos disciplina para aproveitamento, afim de sermos participantes da sua santidade" (Hb 12.10b).

3 - Ter cuidado para com os faltosos e desviados

- O amor é incondicional. É amar, também, aqueles que de alguma maneira nos confronta ou prejudica.
- "Irmãos, se alguém for surpreendido nalguma falta, vós, que sois espirituais, corrigi-o com espírito de brandura; e guarda-te para que não sejas também tentado" (Gl 6.1).
- Todas as transgressões são cobertas pelo amor (Pv 10.12)
- "... Tende amor intenso uns para com os outros, porque o amor cobre multidão de pecados" (1 Pe 4.8).
- "Sabei que aquele que converte o pecador do seu caminho errado salvará da morte a alma dele e cobrirá multidão de pecados" ( Tg 5.20).
- Vejamos o que diz Paulo em 1 Co 13.4-7: "O amor tudo sofre, tudo crê, tudo espera, tudo suporta".

4 - Não tornar as coisas de Deus comuns

- O Reino dos Céus é semelhante a um tesouro ou uma pérola de grande valor (Mt 13.44-46).
- Muitos se acostumaram com o Senhor e a sua Palavra, e não valorizam o que já receberam, até mesmo a salvação.
- Já se esqueceram das agruras do mundo.
- Somos exortados a não nos comportarmos como Esaú, que foi impuro e profano e vendeu o direito de primogenitura por uma refeição (Hb 12.16).

Conclusão:

O crente precisa crescer no conhecimento do Senhor, e isto, implica estar aberto para receber cura das feridas adquiridas no mundo, no tempo do pecado. Porque estas feridas distorcem o comportamento, e não permitem crescimento a nível pessoal.

 

Pr. Roberto Pires Gonçalves

Gostou desse esboço? Olha a novidade que tenho para você!

Eu preparei um e-book com 365 sermões selecionados criteriosamente durante meus mais de 20 anos de ministério. Organizei eles por livros bíblicos para simplificar a busca. Quero que você utilize livremente em suas pregações e possa transformar a vida das pessoas com a Palavra de Deus.

Se você deseja investir em seu ministério, ainda hoje, terá á  disposição Um Sermão para Cada Dia do Ano! Clique Aqui para adquirir seu livro.

Nenhum comentário

Os comentários deste blog são todos moderados, ou seja, eles são lidos por nós antes de serem publicados.

Não serão aprovados comentários:

1. Não relacionados ao tema do artigo;
2. Com pedidos de parceria;
3. Com propagandas (spam);
4. Com link para divulgar seu blog;
5. Com palavrões ou ofensas a quem quer que seja.

ATENÇÃO: Comentários com links não serão aprovados!