Seja fiel e quebre as maldições da sua vida

Texto: Pv.3:33b; Sl. 109:17-18
Introdução
Quando somos dirigidos por Deus, nenhuma porta se fecha diante de nós.
Muitos aprendem sobre prosperidade e perdem a integridade.
Alguns ficam prósperos e deixam de ser íntegros e causa a abertura da porta para a maldição. Porem, Deus é perito em transformar maldição em bênção.
Nm. 22:6 - Lemos que se andarmos em retidão a bênção do Senhor nos seguirá e não virá maldição sobre o seu povo.
Nm. 23:7-8 - Está ratificado que o Senhor tem uma herança de bênção e a maldição não o acompanhará.
Deuteronômio 28 a partir do verso 15 a Bíblia mostra 33 maldições que podem seguir o homem e a primeira escala é a maldição de pobreza, ruína e miséria. Depois vem a doença e depois a morte e etc.
O que temos que fazer?
1 – Santificar as finanças
Se a maldição for financeira: Dizimando e ofertando de maneira específica, com oferta alçada que é a oferta levantada com um propósito.
- Ao agirmos assim o diabo não toca nas nossas finanças – Ml. 3:10-12.
- Só podemos dizer se somos fiéis se tivermos fé
- E só podemos dizer que temos fé se formos fiéis
- Fé e fidelidade caminham juntas.
2 – Dizimar pelos interesses de Deus
- Quando somos dizimistas anulamos a maldição da pobreza, da ruína e da miséria.
- Se isto não tem sido verdade em sua vida é porque tem sido dizimista de seus interesses, e na primeira batalha nos tornamos infiéis e Deus não pode ajudar infiéis. Não podemos ser fiéis um mês sim e outro não.
- Todo mês passaremos pelo teste até ser amadurecidos e as comportas do céu se abrirem
- Não podemos ser ofertantes sem antes sermos dizimistas para respaldar a fidelidade, e depois plantar a prosperidade.
- Porque tem que primeiro plantar a fidelidade através do dízimo para depois plantar a prosperidade através das ofertas.
- Se alguém não for fiel no pouco, quando for próspero continuará infiel.
3 – Ordenar que a maldição seja quebrada
- A maldição é uma cobrança do inimigo por um pacto no reino do espírito.
- As alianças nos prendem no reino do espírito.
- Temos que quebrar todas as alianças do passado.
- Todo contrato feito no reino físico tem validade no reino do espírito.
- Existem nas igrejas pessoas com espírito de loucura, suicídio, depressão, opressão, pobreza, alcoolismo, drogas etc. por causa de uma herança que não é biológica, congênita ou psicossomática, porém é espiritual.
- Pessoas que foram amaldiçoadas pelo pai, pela mãe ou outra autoridade podem quebrar estas maldições depois da cruz do calvário – Gl. 3:13; Pv. 26:2.
4 – Tomar a postura de soldado
- Ninguém quebra uma maldição apenas por decreto. Quebramos através de atitude.
- Não é qualquer soldado que quebra um nível de maldição.
- O soldado não pode ter resquícios de heranças malignas, a maioria tornou-se aliançado com o paganismo através do batismo, pactos e alianças.
- II Cor. 5: 17 diz: “Quem está em Cristo nova criatura é...”
- Este soldado precisa estar consciente do decreto que sai da sua boca, que pronuncia.
- Jeremias 1: 6 O Senhor diz: “Nunca mais diga que você não pode”.
- Josué 1: 8 Deus diz: “Não se aparte da sua boca o livro desta lei”.
- É preciso haver renúncia de sinais e objetos que simbolizam alianças pagãs.
Conclusão: Em Jesus somos livres das maldições.
Em Gálatas 3:13 está escrito que Cristo nos resgatou da maldição se fazendo maldição por nós.
- Muitos ignoram a redenção, andam na sua própria rota e dão voz ao velho homem.
- Ficam atados presos no reino do espírito e as maldições os acompanham.
- Jesus nos tirou da maldição do pecado e nos deu herança em Abraão.
- A semente de Abraão está em nós. É a semente da prosperidade.
- Para você requerer a sua prosperidade é necessário uma guerra diária.

Gostou desse esboço? Olha a novidade que tenho para você!

Eu preparei um e-book com 365 sermões selecionados criteriosamente durante meus mais de 20 anos de ministério. Organizei eles por livros bíblicos para simplificar a busca. Quero que você utilize livremente em suas pregações e possa transformar a vida das pessoas com a Palavra de Deus.

Se você deseja investir em seu ministério, ainda hoje, terá á  disposição Um Sermão para Cada Dia do Ano! Clique Aqui para adquirir seu livro.

Nenhum comentário

Os comentários deste blog são todos moderados, ou seja, eles são lidos por nós antes de serem publicados.

Não serão aprovados comentários:

1. Não relacionados ao tema do artigo;
2. Com pedidos de parceria;
3. Com propagandas (spam);
4. Com link para divulgar seu blog;
5. Com palavrões ou ofensas a quem quer que seja.

ATENÇÃO: Comentários com links não serão aprovados!