Música - Uma expressão de adoração

Texto: Êxodo 15:1

1. A música pode ser uma expressão de adoração.

A. Então, cantou Moisés e os filhos de Israel este cântico ao SENHOR; e falaram, dizendo: Cantarei ao SENHOR, porque sumamente se exaltou; lançou no mar o cavalo e o seu cavaleiro" (Êxodo 15:1).

B. A música teve um papel importante na adoração e celebração de Israel.

C. Cantar era uma expressão de amor e gratidão, e era uma forma criativa de passar as tradições orais.

D. Era um poema épico festivo comemorando a vitória de Deus, elevando os corações e as vozes das pessoas para fora e para cima. Depois de ter sido liberto de grande perigo, eles cantavam com alegria!

E. Canções e hinos podem ser ótimas maneiras de expressar alívio, louvor e agradecimento quando você já passou por apuros.

F. Paulo e Silas cantaram em Atos quando na prisão.

2. A música pode ser um meio de paz, abrindo o caminho para a adoração.

A. A palavra de Cristo habite em vós abundantemente, em toda a sabedoria, ensinando-vos e admoestando-vos uns aos outros, com salmos, hinos e cânticos espirituais; cantando ao SENHOR com graça em vosso coração” (Colossenses 3:16)

B. Os cristãos devem viver em paz. Viver em paz não significa que, de repente, todas as diferenças de opinião serão eliminadas, mas exige que os cristãos amorosos trabalhem juntos apesar de suas diferenças.

C. Os problemas em seus relacionamentos com os outros cristãos causam conflitos abertos ou silêncio mútuo? Considere o que você pode fazer para curar essas relações com o amor.

3. A música pode nos ajudar a concentrar nossa atenção em Deus.

A. Cantai alegremente a Deus, nossa fortaleza; celebrai o Deus de Jacob. Tomai o saltério e trazei o adufe, a harpa suave e o alaúde” (Salmo 81:1-2)

B. Davi instituiu a música para os cultos de adoração no templo (1 Crônicas 25).

C. Música e adoração andam de mãos dadas.

D. A adoração deve envolver toda a pessoa, e a música ajuda a elevar os pensamentos e as emoções de uma pessoa a Deus.

E. Através da música podemos refletir sobre nossas necessidades e deficiências, bem como celebrar a grandeza de Deus.

 

Recomendo:

Pr. Aldenir Araújo

0 Comentários