Mude as suas atitudes e seja próspero

Tenho notado que grande parte de nossa congregação tem sofrido com a escassez, a inadimplência e o desemprego, e estes problemas refletem no cotidiano da igreja, que passa a ter limitações em suas finanças e deixa de cumprir os seus compromissos em dia, acumulando dívidas, ficando limitada em seus projetos de crescimento.


Algumas atitudes devemos tomar. Vejamos:

1 – Fidelidade

- Seja fiel através do pouco, para que sobre o muito seja colocado . “Disse-lhe o Senhor: muito bem, servo bom e fiel; foste fiel no pouco, sobre o muito te colocarei; entra no gozo do teu senhor.” Mt 25.21.

2 – Rejeite os sentimentos negativos

- Não deixe que a tristeza, a angústia e o desânimo façam parte de sua vida, por causa de situação financeira adversa, em nenhuma hipótese, porque, quando damos lugar a estes sentimentos, que não vem de Deus, estamos dando honra e servindo a Mamon (demônio que controla o dinheiro ilícito, miséria, devorador...). “ ... , não podeis servir a Deus e a Mamon.” Mt. 6.24.
O Senhor espera que, o seu povo, confie nele e o adore, em qualquer circunstância, e que a fonte da sua alegria e satisfação seja Ele o nosso Senhor e não a prosperidade que ele proporciona aos seus filhos.
O Ap. Paulo nos ensina, esta verdade, com um texto tremendo em Fl 4.11-13 que diz: “Digo isto, não por causa da pobreza, porque aprendi a viver contente em toda e qualquer situação. Tanto sei estar humilhado como também ser honrado; de tudo em todas as circunstâncias, já tenho experiência, tanto de fartura como de fome; assim de abundância como de escassez; tudo posso naquele que me fortalece.”

3 – Confie plenamente no Senhor

– Dê a honra ao Senhor, confie n'Ele, Ele é fiel para com os seus filhos que são fiéis. Fl 4.19 diz: “E o meu Deus, segundo a sua riqueza em glória, há de suprir, em Cristo Jesus, cada uma de vossas necessidades”. Mas para que tenhamos as nossas necessidades supridas, é necessário estar em Cristo, confiar plenamente n'Ele, e quando confiamos não nos entristecemos por causa dos desafios.

4 – Rejeite a avareza

– A avareza que é idolatria, tem roubado do povo de Deus a oportunidade de prosperidade. Onde está a avareza (idolatria, apego ao dinheiro), Deus não está, Ele abomina a idolatria, onde está a idolatria entra a inadimplência, a escassez, a sequidão e a miséria. Cl 3.5-6 - “Fazei, pois, morrer a vossa natureza terrena: prostituição, impureza, paixão lasciva, desejo maligno e a avareza, que é idolatria; por estas coisas vem a ira de Deus, sobre os filhos da desobediência.”

5 – Compartilhe o que tem

– O povo de Israel quando saiu do Egito e posterior-mente, após quarenta anos de deserto, atravessou o rio Jordão, ficou acampado em Gilgal, para que ali, eles aprendessem a compartilhar os seus recursos, entre eles.
Vemos em Atos 2.46, que a igreja primitiva tinha alegria e prosperidade, “diariamente perseveravam unânimes no templo, partiam pão de casa em casa e tomavam as suas refeições com alegria e singeleza de coração. Já no versículo 45 diz: ”Vendiam as suas propriedades e bens, distribuindo o produto entre todos, à medida que alguns tinham necessidade”. Vejam: somente alguns tinham necessidades.
Um dos princípios da prosperidade (suprimento de necessidades), é a generosidade.

6 – Rejeite a miséria e a escassez

– Busca no Senhor a transição de sua mente. Talvez você tenha vindo de uma família onde conviveu com um quadro de miséria. Porém, hoje, o projeto de Deus para você é a prosperidade, a qualidade de vida, a excelência. Aceite no seu interior esta nova realidade vinda da parte de Deus para você. E você sendo próspero a igreja será também próspera e terá os recursos para avançar na pregação do Evangelho do Senhor Jesus.
Saiba que você é um representante, como embaixador (2 Co 5.20), do Reino de Deus nesta terra, você é modelo para uma sociedade sofredora.
Rm 12.2 Diz que você precisa mudar a sua mente, maneira de pensar, para experimentar o que Deus tem para você.

7 – Ore e jejue

– Além das atitudes acima descritas, busca no Senhor através de uma vida de oração e jejum, a mudança do quadro atual de sua vida.

Conclusão:

Se você já tem sido prosperado pelo Senhor, agradeça-o, mas, saiba que ainda existe mais preparado para você. (Hb 13.5)
Seja ousado na semeadura. Defenda a causa do órfão, da viúva, do necessitado, do desabrigado e do estrangeiro. Invista no Reino de Deus e serás próspero todos os dias de sua vida.

 

Roberto Pires Gonçalves

Gostou desse esboço? Olha a novidade que tenho para você!

Eu preparei um e-book com 365 sermões selecionados criteriosamente durante meus mais de 20 anos de ministério. Organizei eles por livros bíblicos para simplificar a busca. Quero que você utilize livremente em suas pregações e possa transformar a vida das pessoas com a Palavra de Deus.

Se você deseja investir em seu ministério, ainda hoje, terá á  disposição Um Sermão para Cada Dia do Ano! Clique Aqui para adquirir seu livro.

Nenhum comentário

Os comentários deste blog são todos moderados, ou seja, eles são lidos por nós antes de serem publicados.

Não serão aprovados comentários:

1. Não relacionados ao tema do artigo;
2. Com pedidos de parceria;
3. Com propagandas (spam);
4. Com link para divulgar seu blog;
5. Com palavrões ou ofensas a quem quer que seja.

ATENÇÃO: Comentários com links não serão aprovados!