Cuidando da Igreja de Deus

Texto: Colossenses 4:15-18

INTRODUÇÃO

1. Esse ano é ano de eleição e muitos políticos estarão manifestando sua preocupação com o nosso país.

- Infelizmente e com razão, não mantemos muita expectativa naqueles que governaram o nosso país.

- Quem dera aqueles que assumirem o nosso governo se preocupem com a situação do povo brasileiro e não só com os seus interesses particulares.
2. Paulo foi um líder que esteve a todo tempo preocupado com a situação de um povo, a igreja do Senhor.

- O seu ministério nos mostra que os servos de Deus devem se importar com o bom andamento da igreja do Senhor.
• De que modo podemos evidenciar o nosso interesse pela igreja do Senhor?
• Como base nas últimas palavras de Paulo aos colossenses gostaria de expor algumas características de quem se importa com a igreja do Senhor.

Em primeiro lugar, quem se importa com a igreja de Deus:

I. Expressa uma relação pessoal com ela.


1. Paulo saudou a igreja de Laodicéia e a da casa de Ninfa de forma particular (v. 15).

- Embora não tivesse conhecido pessoalmente a igreja de Laodicéia, Paulo fez questão de manter laços com ela através de sua epístola.

2. Paulo escreveu pessoalmente as saudações finais àquelas igrejas (v.18).

- Ao que tudo indica, ele não utilizou alguém para escrever as suas últimas palavras. Ele desejava dar um toque pessoal em suas palavras.

- O nosso interesse pela igreja tem que ir além da mera formalidade. Não podemos demonstrar nosso interesse por ela sem darmos um toque pessoal em nossas relações.

- Ilustração – “O Pastor que não permitia ser chamado pelo nome”.

Em segundo lugar, quem se importa com a igreja de Deus:

II. Preocupa-se com o ensino correto da vontade de Deus.

1. A epístola aos colossenses foi escrita com a finalidade de combater o falso ensino dentro da igreja.

- O desejo de Paulo era que a igreja pudesse estar arraigada em Cristo (v. 2:6,7). Epáfras também orava a Deus para que a igreja permanecesse firmada na vontade do Pai (v. 4:12).

2. A aquela carta deveria ser lida para as igrejas de Colossos e Laodicéia (v. 16).

- Os ensinos contidos nela serviriam como doutrina para a igreja. Assim não cairiam nas falácias dos falsos mestres.

- Precisamos atentar para o ensino que nossos irmãos têm recebido.

- A igreja dos nossos dias precisa ser desinfetada do ensino que faz de Deus um escravo e estimula a cobiça pelas coisas dessa vida.

- Em terceiro e último lugar, além de expressar uma relação pessoal com a igreja e se preocupar com o ensino da vontade de Deus, quem se importa com a igreja do Senhor:

III. Admoesta os irmãos negligentes no seu ministério.

1. Arquipo estava sendo advertido acerca da sua negligencia em relação ao seu ministério(v. 17).

- Escrevendo a Filemon, Paulo o identificou como o seu “companheiro de lutas” (v. Fm 2).
2. Paulo desejava ver Arquipo ativo na obra que Deus havia lhe confiado.

- Por alguma razão aquele companheiro seu havia desanimado em sua carreira.

- Ele não estava cumprindo o ministério que havia recebido. Por isso, Paulo o admoestava.

- É preciso admoesta aqueles que estão negligenciando o seu chamado. Quem recebeu de Deus um dom e não o executa, adoece a igreja de Deus.

CONCLUSÃO

- A igreja é o corpo de Cristo na terra.

- Quem se importa com ela se importa com Cristo.

- Oremos para que Deus nos dê o interesse pelos nossos irmãos de perto e de longe. Assim, estaremos zelando pelo corpo do nosso Senhor, a igreja. Amém!

Rev. Leonardo J. N. Félix

Gostou desse esboço? Olha a novidade que tenho para você!

Eu preparei um e-book com 365 sermões selecionados criteriosamente durante meus mais de 20 anos de ministério. Organizei eles por livros bíblicos para simplificar a busca. Quero que você utilize livremente em suas pregações e possa transformar a vida das pessoas com a Palavra de Deus.

Se você deseja investir em seu ministério, ainda hoje, terá á  disposição Um Sermão para Cada Dia do Ano! Clique Aqui para adquirir seu livro.

Nenhum comentário

Os comentários deste blog são todos moderados, ou seja, eles são lidos por nós antes de serem publicados.

Não serão aprovados comentários:

1. Não relacionados ao tema do artigo;
2. Com pedidos de parceria;
3. Com propagandas (spam);
4. Com link para divulgar seu blog;
5. Com palavrões ou ofensas a quem quer que seja.

ATENÇÃO: Comentários com links não serão aprovados!