Salvação: certeza e segurança

I. A CERTEZA DA SALVAÇÃO.
O Senhor deseja que seus filhos saibam que são salvos; Ele nos mostra isso através da Sua Palavra (*IJo 5:13). Mas, para abalar o crescimento espiritual dos crentes Satanás lança dúvidas sem fundamento nos seus corações. Um fato a ser considerado seriamente, é o daquela pessoa que professa ser crente mas não demostra evidências de que Cristo transformou sua vida. Provavelmente não é um cristão verdadeiro e, portanto, não é (e nunca foi) salvo (IJo 2:19).
A salvação do crente tem dois tipos de evidências:

A. O Testemunho do Espírito Santo (IJo 5:6b,10a; Rm 8:16; Gl 4:6):
1. O Espírito Santo habita em cada cristão verdadeiro (Rm 8:9; IJo 3:24; *4:13).
2. O Espírito Santo testifica que somos de Deus (*Rm 8:16; Gl 4:6; *IJo 5:13).
a. Desejo pela Palavra de Deus (Jo 6:68,69; *IPe 2:2,3).
b. Desejo de orar (Cl 4:2; ITs 5:16-18; *Rm 12:12)
c. Desejo de ter comunhão com os Irmãos (*1Jo 3:14; Jo 13:34,35; *Hb 10:24,25).
d. Desejo de testemunhar (IPe 3:15).
e. Desejo de fazer boas obras (Ef 2:10; Tt2:14).
f. Desejo de tornar-se mais como Cristo (Jo 13:12-14; IPe 2:21-23).

II. SEGURANÇA DA SALVAÇÃO – PERSEVERANÇA DOS SANTOS

A. Definição:
A perseverança dos santos é uma doutrina que afirma que todo aquele que Deus chamou para a sua graça não pode perder a salvação, mas, certamente, Ele o fará perseverar, pois é eternamente salvo. Apesar de haver a vontade do homem, no final de tudo é Deus que preserva o Cristão através do operar do Espírito Santo no seu coração.
B. Apoio Bíblico Para a Certeza da Salvação.
1. Apoio explícito
a. O selo e o penhor do Espírito (IICo 1:22; 5:5, Ef 1:13).
b. A posição espiritual do crente (*Ef 2:6; Fp 1:6).
c. A proteção por parte de Deus (IITs 1:12; IITm 1:12; 4:18)
d. Nada pode nos separar do amor de Deus (*Rm 8:28-39; 11:29).
e. As palavras do Senhor Jesus (*Jo 5:24; 6:35,*37,51,58; 10:27-29; 11:25,26).
Aqui nos cabe prestar atenção as palavras ditas pelo próprio Senhor Jesus. Segurança maior que esta não pode haver. Vejamos:
Jo 5:24 -"tem a vida eterna – não entra em juízo – mas passou da morte para a vida."
Jo 6:37 -"de modo nenhum o lançarei fora."
Jo 6:51,58 -"viverá eternamente"
Jo 10:27-29 – "Eu lhes dou a vida eterna – jamais perecerão eternamente -ninguém as arrebatará da minha mão – da mão do Pai ninguém pode arrebatar.
Jo 11:25,26 – "Quem crê em mim, ainda que morra viverá ; e todo o que vive e crê em mim, não morrerá eternamente."
Mediante esta vasta gama de passagens bíblicas podemos afirmar, sem medo de errar, que o cristão pode e deve ter certeza da sua Salvação.
2. Apoio lógico
a. Afinal a salvação depende da obra efetuada na cruz ou da fidelidade humana? É um dom gratuito ou tem que ser conquistada por obras (obediência)?
b. Quando recebemos a Cristo, recebemos a vida eterna; se pudéssemos perder a vida eterna, então ela não seria vida eterna.
c. A nossa salvação não depende da nossa perfeição, mas da perfeição da completa obra de Cristo por nós. Ele disse: "está consumado".
d. Qual o tamanho do pecado que nos levaria a perder a salvação; um adultério, uma mentira? Para Deus não tem tamanho de pecado e nós pecamos diariamente.
C. Passagens Aparentemente Difíceis.
1. João 15:1-6 – O fogo não é necessariamente o inferno, mas pode ser o juízo das obras (ICo3:11-15; 11:30).
2. Mateus 24:13 – O contexto é da Grande Tribulação e não da dispensação da Graça.
3. Apocalipse 2:10 – Não devemos confundir coroa da vida (que é um galardão) com a salvação.
2. Hebreus 6:4-6 – Se esta passagem ensinasse a perda da salvação, também ensinaria que uma vez que o cristão perdesse a salvação ele jamais poderia ser salvo novamente. Na verdade Hebreus 6 ensina que é impossível ser lavado duas vezes no sangue de Jesus. Ou seja, o arrependimento do pecado original, que faz com que o Espírito Santo venha habitar no homem, só pode acontecer uma vez na vida. É impossível se apropriar do sacrifício de Cristo mais que uma vez. Pois assim estaríamos desmerecendo a Sua obra que foi perfeita.
D. Conclusão.
Apesar de para nós ser obscuro afirmar a salvação de fulano ou sicrano, da perspectiva de Deus já está definido quem é ou não salvo. Pode acontecer de uma pessoa ser convencida e até ter cargo na igreja local, mas não ter sido convertida, não ter nascido de novo pelo poder do Espírito Santo. Este não perde a salvação, a verdade é que ele nunca foi salvo.
Se fossemos olhar em termos de quantidade, as passagens que falam da certeza de salvação são bem mais claras e numerosas do que as que aparentemente falam da perda da salvação. Portanto, ou a Bíblia se contradiz ou as pessoas que pregam a perda da salvação estão entendendo errado estas passagens. Como a primeira opção é impossível, prefiro crer que estes amados irmãos estão enganados.

Autor: Jabesmar Aguiar Guimarães

Gostou desse esboço? Olha a novidade que tenho para você!

Eu preparei um e-book com 365 sermões selecionados criteriosamente durante meus mais de 20 anos de ministério. Organizei eles por livros bíblicos para simplificar a busca. Quero que você utilize livremente em suas pregações e possa transformar a vida das pessoas com a Palavra de Deus.

Se você deseja investir em seu ministério, ainda hoje, terá á  disposição Um Sermão para Cada Dia do Ano! Clique Aqui para adquirir seu livro.

Nenhum comentário

Os comentários deste blog são todos moderados, ou seja, eles são lidos por nós antes de serem publicados.

Não serão aprovados comentários:

1. Não relacionados ao tema do artigo;
2. Com pedidos de parceria;
3. Com propagandas (spam);
4. Com link para divulgar seu blog;
5. Com palavrões ou ofensas a quem quer que seja.

ATENÇÃO: Comentários com links não serão aprovados!