Olhando para trás

Texto: Gênesis 47:9; 31:42; 35:3; 32:10; 33:11; 48:15-16

Introdução: A Bíblia está cheia de exemplos para nós; exemplos que devemos seguir e não seguir. O texto é sobre um homem, Jacó que passou algum tempo refletindo sobre sua vida, resumindo o passado; uma espécie de olhar por cima do ombro.

Parte do que ele se lembrava, era um pouco escuro e não tão bom; parte foi quando sua vida estava cheia de aflição, trabalho, sofrimento, mas admitiu que Deus tinha sido misericordioso. Então, quando sua vida começou a desacelerar, ele refletiu sobre como Deus estava com ele o tempo todo e como ele tinha saído do mal e dos problemas.

Vamos dar uma olhada em cada uma das quatro áreas que Jacó refletiu e suas conclusões.

I. Houve um tempo em que ele reclamou

1. "... poucos e maus têm sido os dias dos anos da minha vida...”.

2. Quando perguntado sobre sua idade e vida passada pelo Faraó, Jacó deu a resposta que nem todos tinham sido bons e ele estava realmente reclamando, embora Deus lhe houvesse dado muitos anos e bênçãos.

3. Ele estava querendo passar a impressão de que ele era um "ninguém".

- Jacó teve problemas familiares em criar seus filhos.

- Os irmãos de José queria matá-lo, mas resolveram vende-lo como escravo.

- Jacó se culpava pelo que tinha acontecido com José

- Jacó se lembrou de sua própria infância, quando ele e seu irmão Esaú discutiram sobre os benefícios da primogenitura, o seu ódio de Esaú, suas mentiras a seu pai em disfarçar-se como Esaú, com a ajuda de sua mãe, a fim de ser abençoado por seu pai.

- Jacó teve de fugir para outro lugar por anos, então entrou em outra disputa com seu sogro.

- Todos os erros que seus próprios pais tinham cometido, havia se repetido em sua própria casa, em direção a seus próprios filhos.

- Ao refletir sobre o passado, parecia que sua vida tinha sido cheia de erros, falhas e omissões.

4. Dê uma olhada por cima do ombro em sua vida passada. O que você vê? Há erros? Existem coisas que você gostaria de fazer de novo? Há erros cometidos por você em seu passado? Se assim for, você não é o único.

II. Houve um tempo em que ele teve que admitir que Deus o ajudou.

1. "... Deus viu a minha aflição e o trabalho das minhas mãos..." "... que me respondeu no dia da minha angústia, e que foi comigo no caminho por onde andei...”.

2. Ainda falando sobre suas aflições, angústia e seu trabalho, do jeito que ele teve de viver, Jacó teve que admitir que Deus o ajudou.

- Embora a aflição, a angústia e o trabalho tinha sido difícil e duro, Jacó teve de admitir que Deus se importava, apesar de ter sido difícil, ele teve que finalmente admitir que Deus tinha estado com ele.

3. Ao olhar para trás através de sua própria vida, mesmo os tempos difíceis, quase impossíveis, você está aqui, agora e pode dizer o que você quer dizer, mas você tem que admitir que talvez você não soubesse, mas Deus estava com você o tempo todo.

- VOCÊ, todos nós, podemos dizer como Jacó disse: "... Deus viu a minha aflição e o trabalho das minhas mãos...". Seu ouvido estava aberto para você (nós), e Ele andou a cada passo com você (nós).

-   Depois de pensar um pouco, não é que parece que Deus merece mais do que uma má vontade, concessão fraca?

III. Houve um tempo de pensar sobre Deus

1. "... Eu não sou digno da menor de todas as tuas beneficências e de toda a fidelidade que tens usado para com teu servo...”.

2. Jacó está começando a entender sobre a sua própria vida, quando ele finalmente percebe que, apesar de todo o mal nos seus dias, Deus estava lá com a Sua graça.

3. Olhando para trás ao longo da vida revela o quão frequentemente o amor perdoador de Deus se encontrou com sua necessidade, renovando a fé, gerando para hoje humildade e contrição.

- "... Eu não sou digno... Ele foi gracioso...”.

IV. Houve um momento de compreensão, reconhecimento, realização.

1. "... Deus tem sido bondoso para comigo..." "... o Deus que me sustentou durante a minha vida até este dia, o Anjo que tem me livrado de todo o mal, abençoe estes rapazes...”.

2. Jacó finalmente fala dos outros.

- De Deus, dos "rapazes" (os filhos de José para receber a bênção) e da nova geração que viria.

-  Jacó percebe que a vida é também sobre outros.

3. Quando o cristão olha para trás em sua vida, como fez Jacó, finalmente ele vai "absorver" que a vida é sobre os outros, e que não foi tão ruim quanto parecia porque Deus esteve lá o tempo todo e é uma vergonha que tenha demorado tanto tempo para perceber a verdade.

Conclusão:

1. Cada uma das áreas de reflexão de Jacó, lembrando, os pensamentos podem ser identificados com cada um de nós; para todos nós que temos coisas do passado que não eram boas, e olhando para trás, podemos ver que nós realmente nunca estivemos sozinho porque Deus estava lá o tempo todo, e que Deus tem sido muito amoroso, atento e gracioso quando nós certamente não merecíamos e, finalmente, percebemos que a vida não é tudo sobre nós, é sobre os outros.

2. Por que não fazer como fez Jacó e voltar através de sua vida e descobrir que Deus estava lá o tempo todo.

3. Dê graças a Deus que Ele estava lá, e Ele está com você agora e Ele estará com você por toda a eternidade.

Pr. Aldenir Araújo


Gostou desse esboço? Olha a novidade que tenho para você!
Eu preparei um e-book com 365 sermões selecionados criteriosamente durante meus mais de 20 anos de ministério. Organizei eles por livros bíblicos para simplificar a busca. Quero que você utilize livremente em suas pregações e possa transformar a vida das pessoas com a Palavra de Deus.

Se você deseja investir em seu ministério, ainda hoje, terá à disposição Um Sermão para Cada Dia do Ano! Clique Aqui para adquirir seu livro.

Olhando para trás Reviewed by Aldenir Araujo on 3/21/2014 Rating: 5

Nenhum comentário:

Os comentários deste blog são todos moderados, ou seja, eles são lidos por nós antes de serem publicados.

Não serão aprovados comentários:

1. Não relacionados ao tema do artigo;
2. Com pedidos de parceria;
3. Com propagandas (spam);
4. Com link para divulgar seu blog;
5. Com palavrões ou ofensas a quem quer que seja.

ATENÇÃO: Comentários com links não serão aprovados!

All Rights Reserved by Esboços de sermões © 2014 - 2016
Designed by Blogger

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.