O que precisamos em tempos difíceis

Texto: Isaías 6:1-8

Introdução:

O verso 1 menciona a morte do Rei Uzias. Ele foi o décimo rei de Judá, e ele era um homem muito piedoso. Ele foi muito influenciado pelo profeta Zacarias e, ao contrário de muitos outros reis, ele nunca se afastou totalmente da adoração ao Deus verdadeiro. Sob sua influência, o reino do sul alcançou o poder, riqueza e sucesso ao contrário de alguns que tinha beneficiado desde os dias de Salomão. Arrebatado por seu sucesso como rei e por suas bênçãos do Senhor, Uzias, cometeu o erro de oferecer incenso no templo, 2 Crônicas 26. Ele foi ferido com lepra pelo Senhor por sua desobediência. Morreu nessa condição, leproso! Desobediência ao Senhor é uma coisa séria!

Bem, evidentemente, Isaías é perturbado pela morte do grande rei. Afinal, ele reinou por 52 anos. Sua morte marcou o fim de um tempo de grande prosperidade e consistência, para Isaías e toda a nação, marcou o início de um momento de incerteza, mudança e de dúvida. No entanto, para Isaías, este foi um momento de redescoberta. Aparentemente, Isaías teve sua atenção focada em Uzias, mas agora Uzias estava morto, sua atenção é redirecionada para o Senhor. O que poderia ter sido uma “parada” na vida do profeta se tornou um tempo de atividades. Aquele que tinha a sua atenção foi removido e Isaías teve um novo encontro com Deus.

Todos nós temos tempos difíceis na vida! Estes tempos difíceis pode nos equipar, ou eles podem arruinar-nos, depende de como enxergamos. Vamos meditar nestes versos familiares e pensar um pouco sobre o que precisamos em Tempos difíceis. Aprender o que fazer quando a vida vira de cabeça para baixo nos ajudará a voltar mais depressa na posição certa.

I. Precisamos ver o que Isaías viu. V. 1-4

A. Ele viu a posição de Deus. V. 1 - Isaías viu Deus em Sua soberania. Um rei terreno morreu, mas o Senhor ainda reinava. Ele viu o Senhor em toda a sua glória, e, esta visão causou um profundo impacto sobre a vida de Isaías.
Quando a vida parece difícil, precisamos lembrar Deus que está no controle de tudo! O que parece ser uma tragédia para nós pode ser a melhor coisa que poderia acontecer em nossas vidas. Jó! Rm. 8:28, 2 Coríntios. 4:17. Precisamos nos lembrar de que Deus está no controle!
B. Ele viu a personalidade de Deus. V. 2-3 - Os seres angélicos no templo três vezes proclamado a natureza sagrada do Deus do céu. Mesmo aquelas criaturas sem pecado tiveram o cuidado de honrar a santidade e a pureza do Senhor. Observe que eles cobriam os rostos com suas asas. Eles também proclamavam a glória do Senhor! Isaías finalmente entendeu que Uzias foi um bom rei, mas o Senhor é um Deus santo e ele e somente ele merece toda a glória! Precisamos lembrar que a principal característica de Deus é a Sua santidade! Nosso dever diante do Senhor é honrar sua santa natureza, vivendo uma vida santa diante dele. Temos de reconhecer seu direito à glória, dando-Lhe toda a glória por tudo em nossas vidas, 1 Coríntios. 10:31.
Tenha cuidado para não assumir o lugar que pertence só a Ele! Durante as dificuldades da vida, precisamos nos lembrar de quem está trabalhando em todas as coisas com sua santidade e para a glória do Seu Nome, Tiago 1: 17!
C. Ele viu a presença de Deus. V. 4 - Diz-nos o texto que a "casa se encheu de fumaça". Este foi um símbolo da presença de Deus. Note que a presença de Deus "encheu o templo”! Deus era a figura central do Templo! Isaías foi lembrado, que Uzias poderia ter ido embora, mas o Senhor ainda estava ali! Ele não tinha sido abandonado durante este tempo de inatividade, mas o Senhor ainda estava com ele, em grande glória!
Precisamos lembrar bem essa verdade! Se somos salvos, nunca estamos sozinhos, mas mesmo durante as dificuldades da vida, ainda temos a presença do Senhor conosco em todos os momentos, Mt. 28:20; Hb. 13:5.)

II.  Nós precisamos sentir o que Isaías sentiu. V. 5-7

A. Sentiu sua própria condição v.5 - Quando Isaías viu o Senhor, ele imediatamente percebeu que havia problemas dentro do seu próprio coração. Isso é o que acontece quando você se aproxima de Deus! Ao aproximar-se de Deus e ver como Ele é, revela a maldade e o pecado em nossas próprias vidas.
Isaías provavelmente pensou que tudo estava bem em sua vida até que ele viu o Senhor em Sua glória e santidade. Quando ele viu, ele tomou conhecimento de seus próprios defeitos! Enquanto não nos aproximar-mos de Deus e sermos confrontados com a nossa própria condição diante dele, vamos continuar arrogantes e orgulhosos, mas, quando estamos cara a cara com ele, quem ele é, e o que somos, que irá produzir a humildade e a confissão!
Isaías não gritou: "Ai do meu vizinho!". Gritou "Ai de mim!" Enquanto não formos capazes de ver os nossos próprios fracassos e nossa necessidade de arrependimento diante do Senhor, não seremos limpos. Quanto mais cedo nós formos limpos com Deus acerca da nossa própria condição, mais cedo veremos nosso tempo de inatividade, torna-se em atividades!
B. Sentiu sua própria limpeza. V 6-7 - Graças a Deus, o Senhor não apenas aponta os nossos pecados, Ele também fornece um meio para a nossa limpeza! Com Isaías, foi um anjo com uma brasa viva do altar. Conosco, é o precioso sangue de Jesus, 1 Jo 1:7-9! Se alguma vez vermos como Ele é, e nós nos vemos como somos, então vamos entrar em humildade perante Ele e confessar nossos pecados.
Quanto mais perto você chegar dele, mais o seu pior vai aparecer! Mas, quando essa realidade vem, e lidamos com ela em arrependimento diante do Senhor, vamos experimentar a sua purificação e vamos poder estar em Sua presença e receber tudo o que Ele tem para nós!

III. Nós precisamos dizer o que Isaías disse. V. 8

A. Ele disse: "Eis me aqui" – Logo que Isaías recebe o seu coração limpo, ele ouve o chamado do Senhor para o serviço. Quando Isaías disse: "Eis-me aqui", ele estava dizendo: "Meu tempo de inatividade acabou, e eu estou pronto para o serviço!" E estava significando que o tempo de chorar a morte de Uzias acabou e que sua vida estava no altar do sacrifício para a glória de Deus!
Isso é o que precisamos dizer em tempos difíceis! Temos de colocar tudo de nós no altar de Deus e vim para o lugar onde nada é mais importante para nós, do que Ele quer de nós! Precisamos apresentar, entrega e sacrifício, Rm. 12:1-2.
B. Ele disse "Eu estou disposto" - Isaías não só disse ao Senhor da sua disponibilidade, mas ele também mencionou sua disposição! Ele estava dizendo: "Senhor, estou aqui para fazer o que queres e eu estou disposto a fazer o que quiseres! Envie-me e deixe-me fazer o que queres que eu faça!”
Essa é uma maneira de transformar seus tempos difíceis! Esteja disponível para o Senhor e seja agradável com tudo o que Ele lhe pede para fazer e você pode ter certeza de que Ele vai abençoar a sua vida e que Ele vai usá-lo para a Sua glória!

Menina de 15 anos no País de Gales - "Eu amo Jesus" foi tudo o que ela disse e o grande avivamento galês estourou! Moody em resposta à afirmação de Henry Varley's, "O mundo ainda precisa ver o que Deus pode fazer com e através de um homem que seja plena e totalmente consagrado a Ele".

Conclusão:
Irmãos, os tempos difíceis sempre virão! Você pode contar com eles da mesma forma como você pode contar com o nascer do sol e o por do sol dia a dia. No entanto, quando eles vierem, você pode encurtar sua duração e gravidade, basta ver o que Isaías viu sentir o que Isaías sentiu e dizer o que Isaías disse! Um coração centrado, e um coração limpo e um coração que se rende, rapidamente encontrara o caminho para cima. Eu sei que é o que eu quero para a minha vida, e você?

Pr. Aldenir Araújo


Gostou desse esboço? Olha a novidade que tenho para você!
Eu preparei um e-book com 365 sermões selecionados criteriosamente durante meus mais de 20 anos de ministério. Organizei eles por livros bíblicos para simplificar a busca. Quero que você utilize livremente em suas pregações e possa transformar a vida das pessoas com a Palavra de Deus.

Se você deseja investir em seu ministério, ainda hoje, terá à disposição Um Sermão para Cada Dia do Ano! Clique Aqui para adquirir seu livro.

O que precisamos em tempos difíceis Reviewed by Esboços de sermões on 2/04/2013 Rating: 5

Nenhum comentário:

Os comentários deste blog são todos moderados, ou seja, eles são lidos por nós antes de serem publicados.

Não serão aprovados comentários:

1. Não relacionados ao tema do artigo;
2. Com pedidos de parceria;
3. Com propagandas (spam);
4. Com link para divulgar seu blog;
5. Com palavrões ou ofensas a quem quer que seja.

ATENÇÃO: Comentários com links não serão aprovados!

All Rights Reserved by Esboços de sermões © 2014 - 2016
Designed by Blogger

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.