Mitos e Realidades do Natal

1. Três reis magos. A Bíblia nunca mencionou seus nomes nem que eram três; costuma-se dizer que eram três pela diversidade dos presentes: Ouro, incenso e mirra (Mt 2.1 ss.). Incenso fala de oração e adoração; mirra, feita com especiarias, para ungi-lo para sua morte; e ouro para coroá-lo rei.

 

Eram magos ou sábios? A palavra grega magov pode ser traduzida como magos ou sábios.

a) o nome dado pelos babilônicos (caldeus), Medos, Persas, e outros, a homens sábios, mestres, sacerdotes, médicos, astrólogos, videntes, intérpretes de sonhos, áugures, adivinhadores, feiticeiros etc.

b) os sábios orientais (astrólogos) que, tendo descoberto pelo surgimento de uma notável estrela que o Messias tinha nascido, vieram a Jerusalém para adorá-lo

2. Que os reis magos chegam onde Jesus está na estrebaria. Não, Jesus estava numa casa em Belém e já teria entre um e dois anos de idade (Mt 2.9-11). A matança dos inocentes levou em conta o tempo determinado em que viram a estrela (Mt 2.7 e 16-18).

3. Que o Senhor Jesus Cristo teria nascido em 25 de dezembro.

a) Zacarias era do turno de Abias (Lc 1.5). Levando em conta que os turnos começavam entre 15 de abril e 15 de maio pelo calendário judeu que iniciava o ano na primavera (1 Cr 24.7; Ex 12.2; 13.4), então Isabel ficou grávida em fins de agosto. Quando tinha seis meses de gravidez, em março, o anjo apareceu para Maria (Lc 1.26) que teria ganhado seu nenê em meados de out/nov.

 

Uma suposição bíblica:

b) O primeiro mês do ano era abril-maio, Abibe ou Nisã.

c) Primeiro turno: Jeoiaribe (1-15/4). Segundo turno Jedaías (16-30/4); terceiro turno, Harim 1-15 de maio; 4º. Seorim (16-30/5); 5º Malquias (1-15/6); 6º Mianim (16-30/6); 7º Hacoz (1-15/7); 8° Abias (16-30/7)…

d) Zacarias entrou no santuário neste tempo entre 16 e 30 de Julho). Ele sai, Isabel engravida. set, out, nov. dez, jan, fev: Em fevereiro o anjo aparece a Maria e ela fica grávida: Conte-se nove meses: Entre 15 de out e 15 de Nov. o neném de Maria nasceu: Jesus.

 

Realidades:

1. Jesus nasceu no ano 4 a.C. Por que esta confusão? Pelo calendário Juliano que foi sendo modificado ao longo dos milênios. Hoje temos o calendário gregoriano. Os povos do Oriente festejam o Natal em 7 de Janeiro porque seguem o calendário Juliano.

2. Deus falou através de sonhos a José e aos sábios (Mt 1.18-25; 2.12; 2.13;2.20; 2.22).

3. Deus criou uma nova estrela no céu, o que chamou a atenção dos astrônomos da época (que também eram astrólogos, médicos, etc.).

Os astros foram dados como sinais (signos) (Gn 1.14-17). Os doze sinais ou signos serviam para entender o propósito de Deus escrito nas estrelas. Cada tribo de Israel tinha um signo ou sinal em seu estandarte (Nm 2.2).

 

No tempo de Deus:

1. A plenitude do tempo:

“vindo, porém, a plenitude do tempo, Deus enviou seu Filho, nascido de mulher, nascido sob a lei” (Gl 4.4).

“de fazer convergir nele, na dispensação da plenitude dos tempos, todas as coisas, tanto as do céu, como as da terra” (Ef 1.10).

2. O nascimento e a morte de Jesus se encaixaram dentro da hora de Deus:Veja:

João 7:30: “Então, procuravam prendê-lo; mas ninguém lhe pôs a mão, porque ainda não era chegada a sua hora.”

João 8:20: “Proferiu ele estas palavras no lugar do gazofilácio, quando ensinava no templo; e ninguém o prendeu, porque não era ainda chegada a sua hora.”

João 12:23 “Respondeu-lhes Jesus: É chegada a hora de ser glorificado o Filho do Homem.”

João 12:27 “Agora, está angustiada a minha alma, e que direi eu? Pai, salva-me desta hora? Mas precisamente com este propósito vim para esta hora.”

João 13:1 “Ora, antes da Festa da Páscoa, sabendo Jesus que era chegada a sua hora de passar deste mundo para o Pai, tendo amado os seus que estavam no mundo, amou-os até ao fim.”

 

Realidades sobre o Jesus:

1. Ele é filho de Davi (Mt 1.1). Mateus escreveu para os judeus, por isso apresenta Jesus na linhagem real de Davi. A genealogia de Mateus 1 traça a José na linhagem de Davi, e até Abraão.

2. Ele é filho de Adão (Lc 3.38). Lucas escreveu para os gentios e enfoca a humanidade de Jesus e não o coloca na linhagem de reis, mas toma a Maria e a leva até Adão.

3. Ele é o Emanuel (Mt 1.23). Deus conosco. Nesta palavra está incluído o mistério da encarnação, quando a palavra se fez carne (Jo 1.1).

4. Ele é o Salvador (Mt 1.21). O anjo avisou a Maria que o ser que ela esperava era um “ente santo” (Lc 1.35). Salvador ou Yeshua em hebraico. “Jeová é a salvação”.

5. Ele é o príncipe da paz (Is 9.6). A mesma mensagem os anjos proclamaram nas campinas de Belém: “Glória a Deus nas maiores alturas, e paz na terra aos homens a quem ele quer bem” (Lc 2.14).

6. Ele é a luz para os gentios (Lc 2.32). Simeão profetizou que Jesus seria a “luz para revelação aos gentios, e para glória do teu povo de Israel”. Os sábios vieram do oriente. Eles eram gentios e viram a luz!

7. Ele é o Messias, o Cristo do Senhor: “é que hoje vos nasceu, na cidade de Davi, o Salvador, que é Cristo, o Senhor” (Lc 2.11). Cristo é a palavra Ungido, ou Messias. Fala da libertação que Deus enviará a terra. Abraão viu-o de longe. O rei Davi cantou e profetizou sobre o Messias, e os profetas dele falaram.

 

Conclusão: Por que nos preocuparmos com detalhes de tempo e épocas se Deus tem tudo em suas mãos?

Jesus mesmo nos advertiu sobre tempos e épocas: “Não vos compete conhecer tempos ou épocas que o Pai reservou pela sua exclusiva autoridade; mas recebereis poder, ao descer sobre vós o Espírito Santo, e sereis minhas testemunhas tanto em Jerusalém como em toda a Judéia e Samaria e até aos confins da terra” (At 1.7-8).

Nós vivemos dentro do tempo de Deus.

 

Pr. João de souza


Gostou desse esboço? Olha a novidade que tenho para você!
Eu preparei um e-book com 365 sermões selecionados criteriosamente durante meus mais de 20 anos de ministério. Organizei eles por livros bíblicos para simplificar a busca. Quero que você utilize livremente em suas pregações e possa transformar a vida das pessoas com a Palavra de Deus.

Se você deseja investir em seu ministério, ainda hoje, terá à disposição Um Sermão para Cada Dia do Ano! Clique Aqui para adquirir seu livro.

Mitos e Realidades do Natal Reviewed by Aldenir Araujo on 12/20/2012 Rating: 5

Nenhum comentário:

Os comentários deste blog são todos moderados, ou seja, eles são lidos por nós antes de serem publicados.

Não serão aprovados comentários:

1. Não relacionados ao tema do artigo;
2. Com pedidos de parceria;
3. Com propagandas (spam);
4. Com link para divulgar seu blog;
5. Com palavrões ou ofensas a quem quer que seja.

ATENÇÃO: Comentários com links não serão aprovados!

All Rights Reserved by Esboços de sermões © 2014 - 2016
Designed by Blogger

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.