Conhecendo a vontade de Deus

Há muitos cristãos que têm um coração generoso. Eles gostariam de dar mais para a obra de Deus. Gostariam de investir no Reino de Deus, mas às vezes não têm o suficiente nem sequer para suprir as necessidades de sua família. É possível que este seja teu caso, e já estejas cansado desta situação.

Sem dúvida, para que a nossa situação mude, nós devemos mudar. Nossa mente deve ser renovada antes que o jugo da miséria e necessidade faça parte de nossas vidas.

 

Vejamos, por um momento a oração do Apóstolo João em III João 2: “Amado, acima de tudo, faço votos por tua prosperidade e saúde, assim como é prospera a tua alma.”

Estas são palavras poderosas. Não é apenas uma saudação de cortesia ou uma boa amostra dos desejos do apóstolo para um amigo em particular. Estas palavras foram inspiradas pelo Espírito Santo, e refletem a vontade do Pai para seus filhos.


João não ora para que você aprenda a conformar-se com a pobreza e miséria, mas, ora para que um mover poderoso de Deus chegue à sua vida a fim de romper as correntes das necessidades e que possa prosperar segundo a ordem divina.

 

Conforme Gl. 6:7 vejamos dois princípios espirituais:
1 – Sua situação econômica atual foi causada por sua atitude em relação à contribuição nos anos anteriores.
2 – Sua futura situação econômica será determinada pela sua obediência a partir de hoje.

Leia estes princípios e fixe em sua memória. Deixe de culpar a Deus, a má sorte, o seu patrão ou a sua esposa. Aceite sua própria responsabilidade.
Alguns acham que as promessas de Deus falham, porque tem lido, confiado e confessado Fl. 4:19: “E o meu Deus, segundo a sua riqueza em glória, há de suprir em Cristo Jesus, cada uma de vossas necessidades.” Mas, ainda assim, continuam a ter necessidades.

Devemos aprender a receber de Deus se quisermos chegar a ser doadores generosos, livres da avareza que é idolatria. A promessa de Fl. 4 não inicia no versículo 19, mas no 15. Paulo lhes dava uma palavra de fé e bênção porque os Filipenses tinham sido a única igreja que contribuiu financeiramente para seus esforços missionários. Deram sem cansaço, “não somente uma vez” (v.16), e, deram tanto que Paulo lhes escreveu:Estou satisfeito, tenho abundância." (v.18).
Enquanto não dermos desta maneira, não teremos direito a reivindicar como nossa essa promessa do versículo 19.

Em segundo lugar, note que Deus nos abençoará “conforme a sua riqueza”, e não conforme a nossa necessidade. Muitos pensam que pelo simples fato de que necessitem de algo, Deus correrá para dar-lhes.
Se Deus se movesse pela necessidade do homem não haveria milhões morrendo de fome na Índia, Somália, e em muitos outros lugares ao redor do mundo. Como também, não haveria secas inclusive no Brasil.

Mesmo que a sua velha mente custe a admitir, o que move a mão de Deus não é a necessidade do homem, mas a fé na sua Palavra. Deus responde a fé porque a fé verdadeira sempre conduz à obediência.

Cada vez que o Senhor nos fala em investir certa quantia sem seu Reino, Ele não somente esta levantando dinheiro para as finanças da congregação, ou para um determinado projeto, mas está levantando finanças para nosso próprio futuro, para o tempo quando nossa visão, sonhos e projetos serão feitos realidades. Serão sementes que ele utilizará em nosso benefício.

Lembre-se, Ele não provê conforme as suas necessidades, mas conforme as riquezas Dele.

 

Muito bem, repassaremos o que aprendemos:
1 – É urgente renovar a nossa mente. Só podemos fazê-lo através do estudo e da obediência à Palavra de Deus.
2 – Deus quer lhe prosperar ainda mais do que você mesmo deseja (III João 2).
3 – O futuro de suas finanças e as de sua família depende de sua obediência aos princípios bíblicos. Comece hoje mesmo.
4 – Deus não se move somente porque alguém tem necessidades. É necessário ter fé para poder agradá-lo (Hb. 11:6).
5 – Se deseja prosperar financeiramente? Invista na Obra de Deus.


Gostou desse esboço? Olha a novidade que tenho para você!
Eu preparei um e-book com 365 sermões selecionados criteriosamente durante meus mais de 20 anos de ministério. Organizei eles por livros bíblicos para simplificar a busca. Quero que você utilize livremente em suas pregações e possa transformar a vida das pessoas com a Palavra de Deus.

Se você deseja investir em seu ministério, ainda hoje, terá à disposição Um Sermão para Cada Dia do Ano! Clique Aqui para adquirir seu livro.

Conhecendo a vontade de Deus Reviewed by Aldenir Araujo on 7/25/2012 Rating: 5

Nenhum comentário:

Os comentários deste blog são todos moderados, ou seja, eles são lidos por nós antes de serem publicados.

Não serão aprovados comentários:

1. Não relacionados ao tema do artigo;
2. Com pedidos de parceria;
3. Com propagandas (spam);
4. Com link para divulgar seu blog;
5. Com palavrões ou ofensas a quem quer que seja.

ATENÇÃO: Comentários com links não serão aprovados!

All Rights Reserved by Esboços de sermões © 2014 - 2016
Designed by Blogger

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.