Vencendo o Pecado

Texto Básico: Romanos 5.12-21
Versículo para decorar: “O salário do pecado é a morte, mas a dádiva gratuita de Deus é a vida eterna por meio de Jesus Cristo, Nosso Senhor.” (Romanos 6.23).(BV)
Quando passamos do império das trevas para o Reino de amor do Filho de Deus, Jesus, um dos grandes problemas que enfrentamos é o pecado. O pecado ainda nos persegue. Contudo, nós temos todas as armas para vencê-lo. Vencer o pecado envolve uma decisão nossa sob a orientação do Espírito de Deus. Decisão que requer um espírito de luta: “Ora, na vossa luta contra o pecado, ainda não tendes resistido até ao sangue” (Hb 12.4).
I. Nossos pecados foram perdoados
No momento que aceitamos a Jesus como Salvador, Ele entrou em nosso coração e nos transformou em nova criatura (2Coríntios 5.17).
1. O grande pecado foi vencido. Qual é o “grande pecado”? É o de negar a Jesus, de não crer n’Ele. Por isso, ao ouvir o Espírito Santo, Jesus disse que Ele convenceria o mundo do pecado, da justiça e do juízo (João 16.8). E explicou: “Do pecado, porque não crêem em mim” (v.9). Não crer em Jesus é o grande pecado que realmente condena o homem.
2. Jesus veio para tirar os pecados. O Senhor Jesus veio a este mundo e aqui viveu sem pecado. E a sua vinda teve como objetivo tirar o pecado do mundo. Ele foi apresentado por João Batista como “o Cordeiro de Deus, que tira o pecado do mundo!” (João 1.29). E João, o apóstolo, diz em sua carta: “Ele se manifestou para tirar os pecados, e nele não existe pecado” (1João 3.5).
3. Os pecados foram cancelados.Todo o nosso passado foi esquecido por Deus, quando aceitamos o Senhor Jesus. Pedro disse que pelo arrependimento o pecado é remido (Atos 2.38). E Paulo afirma que tudo que a lei exigia de nós, mostrando-nos o pecado e nos condenando, foi pregado por Jesus na cruz (Colossences 2.14).
II. Acerte o Passado
1. Devolução. Jesus nos perdoou os pecados, mas há algo que ainda devemos fazer. Um certo jovem, depois de se converter, devolveu as ferramentas que havia furtado da oficina onde trabalhava.
2. Perdão. Jesus afirmou que se nós perdoarmos seremos perdoados (Mateus 6.14). Tenha você recebido pouca ou muita ofensa, é necessário perdoar. O perdão libera a pessoa para viver livre e desimpedidamente sua vida cristã. Se ofendeu alguém, peça-lhe perdão. Se a pessoa estiver longe, faça-o por carta ou telefone.
3. Resolva as pendências. Você precisa resolver qualquer problema do passado. Se ficou devendo, pague; se tomou emprestado, devolva.
4. Mantenha sua consciência limpa. Procure ser honesto para com Deus, com o próximo e consigo mesmo. Não permita que ressentimentos, desobediência a Deus, erro de conduta moral, permaneçam em sua vida.
III. Trate o pecado no presente
Depois que aceitamos a Jesus como Salvador, não ficamos imunes ao pecado. O pecado nos assedia tenazmente (Hebreus 12.1). Ele quer nos vencer, mas a Bíblia nos ensina que o pecado não terá domínio sobre nós (Romanos 6.14).
Devemos lembrar que “não há homem que não peque” (1Reis 8.46) e “se dissermos que não temos pecado nenhum, a nós mesmos nos enganamos, e a verdade não está em nós” (1João 1.8). Esses textos nos fazem saber que, mesmo depois de salvos, somos passíveis de pecar. Estamos sujeitos ao pecado. Mas não podemos nos deixar vencer por isso.
1. Evite pecar. Para alguns pode parecer absurda esta advertência. Mas não é. O apóstolo João escreveu: “para que não pequeis” (1João 2.1). A primeira advertência contra o ato pecaminosos foi feita por Deus a Caim (Gênesis 4.7). Ele disse que Caim podia evitar o pecado. É possível evitar o pecado e o texto acima nos dá esta certeza.
2. Confesse os pecados. Continuando no que disse João: “Se, todavia, alguém pecar, temos Advogado junto ao Pai, Jesus Cristo, o justo” (1João 2.1). Mas, para que nossos pecados sejam perdoados, precisamos confessá-los. E a garantia da nossa confissão é que o sangue de Jesus nos purifica de todo o pecado (1João 1.7,9).
3. Deixe o pecado. No livro de Provérbios está escrito: “O que encobre as suas transgressões, jamais prosperará; mas o que as confessa e deixa, alcançará misericórdia” (Provérbios 28.13). São dois os passos a serem dados: Confessar e Deixar. Não guarde pecados no coração. Confesse a Deus. Se pecou contra Deus, confesse a Deus. Se pecou contra o próximo, confesse a ele. Se é um pecado pessoal, como um vício, por exemplo, deixe-o.
Conclusão
Você pode afirmar que não tem forças para deixar o pecado e podemos crer que isto seja verdade. Por esta razão, você deve confiar não na sua própria força, e dizer “eu posso”, “eu vou conseguir”. E confiar no Senhor, que, pelo Espírito Santo, o capacita para vencer o pecado.
Peça a Jesus para fortalecer você contra o pecado. Veja o exemplo em Lucas 22.31,32. E o Espírito Santo vai ajudá-lo, fazendo de você um vencedor. Ande no Espírito. Seja batizado no Espírito Santo e viva n’Ele. Então você vencerá o pecado (Romanos 6.11-14; 8.1-11; Gálatas 5.16,24,25).
Aplicação
1. Procure recordar a sua experiência de salvação e agradeça ao Senhor pela libertação do pecado.
2. Se tiver pessoas com quem resolver problemas de ofensa do pecado, faça uma lista e procure entrar em contato com elas e resolver o problema logo.
3. Anote o pecado que você esteja cometendo no presente. Talvez algum vício. Peça a Jesus para libertá-lo. Se preciso, busque ajuda de seu líder na igreja (pastor, diácono, professor da escola bíblica).

http://www.iec.org.br/index.php?pg=estudo&id=69
Pr. Raimundo P. Santos – IEC.


Gostou desse esboço? Olha a novidade que tenho para você!
Eu preparei um e-book com 365 sermões selecionados criteriosamente durante meus mais de 20 anos de ministério. Organizei eles por livros bíblicos para simplificar a busca. Quero que você utilize livremente em suas pregações e possa transformar a vida das pessoas com a Palavra de Deus.

Se você deseja investir em seu ministério, ainda hoje, terá à disposição Um Sermão para Cada Dia do Ano! Clique Aqui para adquirir seu livro.

Vencendo o Pecado Reviewed by Esboços de sermões on 1/06/2012 Rating: 5

2 comentários:

  1. O meu comentário é de alerta, o amado está usando um estudo sem citar o autor, e até mesmo, dando a entender que o estudo é de sua autoria, o que não é verdade. Este Estudo foi tirado da revista Passo a Passo da LERBAN. O mesmo é de autoria do Pr. João Leão dos Santos Xavier

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Colega, eu não estou buscando autoria de nada. O nome do autor está no final da postagem. Se ele está fazendo isso problema é dele. Eu estou apenas postando um estudo que encontrei na net. O endereço está ai. Vai reclamar com ele.

      Excluir

Os comentários deste blog são todos moderados, ou seja, eles são lidos por nós antes de serem publicados.

Não serão aprovados comentários:

1. Não relacionados ao tema do artigo;
2. Com pedidos de parceria;
3. Com propagandas (spam);
4. Com link para divulgar seu blog;
5. Com palavrões ou ofensas a quem quer que seja.

ATENÇÃO: Comentários com links não serão aprovados!

All Rights Reserved by Esboços de sermões © 2014 - 2016
Designed by Blogger

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.